FATORES DE RESISTÊNCIA ENVOLVIDOS NO PROCESSO DE MUDANÇA PARA IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA DE INFORMAÇÃO DE CUSTOS EM MUNICÍPIOS DA REGIÃO SERRANA DE SANTA CATARINA

Justine Maria Arruda de Souza Neto, Vinícius Costa da Silva Zonatto

Resumo


O objetivo deste estudo foi identificar fatores de resistência envolvidos no processo de mudança para implantação do Sistema de Informação de Custos nos Municípios da Região Serrana do Estado de Santa Catarina, quer seja facilitando ou dificultando tal mudança. Para tanto, foi realizada uma pesquisa descritiva e qualitativa nos 18 municípios pertencentes a Região Serrana do Estado. A técnica utilizada foi estudo de caso, tendo como coleta de dados entrevistas com gestores e servidores públicos envolvidos no processo de tomada de decisão. Foi investigado sobre sete possíveis fatores de resistência a mudança: poder institucional, insegurança ontológica, confiança, inércia, falta de conhecimento, aceitação de rotinas, decoupling ou loose coupling. Com base no resultado das entrevistas foi identificado seis fatores de resistência a mudança, sendo que apenas o fator aceitação de rotinas não foi identificado, sendo devido a falta de implantação do SIC nos municípios analisados, apesar de os entrevistados percebem a importância desse sistema, o que gera uma incoerência.

Palavras-chave


Sistemas de Informação de Custos. Contabilidade Pública. Fatores de Resistência a Mudança.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2358-856X

Associação Brasileira de Custos
Av. Unisinos, 950 - Caixa Postal 275 - CEP: 93022-000 - São Leopoldo - RS - Brasil
Diretoria de Administração de Infraestrutura e Serviços - Telefone: 51 3591 1122 Ramal: 5235