Práticas de mensuração e gestão de custos: investigação em hospitais acreditados

Beatriz Negrelli da Silva, Katia Abbas, Lorena Ziroldo

Resumo


Este estudo tem como objetivo identificar as práticas de mensuração e gestão de custos utilizados pelos hospitais acreditados do Brasil. Para tanto, emprega como estratégia o levantamento (survey), utilizando-se de um questionário como técnica de coleta de dados. A população estudada compreende 263 hospitais, e a amostra é de 85 respostas válidas, que representa 32% da população. Os dados, coletados em 2018, foram tratados por intermédio da técnica de estatística descritiva, com o auxílio do programa Statistical Package for the Social Sciences (SPSS). Os resultados evidenciam que as práticas mais utilizadas de mensuração e gestão de custos são o custeio por absorção pleno/integral (não restringe apenas à alocação dos custos propriamente ditos, mas também considera as despesas, exceto as financeiras, para a composição do custo do produto, sendo que também pode ser operacionalizado com a departamentalização) e a margem de contribuição, enquanto as menos utilizadas são o método das seções homogêneas (RKW), o custeio baseado e atividades (ABC) e o custeio alvo. Verifica-se que os hospitais, de modo geral, estão satisfeitos com as informações de custos geradas por meio das suas respectivas práticas de mensuração e gestão de custos. E 80% dos hospitais concordam que houve melhoria da gestão de custos com a acreditação hospitalar.

Palavras-chave


Práticas de Gestão de Custos. Práticas de Mensuração. Acreditação Hospitalar.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2358-856X

Associação Brasileira de Custos
Av. Unisinos, 950 - Caixa Postal 275 - CEP: 93022-000 - São Leopoldo - RS - Brasil
Diretoria de Administração de Infraestrutura e Serviços - Telefone: 51 3591 1122 Ramal: 5235