PLANEJAMENTO FAMILIAR E A GESTÃO DE CUSTOS, DA CONCEPÇÃO AO NASCIMENTO: UM ESTUDO INVESTIGATIVO JUNTO ÀS MULHERES ATENDIDAS NA POLICLÍNICA DA VILA ITAMARATY.

José Ribeiro Viana Filho, Sofia Ines Niveiros, Sunamita Santana Roboton Damaceno

Resumo


O foco desta pesquisa é levantar os custos de uma gestação e auxiliar na gestão de custos para a tomada de decisão do planejamento familiar. O trabalho analisa a importância de um sistema de custos e a sua contribuição para a tomada de decisão dos pais e/ou responsáveis, em quando se conceber um filho. O estudo foi realizado com mulheres atendidas na Policlínica Padre Lothar em Rondonópolis-MT, por meio de levantamento, com aplicação de um questionário com 20 questões fechadas. A população da pesquisa compreende as 374 gestantes que foram atendidas em um mês, e a amostra as 192 respondentes do questionário. Os dados foram tabulados com auxílio de programa do Microsoft Office Excel, através de planilhas e gráficos. Os resultados apontam que 90% dos casos investigados não apresentaram preocupação com o planejamento familiar e as pesquisadas não têm noções sobre este assunto. Identificou-se que uma gestação requer vários cuidados com a saúde, alimentação e bem estar dos bebês e das mulheres gestantes. Conclui-se que não existem diferenças nos custos entre uma gestação planejada e não planejada, porém existe uma diferença em relação ao período de dependência de recursos com estes custos, o nono mês de gestação é o período onde estão alocados os maiores custos.

Palavras-chave


Planejamento Familiar. Centro de Custos. Gestão de Custos. Gestação. Custos da Gestação.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2358-856X

Associação Brasileira de Custos
Av. Unisinos, 950 - Caixa Postal 275 - CEP: 93022-000 - São Leopoldo - RS - Brasil
Diretoria de Administração de Infraestrutura e Serviços - Telefone: 51 3591 1122 Ramal: 5235