Custos de Produção, Análise de Risco e Retorno nas Práticas de Cultivo do Tabaco Direto X Convencional

Luciano Bendlin, Fabiane Danielski, Juliana Aparecida Schelbauer, Marcelle Werka de Lima

Resumo


Esse artigo tem como objetivo analisar os custos de produção e as perspectivas de retorno do investimento e os riscos associados às duas práticas de cultivo do tabaco, direto e convencional. Foram coletados e analisados dados de todo o processo produtivo desde o plantio até a comercialização, tendo como base 2,5 hectares devido à capacidade de secagem da estufa. Utilizou-se a metodologia Multi-índice para analisar o risco e retorno do investimento, o indicador VPL apresentou um índice de R$ 7.818,08 para o cultivo convencional e R$ 7.426,25 para o cultivo direto e um ROIA de 2,20% e 2,07% respectivamente. A partir dos resultados encontrados nos indicadores Multi-índice, aplicou-se a simulação de Monte Carlo, através do software Crystal ball, para mensurar os riscos inerentes a cada variável, resultando assim em um VPL médio de R$ 7.415,36 para o plantio direto e R$ 7.809,21 para o cultivo convencional, já o ROIA apresentou uma média de 2,07% e 2,20% respectivamente confirmando os indicadores de risco e retorno da Multi índice. Os resultados mostram uma pequena variação entre os dois tipos de cultivo, ambos apresentam boa rentabilidade com risco proporcional.

Palavras-chave


Tabaco. Custos. Risco/Retorno

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2358-856X

Associação Brasileira de Custos
Av. Unisinos, 950 - Caixa Postal 275 - CEP: 93022-000 - São Leopoldo - RS - Brasil
Diretoria de Administração de Infraestrutura e Serviços - Telefone: 51 3591 1122 Ramal: 5235