Capital de giro e gestão estratégica de custos: um trade-off das empresas brasileiras em momento de crise

Arthur Antonio Silva Rosa, Brunno Da Silva, Thalita Emanuelle Farias Bastos, Kárem Cristina de Sousa Ribeiro

Resumo


Trade-off representa uma situação de conflito de escolhas, comumente encontrada no dia-a-dia das organizações, principalmente dentro da gestão financeira, onde o gestor deve escolher entre risco ou retorno, liquidez ou lucratividade, gestão de caixa ou resultado econômico, e assim por diante. A gestão do capital de giro envolve itens de liquidez da empresa e pode ser uma das causas de falência, quando ineficaz. A gestão de custos eficiente possibilita ao gestor a tomada de decisões mais assertivas, auxiliando no bom resultado da companhia. Além disso, períodos de crise podem afetar a necessidade de capital de giro das empresas, exigindo uma maior atenção dos gestores para esse indicador. Nesse sentido, o objetivo desta pesquisa é analisar a relação entre a gestão de custos e a necessidade de capital de giro das empresas brasileiras listadas na B3 no período da crise econômica nacional. Para tanto, utilizou-se como metodologia a Regressão Linear Múltipla com dados em painel e efeitos fixos. Os resultados apontam que há relação positiva entre a estratégia de financiamento do capital de giro e custo de produtos vendidos para a rentabilidade das empresas. A pesquisa contribui com a literatura por abordar uma relação ainda pouco explorada no âmbito nacional e internacional e também auxilia os gestores e investidores no processo de tomada de decisão.

Palavras-chave


Capital de giro. Gestão estratégica de custos. Crise.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2358-856X

Associação Brasileira de Custos
Av. Unisinos, 950 - Caixa Postal 275 - CEP: 93022-000 - São Leopoldo - RS - Brasil
Diretoria de Administração de Infraestrutura e Serviços - Telefone: 51 3591 1122 Ramal: 5235