ANÁLISE DA FORMAÇÃO DE CUSTOS LOGÍSTICOS ENTRE ROTAS DE TRANSPORTES DE UMA COOPERATIVA DO OESTE CATARINENSE

Silvana Dalmutt Kruger, Cristian solivo, Fábio Jose Diel

Resumo


O estudo tem por objetivo de comparar os custos logísticos entre as principais rotas de transporte de uma cooperativa de Santa Catarina. Metodologicamente o estudo é caracterizado como um estudo de caso, com abordagem descritiva e de cunho qualitativo. Para identificar o custo por quilômetro rodado entre as principais rotas de origem e destino, utilizadas pela entidade cooperativa, identificaram-se os custos logísticos, tais como: gastos com combustível, pedágios, manutenção, depreciações dos veículos, salários e encargos, etc. Os custos identificados por quilômetro rodado (entre as cinco rotas de origem e nove de destino), demonstram diferenças relevantes nos custos logísticos das rotas dos Estados de São Paulo e Rio de Janeiro, devido ao custo dos pedágios, enquanto na rota do Mato Grosso do Sul, o maior custo é o combustível em relação as demais. A rota Rio Grande do Sul/Erechim ao Mato Grosso do Sul, gera o menor lucro por quilômetro rodado (R$ 0,06), enquanto o frete na região de Curitiba gera lucro de R$ 6,89 por quilômetro rodado. Os resultados evidenciam que o lucro por quilômetro rodado, tem variação de acordo com a rota estabelecida, destacando a importância da análise e gestão dos custos logísticos para o acompanhamento dos resultados, tanto para a entidade cooperativa, quanto para as empresas transportadoras de cargas que prestam este serviço.

Palavras-chave


Custos logísticos; Custos de transportes; Formação do custo de transporte.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2358-856X

Associação Brasileira de Custos
Av. Unisinos, 950 - Caixa Postal 275 - CEP: 93022-000 - São Leopoldo - RS - Brasil
Diretoria de Administração de Infraestrutura e Serviços - Telefone: 51 3591 1122 Ramal: 5235