PEQUENAS E GRANDES EMPRESAS: SEMELHANÇAS E DIFERENÇAS NO ESTABELECIMENTO DOS PREÇOS

Juliana Ventura Amaral, Reinaldo Guerreiro

Resumo


Vigoram na literatura argumentos que as decisões de preços são menos estruturadas, mais simplificadas e mais embasadas nos custos em empresas de pequeno porte do que em empresas de grande porte. Entretanto, ainda faltam evidências empíricas consistentes para confirmar ou refutar esses argumentos. Nesse sentido, este trabalho buscou, mediante a aplicação de um questionário a 380 empresas industriais brasileiras, comparar estabelecimento dos preços encontrado em empresas de pequeno e de grande porte. Como achados, destaca-se a constatação que nas pequenas empresas as decisões de preços tendem a ser tomadas por gestores globais, além de serem mais centralizadas do que nas grandes empresas. Salienta-se também a verificação que a combinação “custos mais margem” é, nas pequenas e grandes empresas, a forma predominante do estabelecimento dos preços. Entretanto, seu uso não significa que os preços são definidos com base exclusivamente nos custos. Como conclusão geral, este trabalho demonstra que há, sim, diferenças entre o estabelecimento dos preços praticado por pequenas e grandes empresas, mas que o principal fator que explica o processo é a presença ou ausência do poder de formar os preços.

Palavras-chave


Preços. Brasil. Pequenas Empresas. Grandes Empresas.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2358-856X

Associação Brasileira de Custos
Av. Unisinos, 950 - Caixa Postal 275 - CEP: 93022-000 - São Leopoldo - RS - Brasil
Diretoria de Administração de Infraestrutura e Serviços - Telefone: 51 3591 1122 Ramal: 5235