Viabilidade da aplicação da tradicional análise custo-volume-lucro sob condições de incerteza – um estudo exploratório no setor de Transportes

Adail Marcos Lima da Silva

Resumo


Com as dificuldades atualmente enfrentadas pela economia brasileira, a aplicação da análise custo-volume-lucro segundo a perspectiva do risco deve ser encarada como uma iniciativa ainda mais relevante, pois profissionais do mercado de capitais, investidores, acionistas, credores e fornecedores precisam tomar decisões fundamentadas no risco de superação do ponto de equilíbrio econômico, por exemplo. Sendo assim, este trabalho tem por objetivo realizar um estudo exploratório voltado à investigação da viabilidade prática do modelo tradicional de análise custo-volume-lucro sob condições de incerteza no contexto das empresas brasileiras do setor de Transportes. A metodologia empregada teve como orientação inferir se amostras trimestrais das receitas líquidas das organizações são efetivamente originárias de populações normalmente distribuídas, condição suficiente à implementação do modelo tradicional. Para a execução do tratamento dos dados foram utilizados o teorema de Chebyshev, os testes paramétricos de assimetria populacional e de curtose populacional e o teste não paramétrico de D’Agostino-Pearson. Quanto aos resultados: das 20 organizações selecionadas, apenas quatro não apresentam históricos de vendas propícios ao uso do modelo, pois tais amostras são originárias de populações com distorções e curtoses capazes de inviabilizar a modelagem calcada na distribuição gaussiana, situações ratificadas com o teste de D’Agostino-Pearson. Calculada em 80% a frequência das empresas do setor de Transportes aptas à prática do modelo tradicional de análise custo-volume-lucro em condições de incerteza, espera-se dos gestores providências quanto ao processamento, uso e divulgação de informações acerca dos riscos de superação dos pontos de equilíbrios financeiro, contábil e econômico.

Palavras-chave


Setor de Transportes

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2358-856X

Associação Brasileira de Custos
Av. Unisinos, 950 - Caixa Postal 275 - CEP: 93022-000 - São Leopoldo - RS - Brasil
Diretoria de Administração de Infraestrutura e Serviços - Telefone: 51 3591 1122 Ramal: 5235