O IMPACTO DA PERCEPÇÃO DE IMPORTÂNCIA DOS ARTEFATOS GERENCIAIS SOBRE A EFICÁCIA NA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DAS UNIDADES DO SEBRAE

Jumara Aparecida Ferreira Martins, Francisco Antonio Bezerra

Resumo


O objetivo desta pesquisa foi, sob a ótica da percepção dos profissionais das unidades do sistema SEBRAE, descrever a relação entre os artefatos da contabilidade gerencial e o grau de execução orçamentária, e se essa relação pode ser influenciada pelo modelo de gestão adotado por essas unidades. O estudo é quantitativo, empírico-analítico e implementado por um mecanismo de survey. Foi proposto o método de equações estruturais, que possibilitou investigar a relação entre as variáveis latentes. Em seguida, aplicou-se o modelo de regressão para testar a interação moderadora entre essas variáveis. Os resultados mostraram que o modelo de gestão (MG) é considerado dentre as variáveis independentes a que tem maior impacto na execução orçamentária. A relação entre os artefatos tradicionais e o planejamento e execução orçamentária é negativa, ou seja, a utilização desse artefato se torna menos eficiente no planejamento e execução orçamentária. Diferentemente do artefato tradicional, o artefato moderno exibiu relação positiva com planejamento e execução orçamentária, ou seja, a adoção do artefato moderno impacta positivamente o planejamento e execução orçamentária.

Palavras-chave


Contabilidade Gerencial. Execução Orçamentária. Modelo de Equação Estrutural.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2358-856X

Associação Brasileira de Custos
Av. Unisinos, 950 - Caixa Postal 275 - CEP: 93022-000 - São Leopoldo - RS - Brasil
Diretoria de Administração de Infraestrutura e Serviços - Telefone: 51 3591 1122 Ramal: 5235