UTILIZAÇÃO DA LÓGICA FUZZY NA ANÁLISE DO ENDIVIDAMENTO

Sergio Cavagoli Guth, Marcos Moreira Pinto, Antonio Jorge Fernandes, Maria Elisabeth Pereira e Rocha

Resumo


As demonstrações contábeis divulgadas pelas empresas têm sido objeto de estudos ao longo do tempo. Diversos livros foram escritos sobre análise das demonstrações contábeis. E, para alguns autores, mais do que uma técnica, a análise dessas demonstrações é uma arte. O presente estudo consiste em propor um modelo de sistema especialista que utiliza a teoria da lógica fuzzy para a análise do endividamento de empresas. O modelo é apresentado por um estudo teórico-empírico, utilizando-se dados contábeis das empresas do setor de energia elétrica brasileiro. Para atingir estes objetivos utilizou-se pesquisa do tipo explicativa. Quanto aos procedimentos esta pesquisa caracteriza-se como documental, com abordagem quantitativa, por utilizar tratamento estatístico no processo de análise do problema. Após coletados os dados, os mesmos foram analisados e classificados em sete categorias de avaliação e a cada índice de endividamento foi atribuída uma variável qualitativa conforme sua posição em relação ao decil. Utilizando-se o software Matlab® 6.0 definiram-se as funções de pertinência e implementaram-se 2.401 regras de inferência para a implementação do sistema. Os resultados obtidos pela pesquisa possibilitaram avaliar de forma quantitativa cada empresa, por meio dos graus de pertinência emitidos pelo sistema especialista difuso. Portanto, conclui-se que os conjuntos difusos podem ser utilizados como instrumento para análise do endividamento de empresas.

Palavras-chave


Análise do Endividamento

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2358-856X

Associação Brasileira de Custos
Av. Unisinos, 950 - Caixa Postal 275 - CEP: 93022-000 - São Leopoldo - RS - Brasil
Diretoria de Administração de Infraestrutura e Serviços - Telefone: 51 3591 1122 Ramal: 5235