A importância da gestão do conhecimento para o balanced scorecard

Marco Aurélio Batista De Sousa, Fladimir Fernandes Dos Santos, Paulo Mauricio Selig, Osmar Possamai, Leila Amaral Gontijo

Resumo


O presente trabalho faz uma abordagem teórica sobre a importância da gestão do conhecimento para o balanced scorecard. São enfocadas as quatro perspectivas (financeira, clientes, processos internos, aprendizado e crescimento) preconizadas por Kaplan e Norton. Porém, é dada maior ênfase à perspectiva de aprendizado e crescimento, por ser considerada a base da estrutura do balanced scorecard, por contribuir, por meio de seus objetivos, na consecução dos objetivos das demais perspectivas, em uma cadeia de relação de causa e efeito, e por ser a perspectiva que mais se aproxima da gestão do conhecimento. Para o desenvolvimento do trabalho realizou-se uma pesquisa bibliográfica e exploratória, procurando-se entender a realidade do tema a ser investigado e descobrir as relações existentes entre os componentes da mesma. Neste sentido, apresentam-se algumas considerações que estabelecem o cenário e pontuam-se alguns fatores importantes ao tema. Ao final do estudo verificou-se que, na medida em que as pessoas passam a realizar suas atividades, a espiral do conhecimento se completa na inter-relação entre o conhecimento tácito e explícito, o conhecimento organizacional cresce do nível individual para coletivo e do operacional para estratégico. Assim, a gestão do conhecimento auxilia na execução de ações alinhadas com os objetivos estratégicos da organização.

Palavras-chave


Medidas de Desempenho

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2358-856X

Associação Brasileira de Custos
Av. Unisinos, 950 - Caixa Postal 275 - CEP: 93022-000 - São Leopoldo - RS - Brasil
Diretoria de Administração de Infraestrutura e Serviços - Telefone: 51 3591 1122 Ramal: 5235