Anais de Resumos - XXVI Congresso Brasileiro de Custos

XXVI Congresso Brasileiro de Custos



Artigo





1. Abordagens contemporâneas de custos



A INFLUÊNCIA DA TELEMETRIA NOS CUSTOS OPERACIONAIS DE UMA EMPRESA DO SEGMENTO DE TRANSPORTE URBANO DE CARGAS

Anderson Fernando de Medeiros CARVALHO (UNA) - Brasil
E-mail: afmcarvalho@hotmail.com

Poueri do Carmo MÁRIO (UFMG) - Brasil
E-mail: poueri@face.ufmg.br

O crescimento da densidade populacional e a expansão das atividades econômicas das cidades aumentam o volume de tráfego de cargas nos centros urbanos. Ademais, o desenvolvimento de novas demandas de consumidores e formatos de varejo (incluindo e-commerce) tornam as operações de frete urbano ainda mais desafiadoras. Dentro da cadeia de suprimento, o transporte urbano de cargas é a fase menos eficiente e é responsável por 28% do custo total da entrega, principalmente pela dificuldade de movimentação dos veículos. Diante desta realidade operacional e das exigências dos clientes por um elevado nível de serviço a preços baixos, as empresas de transporte urbano de cargas buscam soluções de ganho de eficiência na aplicação de seus recursos com o propósito de maximizar seus lucros. Através do estudo de um caso, esta pesquisa qualitativa com fins descritivos teve como objetivo identificar, através de análise de indicadores de custos operacionais, se a implantação da telemetria, influenciou nos custos operacionais de uma empresa de logística e transporte de cargas, localizada na cidade de Belo Horizonte em Minas Gerais. Os resultados da pesquisa evidenciam que a telemetria gera informações que permite a criação de novos indicadores suportando o processo de tomada de decisão e ainda influência de forma positiva nos custos operacionais reduzindo-os, o que contribui para a melhoria do lucro da empresa de transporte pesquisada.

Palavras-Chave:Redução de custos. Transporte urbano de cargas. Telemetria


AGRO-CHAIN DO CHUCHU: SUA CONFIGURAÇÃO, FORMAÇÃO DE REDE E COORDENAÇÃO COM BASE NO SISTEMA DE CUSTEIO BASEADO EM ATIVIDADE E TEMPO (TDABC)

Francisco Isidro PEREIRA (UFC) - Brasil
E-mail: fisidro30@hotmail.com

Matheus Edvaldo Alves DE OLIVEIRA (UFC) - Brasil
E-mail: matthews_edvaldo@hotmail.com

O estudo em tela buscou entender qual o efeito do sistema de custeio baseado em atividade e tempo (TDABC) em uma empresa que exerce a função de núcleo gestor em uma cadeia agroalimentar do chuchu e a formação de uma rede. Pela especificidade e singularidade do objeto de pesquisa trata-se de um estudo de caso único. Como estratégia metodológica foram adotados como instrumentos de coleta a entrevista semiestruturada, a observação participante e a análise documental em todos os segmentos da cadeia. Após configurar a estrutura do sistema TDABC foi implementado um processo de simulação. Os procedimentos analíticos foram baseados nos contrastes teóricos, esquemas e estatística descritiva. Para validar recorreu-se a triangulação dos dados retornando as fontes. A janela temporal contemplou 19 meses entre dezembro de 2017 até abril de 2019. Os achados de campos trilham um conjunto de variáveis que dão contornos ao processo de coordenação enaltecendo a lógica do sistema TDABC como impulsionadora de argumentos de discursos por meio de raciocínios quantitativos e qualitativos agregando valor e materialização à atividade da empresa âncora no contexto da cadeia agroalimentar investigada favorecendo a constituição de uma rede.

