MODELO PROPOSTO PARA MENSURAÇÃO DE CUSTOS LOGÍSTICOS EM SISTEMAS DE SERVIÇOS: EVIDÊNCIAS A PARTIR DE UMA CLÍNICA DE ESTÉTICA.

Raul Emídio dos Santos, Flavio Maracaja

Resumo


O presente artigo teve como objetivo propor um modelo para mensuração dos custos logísticos em sistemas de serviços, incorridos a partir dos processos de uma clínica de estética localizada na Região Metropolitana do Recife. Para realização do estudo, foi composta toda a cadeia de valor da organização, juntamente com sua matriz de processos logísticos (abastecimento, planta e distribuição), a fim de rastrear os gastos para identificar o custo logístico equivalente, realizando assim uma análise de suas influências nos resultados da organização. Para tanto, usou-se um método de rateio RKW que se valeu dos tempos utilizados para realização de cada processo, associado a uma matriz de relação QFD para cada tipologia de custo logístico, que tratam de custos envolvidos desde a armazenagem, até na gestão de TI. A pesquisa caracterizou-se como exploratória e descritiva, abordando os problemas de maneira qualitativa e quantitativa. Seus resultados validaram o modelo proposto e mostraram que os menores custos logísticos foram atribuídos aos custos de embalagens, e os maiores ficaram a cargo dos custos decorrentes de lotes. De modo geral seus custos logísticos foram significativos em relação a receita, girando em torno de 19,21% da receita total apurada.

Palavras-chave


Cadeia de Valor. Custo logístico. Mensuração de custos

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2358-856X

Associação Brasileira de Custos
Av. Unisinos, 950 - Caixa Postal 275 - CEP: 93022-000 - São Leopoldo - RS - Brasil
Diretoria de Administração de Infraestrutura e Serviços - Telefone: 51 3591 1122 Ramal: 5235