Decisão entre comprar de fabricante ou de distribuidora de medicamentos: estudo de caso em hospital de pequeno porte

Rodney Wernke, IVANIR RUFATTO

Resumo


Objetivou identificar os efeitos no resultado das vendas decorrentes da decisão de adquirir insumos diretamente do fabricante ou comprar de distribuidor de mercadorias, considerando as condições comerciais que cada fornecedor oferta. Foi empregada metodologia classificável como descritiva e qualitativa, no formato de estudo de caso. Pelo critério da margem de contribuição as compras de Cetamina e Esmolol seriam mais vantajosas se realizadas com a fábrica. Porém, no caso da Cetamina, concluiu-se que a duração do ciclo financeiro alterou a lucratividade de modo que a compra pela distribuidora passou a ser a melhor opção porque traria resultado na venda (reembolso) de R$ 80,37 contra R$ 37,61 da aquisição junto ao fabricante, pois os ciclos financeiros de 46 e 16 dias, respectivamente, reduziriam a margem de contribuição em R$ 147,79 (indústria) e em R$ 51,47 (distribuidor). A contribuição do estudo consiste em evidenciar a aplicação da equação que mensura o resultado das vendas considerando os prazos do ciclo financeiro de um hospital, pois não foram encontradas publicações que discorressem sobre esse tipo decisão de compra no contexto hospitalar.

Palavras-chave


Decisão de compra. Hospital. Estudo de caso.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2358-856X

Associação Brasileira de Custos
Av. Unisinos, 950 - Caixa Postal 275 - CEP: 93022-000 - São Leopoldo - RS - Brasil
Diretoria de Administração de Infraestrutura e Serviços - Telefone: 51 3591 1122 Ramal: 5235