Palavras-Chave:Cadeia agroalimentar do chuchu; Sistema TDABC; Agronegócio


ANÁLISE DAS MODIFICAÇÕES DO BSC A PARTIR DE UMA REVISÃO SISTEMÁTICA DA LITERATURA DE PERIÓDICOS NACIONAIS

Eric Ferreira DOS SANTOS (KROTON/UEM) - Brasil
E-mail: eric_ferreira_net@hotmail.com

Antônio Ricardo CATÂNIO (UEM) - Brasil
E-mail: antonio.catanio@gmail.com

João Cláudio Machado PIZZO (PUCPR) - Brasil
E-mail: professor@pizzo.com.br

Esta pesquisa buscou evidências de modificações do BSC na prática organizacional, analisando as perspectivas e a tipologia, a partir de uma Revisão Sistemática da Literatura (RSL). A revisão engloba todos os periódicos científicos com Qualis/Capes de 2014 entre A1 e A2 da área de Administração, Ciências Contábeis e Turismo, no período de 2006 a 2018. De 8757 trabalhos, foram recuperados 13 estudos empíricos a respeito de Balanced Scorecard, após a aplicação dos critérios de inclusão e exclusão da RSL. Revelou-se que o Balanced Scorecard é pouco modificado na prática organizacional, e quando modificado concentra-se basicamente nos conceitos preconizados na primeira geração. Logo, existe certo distanciamento entre a prática e evolução teórica. Considerando que os trabalhos, identificados como modificados, não descreveram, de maneira completa e precisa, as alterações introduzidas e seus efeitos, sugere-se para futuras pesquisas a exposição com clareza da descrição das perspectivas e das razões, pelas quais levou a escolha da tipologia e suas sofisticações.

Palavras-Chave:Balanced Scorecard. BSC. Evolução. Modificações. Adaptações.


ANÁLISE DE CONCORRENTES NO SETOR DE SIDERURGIA: EVIDÊNCIAS SOBRE DETERMINANTES DE CUSTOS EM FONTES DE INFORMAÇÕES PÚBLICAS

Débora Hirata MISSUNAGA (UEM) - Brasil
E-mail: dmissunaga@gmail.com

Rafael Henrique SILVA (UEM) - Brasil
E-mail: rafael.contabeis2012@gmail.com

Katia ABBAS (UEM) - Brasil
E-mail: katia_abbas@yahoo.com.br

O objetivo deste estudo é identificar por meio de informações públicas os determinantes de custos em empresas de siderurgia brasileiras. Possui como objeto de estudo as empresas Gerdau S.A. e Usinas Siderúrgicas de Minas Gerais S.A. - USIMINAS. A coleta de dados se deu exclusivamente em fontes públicas de informações, sendo elas Sites Institucionais (SI), demonstrações e relatórios financeiros referente ao período de 2015 a 2017. Para isso foi utilizado o modelo de roteiro proposto por Costa e Rocha (2014), o qual possui dezenove itens de análise dos determinantes de custos, com os respectivos elementos que os caracterizam. Para o tratamento dos dados foi utilizado o método de análise de conteúdo. Os resultados apontaram que as empresas do setor siderúrgico divulgam bastante informações que analisadas em conjunto, permitem inferir sobre todos os determinantes de custos selecionados para análise das organizações. Verificou-se que as empresas pesquisadas dão ênfase aos determinantes tecnologia, experiência, comprometimento, qualidade e localização, e que não é possível analisar com um nível maior de detalhamento os determinantes que envolvem capacidade de produção como escala e capacidade utilizada devido ao cenário em que se encontra o setor siderúrgico no período estudado.

Palavras-Chave:Análise de concorrentes. Determinantes de custos. Siderurgia.


APLICAÇÃO DO OPEN-BOOK ACCOUNTING (OBA) NA PERSPECTIVA DOS FORNECEDORES DE AUTOPEÇAS DO BRASIL

Vinicius Almeida CORDEIRO (UFU) - Brasil
E-mail: viniciusalmeidacordeiro@hotmail.com

