Analytic Hierarchy Process (AHP) e Ativos Intangíveis: Uma Proposta Metodológica de Valoração

Herbert Kimura, Eduardo Kazuo Kayo, Wilson Toshiro Nakamura

Resumo


Uma das etapas mais complexas e subjetivas no processo de avaliação dos ativos intangíveis é a análise dos seus direcionadores não-financeiros de valor. Um dos procedimentos mais críticos nesta etapa é a hierarquização dos direcionadores, isto é, a análise da importância relativa de cada um deles. Isso envolve análises subjetivas que podem influenciar consideravelmente os resultados da valoração. O problema do subjetivismo pode ser amenizado pela aplicação do método AHP (Analytic Hierarchy Process) na hierarquização dos direcionadores de valor. Por meio de comparações múltiplas, o AHP permite o estabelecimento dos pesos relativos dos vários direcionadores e, conseqüentemente, da importância relativa de cada direcionador para a análise de valor. O objetivo deste trabalho é propor e demonstrar, através de um estudo de caso, a aplicação do método AHP como um instrumento de apoio ao processo de avaliação dos ativos intangíveis.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2358-856X

Associação Brasileira de Custos
Av. Unisinos, 950 - Caixa Postal 275 - CEP: 93022-000 - São Leopoldo - RS - Brasil
Diretoria de Administração de Infraestrutura e Serviços - Telefone: 51 3591 1122 Ramal: 5235