UTILIZAÇÃO DA CADEIA DE VALOR COMO BASE PARA IMPLANTAÇÃO DE CUSTEIO POR ATIVIDADE (ABCM) NAS INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS

Luiz Fernandez A. Portillo, Luiz Carlos Gientorski, Alcides Brugnera

Resumo


A cadeia de valor é uma forma de examinar todas as atividades relevantes efetuadas por uma empresa para entender o comportamento de seus custos. O trabalho visa apresentar um modelo de cadeia de valor que represente edequadamente as atividades que agregam valor nas instiuições financeiras. Considerando que diversos autores tentaram adaptar o modelo de cadeia de valor genérica idealizada por Michael Porter, ao sistema bancário, efetuou-se uma análise crítica das propostas apresentadas, elaborando uma síntese dos pontos fortes e fracos de cada modelo. Todos os autores analisados, observaram a estrutura básica definida por Porter quanto a forma linear e as atividades subdivididas em primárias e de apoio. Sobre os demais itens não houve concordância plena. Assim, formatou-se um modelo de cadeia da valor para as empresas bancárias, de forma CIRCULAR, que se adapta perfeitamente ao sistema financeiro Nacional, eliminando as deficiências dos modelos definidos pelos autores estudados.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2358-856X

Associação Brasileira de Custos
Av. Unisinos, 950 - Caixa Postal 275 - CEP: 93022-000 - São Leopoldo - RS - Brasil
Diretoria de Administração de Infraestrutura e Serviços - Telefone: 51 3591 1122 Ramal: 5235