Lara Cristina Francisco de ALMEIDA FEHR (UFU) - Brasil
E-mail: larafehr@ufu.br

Ana Clara Gama OLIVEIRA (UFU) - Brasil
E-mail: anaclara1370@gmail.com

Anderson Martins CARDOSO (UFU) - Brasil
E-mail: andersonmar@yahoo.com.br

Marcelo TAVARES (UFU) - Brasil
E-mail: mtavares@ufu.br

As empresas têm estabelecido novas formas de relacionamento em resposta ao ambiente competitivo e globalizado a que estão inseridas. Essa realidade exige que as empresas apliquem uma gestão de custos que vai além dos limites de uma única empresa. É nesse contexto que se inserem o Open-Book Accounting (OBA) e a Gestão de Custos Interorganizacionais (GCI), que possuem o propósito de gerar e/ou manter vantagem competitiva. O objetivo deste estudo foi identificar como é aplicado o OBA na perspectiva dos fornecedores de autopeças no Brasil. Utilizou-se a estratégia quantitativa, sendo uma pesquisa descritiva. Foram aplicados questionários aos fornecedores de autopeças de montadoras brasileiras. Os resultados evidenciaram que o OBA é aplicado de maneira unilateral, dos fornecedores para as montadoras, com baixo nível de detalhe e com baixa frequência. Os fornecedores indicaram, em sua maioria, compartilhar suas informações por ser uma exigência das montadoras. Os achados evidenciaram também que não há incentivo para o compartilhamento de informações, o que não está alinhado com a literatura na área. Conclui-se que o OBA mostra-se um processo fraco no setor automotivo, o que pode estar relacionado à forma de sua aplicação, unilateralmente, gerando falta de confiança pelo risco de oportunismo e afetando, por exemplo, o nível de detalhe e a frequência do compartilhamento das informações. Com isso, essas empresas perdem a oportunidade de aplicar uma adequada gestão de custos interorganizacionais, que lhes ajudaria a gerar e/ou manter vantagem competitiva.

Palavras-Chave:Gestão de Custos Interorganizacionais. Open-Book Accounting. Setor Automotivo. Autopeças.


AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO EM RELAÇÕES INTERORGANIZACIONAIS: PESQUISA PARA GERAÇÃO DE CONHECIMENTO NA ÁREA

Eduardo TRAMONTIN CASTANHA (UNESC) - Brasil
E-mail: eduardo_tramontin@hotmail.com

Sandra Rolim ENSSLIN (UFSC) - Brasil
E-mail: sensslin@gmail.com

Valdirene GASPARETTO (UFSC) - Brasil
E-mail: valdirene.gasparetto@ufsc.br

Este estudo objetivou verificar as características das pesquisas cientificas que abordam um fragmento da literatura referente à temática Avaliação de Desempenho em Relações Interorganizacionais. Possui abordagem qualitativa, e para a geração no conhecimento no tema, fez uso do instrumento de intervenção construtivista ProKnow-C, reconhecido e utilizado pela comunidade científica para a seleção de portfólio bibliográfico. Foram identificados 45 artigos relacionados à temática, envolvendo 108 autores, dos quais 11 desenvolveram mais de um estudo. Os países que mais publicaram sobre o tema foram Estados Unidos e Reino Unido, onde estão constituídas as maiores redes de pesquisa. Considerado o ciclo de vida do sistema de avaliação de desempenho, nenhum estudo realizou retroalimentação. Ao analisar os estudos que abordaram a confiança nas relações interorganizacionais, constatou-se que dois analisaram confiança mútua sob as perspectivas interorganizacional e interpessoal. Quanto à análise de medidas de desempenho, predominou o uso de medidas em conjunto, com o objetivo de analisar itens acerca da confiança e seu impacto nos tipos de desempenho dos relacionamentos entre organizações. Conclui-se que a temática pesquisada caracteriza-se como emergente e em fase de consolidação.

Palavras-Chave:Avaliação de Desempenho; Relações Interorganizacionais; ProKnow-C


AVALIAÇÃO DO CUSTO TOTAL DE PROPRIEDADE DE IMPRESSORAS SUSTENTÁVEIS E IMPRESSORAS CONVENCIONAIS

Alessandro Matoso PLASSE (Facimod) - Brasil
E-mail: aleplasse@gmail.com

Keila Alves FABRICIO (FACIMOD) - Brasil
E-mail: keilaafabricio@gmail.com

Renato Da Rocha FREITAS (FACIMOD) - Brasil
E-mail: renatodarochafreitas@outlook.com

