Limitações da Análise Tradicional de Custo-Volume-Lucro. Repensando as Hipóteses Simplificadoras do Modelo

Luiz Fernando Dalmonech, Antonio Lopo Martinez, Antonio Viana, Carlos José Souza Ferreira

Resumo


Este trabalho tem o propósito de discutir as limitações no modelo tradicional de análise custo-volume-lucro. Embora se reconheça que a análise de CVL seja uma ferramenta útil no processo de planejamento e controle estratégico, o modelo foi estruturado a partir de hipóteses simplificadoras que limitam a sua aplicabilidade. A análise CVL do modelo presume a existência de determinadas condições hipotéticas que muitas vezes não se materializam na prática. Neste artigo algumas dessas hipóteses implícitas são 2 identificadas e apreciadas. Por hipótese acredita-se que mudanças no tratamento do modelo, através da pormenorização (detalhamento dos componentes) da CVL acrescentariam benefícios significantes para a tomada de decisão. Para algumas circunstâncias específicas são propostas alternativas no uso do instrumental, dentre as quais destacam-se: os usos análise de sensibilidade, análise de regressão, taxas múltiplas de desconto.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2358-856X

Associação Brasileira de Custos
Av. Unisinos, 950 - Caixa Postal 275 - CEP: 93022-000 - São Leopoldo - RS - Brasil
Diretoria de Administração de Infraestrutura e Serviços - Telefone: 51 3591 1122 Ramal: 5235