Utilização do Método de Custeio Variável em Laboratórios de Patologias Clínicas: Um Estudo de Caso na Cidade de Maceió/AL

Andréa Rodrigues Barbosa, Rejane Cristina Sarmento Buarque

Resumo


Devido à necessidade de se prestar serviços com preços baixos e melhores níveis de qualidade; e a crescente competitividade neste segmento, os gestores tem se preocupado em buscar informações necessárias para minimizar as incertezas ao mensurar os resultados e proporcionar um eficaz controle de processos. Com o objetivo de conhecer e melhor gerenciar os custos, tendo em vista inclusive as negociações com os seguros de saúde e a terceirização de alguns exames laboratoriais, o Centro Laboratorial de Patologia Clínica X, situado na cidade de Maceió/AL, implantou o sistema de custeio variável, consolidando as informações da matriz e de seus postos de coleta. A utilização do custeio variável possibilita o fácil controle dos custos com base no acompanhamento da margem de contribuição de cada exame laboratorial. Este artigo destaca, os fatores determinantes que auxiliaram a gestão na escolha do método de custeio adequado ao segmento, como também as vantagens de sua utilização.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2358-856X

Associação Brasileira de Custos
Av. Unisinos, 950 - Caixa Postal 275 - CEP: 93022-000 - São Leopoldo - RS - Brasil
Diretoria de Administração de Infraestrutura e Serviços - Telefone: 51 3591 1122 Ramal: 5235