Rodrigo Castilho GONÇALVES (Facimod) - Brasil
E-mail: soucastilho@hotmail.com

Fabiana FRIGO SOUZA (UFPR) - Brasil
E-mail: fabiiana_fs@hotmail.com

Este estudo teve como objetivo identificar o custo total de propriedade de impressoras sustentáveis e de impressoras convencionais. Para tal, realizou-se uma pesquisa qualitativa, do tipo diagnóstico, a partir da análise de uma impressora sustentáveis (única vendida no Brasil) e de três impressoras convencionais, selecionadas por conveniência, com dados secundários. A partir dos dados obtidos e considerando um consumo anual de 24.000 impressões e vida útil de 10 anos, identificou-se que o menor Custo Total de Propriedade (TCO) para as impressoras analisadas foi R$ 30.300,00 para a impressora sustentável, enquanto o maior foi o da impressora da marca Samsung, de R$ R$134.418,20, o que poderia representar uma possível economia de recursos de mais de R$ 100.000,00 quando comparadas ambas as impressoras. Além disso, percebeu-se que, assim como defendido pela literatura, a maior parte dos custos ao longo do ciclo de vida das impressoras convencionais encontra-se na fase de uso destes itens, representando mais de 90% do TCO destes produtos. Em relação à impressora convencional, cerca 47% do Custo Total de Propriedade encontra-se na fase de uso, enquanto a maior parte do gasto se concentra no custo de aquisição. Assim, identifica-se que apesar de um maior custo de aquisição, ao longo do ciclo de vida, o TCO da impressora sustentável é menor do que o TCO das impressoras convencionais analisadas. Portanto, os resultados indicam que as decisões tomadas a partir da análise do TCO provavelmente seriam diferentes daquelas realizadas a partir da análise apenas do custo de aquisição.

Palavras-Chave:Custo Total de Propriedade. Contabilidade. Impressoras.


CONTROLE E MONITORAMENTO DE CONTRATOS TERCEIRIZADOS NO SETOR PÚBLICO: A PERSPECTIVA DE GESTORES E FISCAIS DE CONTRATOS DE UM ÓRGÃO PÚBLICO FEDERAL

Tiago Roberto Lopes das NEVES (UFSC) - Brasil
E-mail: tiagorobertolopesneves@gmail.com

Valdirene GASPARETTO (UFSC) - Brasil
E-mail: valdirene.gasparetto@ufsc.br

Este estudo tem como objetivo verificar como ocorre o controle e o monitoramento de contratos terceirizados de um órgão público federal, a partir da percepção de gestor e fiscais de contratos, tendo como lente de análise a literatura sobre custos de transação. Para tanto, foi realizado um estudo de caso em um órgão público federal, de abordagem qualitativa, com emprego de entrevistas semiestruturadas com os fiscais e o gestor dos contratos, além de análise documental. Os resultados apontam que os serviços analisados apresentam baixos custos de transação (baixa especificidade de ativos e incerteza ambiental, e alta mensurabilidade dos serviços), e que os controles são utilizados de maneira conjunta, com a prevalência do controle de comportamento. Além disso, observou-se que parte das atividades de monitoramento são transferidas para as empresas contratadas, corroborando os estudos anteriores sobre a temática, como os de Brown e Potoski (2003a, 2006) e de Anguelov (2016), que sugerem que os baixos custos de transação implicam na contratação também de funções de monitoramento dos serviços prestados.

Palavras-Chave:Controle. Monitoramento. Custos de transação. Administração pública. Terceirização de serviços.


CUSTOS COM PUBLICIDADE & PROPAGANDA VS. CAPTAÇÃO DE RECURSOS DE CLIENTES ANÁLISE EM INSTITUIÇÕES BANCÁRIAS LISTADAS NA B3

