EFICIÊNCIA DOS GASTOS COM A POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL E TAXA DE SUCESSO DA GRADUAÇÃO: UMA ANÁLISE NAS UNIVERSIDADES PÚBLICAS FEDERAIS BRASILEIRAS

Cristiane Aparecida da Silva, Ernesto Fernando Rodrigues Vicente, Fabricia Silva da Rosa, Marcielle Anzilago

Resumo


O objetivo deste artigo consiste em analisar a eficiência na realização das despesas com assistência estudantil e sua correlação com as taxas de sucessos da graduação das universidades públicas federais. A estratégia de pesquisa usada para atender o objetivo estabelecido foi conduzida por meio de análise documental com uma abordagem quantitativa. A amostra da pesquisa foi intencional e não probabilística, compreendendo 37 Universidades Brasileiras. A dimensão temporal aplicada ao estudo foi longitudinal, abrangendo um período de 7 anos, compreendendo 2008 a 2014. Para o cálculo da eficiência foi utilizado o software MAXDEA análise envoltória de dados (DEA), a análise de dados em painel por meio do software Gretl. A partir dos aspectos analisados, constatou-se que o índice da taxa de sucesso teve realação negativa e significativa com as proxies de eficiência das despesas com assistência estudantil. Por fim concluiu que as politicas faltam aprimoramento e mecanismos de controle internos com o intuito de evitar os desperdícios de dinheiro público.

Palavras-chave


Assistência estudantil. Eficiência. Gastos. Taxa de sucesso.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2358-856X

Associação Brasileira de Custos
Av. Unisinos, 950 - Caixa Postal 275 - CEP: 93022-000 - São Leopoldo - RS - Brasil
Diretoria de Administração de Infraestrutura e Serviços - Telefone: 51 3591 1122 Ramal: 5235