A Complexidade da medição da produtividade face às novas métricas de custos: estudo de caso em uma empresa hoteleira

Amilka Ferreira Santos, Cosmo Severiano Filho, Lenita Villamarin Lopez Lessa, Maria Marta Araújo Leal de Oliveira

Resumo


O presente trabalho teve como objetivo a análise da medição da produtividade nas operações de serviços em um hotel de rede internacional de médio porte na cidade de João Pessoa - PB. Com o intuito de conhecer as formas de medição de produtividade adotadas pela empresa, foi empreendida uma pesquisa de campo, cuja coleta de dados se deu por meio de entrevistas semi-estruturadas, aplicadas aos gerentes da organização. Os dados obtidos foram analisados quantitativamente e qualitativamente. Concluiu-se que, embora o hotel possua uma mensuração de produtividade de fator total, tais medições são parciais e limitam-se apenas a recursos tangíveis. Sugere-se que, a fim de alcançar uma maior produtividade, adotar métricas dos custos intangíveis e medir, assim, a produtividade global da empresa. Sugere ainda que, a mesma adote um método mais avançado de medição da produtividade, o IMPM (modelo de Son), cuja matriz de avaliação é dada pela relação entre a quantidade total de output produzida e os custos de produtividade, de flexibilização e de qualidade envolvidos no processo produtivo.

Palavras-chave


Serviços Hoteleiro

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2358-856X

Associação Brasileira de Custos
Av. Unisinos, 950 - Caixa Postal 275 - CEP: 93022-000 - São Leopoldo - RS - Brasil
Diretoria de Administração de Infraestrutura e Serviços - Telefone: 51 3591 1122 Ramal: 5235