CUSTOS COMO FERRAMENTA GERENCIAL: ESTUDO DE CASO EM UMA COOPERATIVA DE LATICÍNIOS

Paloma Flávia Vasconcelos Gomes, Antônio Augusto Brion Cardoso, ALine Gomes Peixoto Gouveia, Tarrara Alves Horsth, Ingrid Moreira Siqueira

Resumo


A contabilidade de custos tem como uma das suas finalidades, fornecer a seus usuários acesso a informações econômico-financeiras acerca de entidades com as quais têm relação. Por meio da aplicação dos variados métodos de custeio, por absorção, custeio direto (ou variável), custeio padrão e o custeio baseado em atividades (ABC), conseguem, além de promover o controle do processo produtivo ou das etapas da prestação dos serviços de uma entidade, abastecer os gestores de informações relevantes à tomada de decisão. Nessa perspectiva, o presente estudo tem como objetivo adaptar o custeio por absorção em uma cooperativa de laticínios localizada no interior de Minas Gerais. Para atingir o objetivo, foram identificados e classificados os gastos em custos e despesas e posteriormente, classificados os custos em diretos e indiretos. Com base nesta classificação, foi possível identificar os melhores critérios de rateio dos custos indiretos para então determinar o custo do quilo dos queijos prato e muçarela, que hoje correspondem a quase 90% da produção desta cooperativa. Ao final apurou-se os custos por quilo dos queijos prato e muçarela, respectivamente, R$ 15,7242 e R$ 15,9281, majoritariamente compostos pelo custo direto com o leite, além de avaliar o impacto da variação do custo deste insumo no produto final e no preço de venda.

Palavras-chave


Cooperativa. Custeio por Absorção. Custo Unitário. Leite

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2358-856X

Associação Brasileira de Custos
Av. Unisinos, 950 - Caixa Postal 275 - CEP: 93022-000 - São Leopoldo - RS - Brasil
Diretoria de Administração de Infraestrutura e Serviços - Telefone: 51 3591 1122 Ramal: 5235