Utilização de métodos de custeio como instrumento de gestão: um estudo em empresa calçadista da serra gaúcha

Estevo Mateus Olesiak, Juliane de Castilhos Spanholi, Vanessa Heckler Marquesini, Marcos Antonio de Souza, Débora Gomes Machado

Resumo


A gestão da indústria calçadista, assim como dos demais setores, precisa estar preparada para enfrentar as frequentes mudanças na sua esfera de atuação. A contabilidade de gestão, e mais especificamente a contabilidade de custos, tem sido reconhecida como importante geradora de informações para a tomada de decisão. Diante de tal realidade, o objetivo desse estudo é analisar a aderência da gestão de empresas calçadistas da serra gaúcha ao que prescreve a literatura em relação aos métodos de custeio. Este estudo, realizado no 2º trimestre/2016, está circunscrito aos métodos de custeio variável, direto e teoria das restrições, dada a relação deles com a geração de informações gerenciais. Trata-se de um estudo de caso único, de natureza descritiva e qualitativa, cujos dados foram coletados por meio de entrevista com gestores da empresa, análise documental e observações in loco. Os principais achados evidenciam que há um distanciamento entre o que prescreve a literatura e a prática empresarial, devido a empresa utilizar parcialmente os métodos de custeio gerenciais, predominando o custeio por absorção.

Palavras-chave


Gestão de custos

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2358-856X

Associação Brasileira de Custos
Av. Unisinos, 950 - Caixa Postal 275 - CEP: 93022-000 - São Leopoldo - RS - Brasil
Diretoria de Administração de Infraestrutura e Serviços - Telefone: 51 3591 1122 Ramal: 5235