Relações entre direcionadores de custos e a intensidade do uso de recursos humanos a partir do custeio ABC no contexto de um hospital público universitário

Lorena de souza Arruda, Antônio André Cunha Callado, Aldo Leonardo Cunha Callado, Célio Beserra de Sá

Resumo


O objetivo deste artigo foi analisar as relações entre os direcionadores de custos e a intensidade do uso de recursos humanos no setor de Nutrição de um hospital público universitário localizado no Estado de Pernambuco a partir da ótica do sistema de custeio ABC. Para atingir o objetivo proposto pelo artigo, foi realizada uma pesquisa descritiva e quantitativa. Foram coletadas informações acerca da intensidade de recursos humanos, bem como sobre atributos direcionadores das atividades (complexidade, frequência e importância) executadas. Foram identificados três grupos distintos de atividades (nutrição clínica, nutrição ambulatorial e de produção) executadas no âmbito do setor investigado. Para a coleta de dados foram consideradas três técnicas: entrevistas, pesquisa documental e observação. Os atributos direcionadores foram analisados por meio de análise de conteúdo e análise do discurso. Para testar a significância estatística das diferenças entre os grupos foi utilizado o teste de Kruskall-Wallis. Para analisar a significância estatística das relações entre os atributos e a intensidade do uso foi utilizado o coeficiente de correlação de Spearman. Foram encontradas especificidades acerca do uso de recursos humanos, complexidade e frequência e nenhum dos atributos se mostrou relacionado à intensidade do uso de recursos humanos.

Palavras-chave


Custeio ABC. Direcionadores de custos. Custos no setor público.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2358-856X

Associação Brasileira de Custos
Av. Unisinos, 950 - Caixa Postal 275 - CEP: 93022-000 - São Leopoldo - RS - Brasil
Diretoria de Administração de Infraestrutura e Serviços - Telefone: 51 3591 1122 Ramal: 5235