O QUE DEVE SER PUBLICADO NO PORTAL DE TRANSPARÊNCIA? ANÁLISE DO PORTAL ELETRÔNICO DOS MAIORES MUNICÍPIOS GAÚCHOS

Cristiano Sausen Soares, Fabricia Silva da Rosa

Resumo


Com o objetivo de identificar as informações necessárias à divulgação nos portais de transparência dos municípios, conforme a legislação vigente e um fragmento da literatura, além de analisar os referidos portais eletrônicos dos municípios gaúchos com mais de 100 mil habitantes quanto ao cumprimento dessas determinações legais, desenvolveu-se o presente estudo, com uma abordagem qualitativa e descritiva. Foram levantados 21 elementos de análise baseados em critérios e elementos legais, a partir da Lei de Responsabilidade Fiscal, Lei de Acesso à Informação e literatura nacional, para verificação dos portais eletrônicos dos 19 maiores municípios gaúchos. Ao analisar os portais de transparência dos municípios se observa que os municípios de Santa Maria e Novo Hamburgo são aqueles que apresentam os maiores indicadores de divulgação das informações necessárias à transparência, enquanto a cidade de Bagé apresenta os menores indicadores. Em relação aos critérios identificados com maiores dificuldades de atendimento, cita-se a acessibilidade às necessidades especiais e a divulgação das Demonstrações Contábeis. De forma geral, pode-se afirmar que a maioria dos municípios analisados apresenta bons indicadores de transparência, cumprindo a legislação que abarca o tema. Os resultados deste estudo podem contribuir aos entes públicos investigados e demais entidades na análise da sua transparência, além de instigar os cidadãos na cobrança das informações aos entes públicos.

Palavras-chave


Lei de Acesso à Informação. Portal de Transparência. Municípios

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2358-856X

Associação Brasileira de Custos
Av. Unisinos, 950 - Caixa Postal 275 - CEP: 93022-000 - São Leopoldo - RS - Brasil
Diretoria de Administração de Infraestrutura e Serviços - Telefone: 51 3591 1122 Ramal: 5235