UTILIZAÇÃO DO SISTEMA CUSTEIO E GESTÃO BASEADOS EM ATIVIDADE ( ABC/M ) EM UMA INSTITUIÇÃO HOSPITALAR METODOLOGIA DE IMPLANTAÇÃO E PRINCIPAIS BENEFÍCIOS

Gilberto Vicente de Souza, Hong Yuh Ching

Resumo


O cenário de competitividade sempre esteve relativamente distante das instituições de saúde particulares até que, nos últimos anos, com a abertura e estabilização da economia, essas instituições tivessem também que se preocupar com o assunto custos. A dominância das empresas administradoras de planos de saúde; seguradoras, convênios médicos, empresas de autogestão, algumas ligadas a empresas estrangeiras e que tem exercido crescente pressão sobre os hospitais no que tange a redução nos custos de internação, cirurgias, exames, medicamentos, etc., tem forçado a que mais e mais as instituições hospitalares concentrem esforços para melhor conhecer e administrar seus recursos. A utilização de um sistema não somente de custeio mas também de gestão de custos passa a ter, nesse cenário, importância fundamental e o custeio baseado em atividades demonstrou ser a metodologia ideal, através de um projeto piloto desenvolvido na unidade de cirurgia ambulatorial, também conhecido como hospital-dia ou day-clinic. Este trabalho objetiva apresentar os resultados deste projeto piloto.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2358-856X

Associação Brasileira de Custos
Av. Unisinos, 950 - Caixa Postal 275 - CEP: 93022-000 - São Leopoldo - RS - Brasil
Diretoria de Administração de Infraestrutura e Serviços - Telefone: 51 3591 1122 Ramal: 5235