Giovanna FIGUEIREDO RIBEIRO (UFC) - Brasil
E-mail: giovannafribeiro@gmail.com

Geison Calyo VARELA DE MELO (UFC) - Brasil
E-mail: geisoncalyo@hotmail.com

Lailson da Silva REBOUÇAS (UERN) - Brasil
E-mail: lailson15@hotmail.com

Maria Naiula Monteiro PESSOA (UFC) - Brasil
E-mail: naiula@ufc.br

Sandra Maria dos SANTOS (UFC) - Brasil
E-mail: smsantos@ufc.br

A crescente produção e concorrência entre as diversas empresas do mesmo setor forçou o aparecimento de publicidades mais agressivas, como a publicidade de promoção, realizada através de canais de comunicação. O setor financeiro brasileiro, composto por órgãos normativos, entidades supervisoras e operadores, como as demais entidades, precisou adequar-se a essa realidade. Os bancos, consequentemente, no intuito de obterem vantagem competitiva, fazem uso de agências de publicidade e propaganda como estratégia para ampliação de mercados, aumento de sua base de clientes e pulverização de crédito. Destarte, o presente estudo tem como objetivo geral investigar a relação entre a captação de recursos de clientes obtida pelas instituições bancárias e os gastos auferidos com publicidade e propaganda. A pesquisa possui caráter descritivo, natureza quantitativa e documental. A amostra da pesquisa é composta por 25 instituições bancárias pertencentes ao subsetor de Intermediários Financeiros, listadas na B3 S.A. Foram analisadas as Demonstrações Financeiras Padronizadas dos exercícios sociais de 2011 a 2017 das instituições pertencentes à amostra. Foi realizada uma análise de conteúdo, extração de informações quantificadas referentes aos gastos com publicidade e propaganda e captação de recursos de clientes através de depósitos bancários, e, por fim, foi analisada a correlação entre as variáveis. Com os resultados, verificou-se que há uma forte correlação positiva entre a captação de recursos de clientes e os gastos com publicidade e propaganda. Os resultados fornecem importantes implicações ao mercado, na medida em que demonstra que a publicidade e propaganda são ferramentas estratégicas eficientes na atração e fidelização de clientes.

Palavras-Chave:Publicidade e Propaganda. Setor Bancário Brasileiro. Captação de Recursos de Clientes.


CUSTOS LOGÍSTICOS INTERNOS: ESTUDO DE CASO NOS PROCESSOS DE TRANSFERÊNCIAS DE MERCADORIAS EM UM SUPERMERCADO

José Luís RODRIGUES (Unicruz) - Brasil
E-mail: cr.joserodrigues@gmail.com

Taciana MARETH (UNISINOS) - Brasil
E-mail: tacianamareth@yahoo.com.br

JULIANA DANIELA RODRIGUES (UNISINOS) - Brasil
E-mail: julianarodrigs@yahoo.com.br

Leandra DA SILVA (UNISINOS) - Brasil
E-mail: leandrapoa@yahoo.com.br

Andre Luis KORZENOWSKI (UNISINOS) - Brasil
E-mail: andre.korzenowski@gmail.com

Para a avaliação da eficiência logística, é fundamental a mensuração dos seus custos, possibilitando apoio aos gestores na tomada de decisão, tanto sobre sistemas internos de operações, como na realização de parcerias com fornecedores e distribuidores. O objetivo do presente estudo é analisar os processos envolvidos nas transferências de mercadorias em um supermercado avaliando os custos logísticos incorridos, por meio de um estudo de caso. Trata-se de um setor de grande representatividade no comércio brasileiro e com características diferenciadas, como a alta rotatividade e diversidade de estoques e baixa margem de lucro. Foram utilizados documentos, observações diretas e entrevistas com os gestores, possibilitando o mapeamento dos processos de transferências entre o centro de distribuição e as filiais, elaboração de quadros de controle e acompanhamento de custos no intuito de atingir o objetivo proposto. Os resultados evidenciam que a empresa desconhecia os custos logísticos e alguns indicadores importantes relacionados ao processo analisado.

Palavras-Chave:Logística. Custos Logísticos. Supermercado.


CUSTOS LOGÍSTICOS: O CASO DE UMA INDÚSTRIA BENEFICIADORA DE ARROZ

Kaline Ribeiro MANTOVANI (UNESC) - Brasil
E-mail: k_line.mantovane@hotmail.com

Leopoldo Pedro GUIMARÃES FILHO (UNESC) - Brasil
E-mail: lpg@unesc.net

Michele Domingos SCHNEIDER (UNESC) - Brasil
E-mail: michele.schneider@unesc.net

Andréia CITTADIN (UNESC) - Brasil
E-mail: zerobertods@gmail.com

A logística possui como principal função o gerenciamento das atividades e fluxo de informações relativas à movimentação de materiais com vista à redução de custos e melhoria nos serviços prestados. De modo geral, os custos de transportes são considerados os mais relevantes entre os custos logísticos. Diante disso, o estudo tem como objetivo identificar os custos logísticos de uma indústria beneficiadora de arroz do sul catarinense. Para tanto, foi utilizada metodologia descritiva, com abordagem qualitativa e estudo de caso único. Os dados coletados referem-se ao ano de 2018 e foram obtidos por meio de análise documental nos relatórios contábeis e gerenciais e entrevistas com funcionários da empresa. Com isso, foi possível descrever as atividades que compõe a cadeia de suprimentos da entidade, que abrange operações desde o recebimento e armazenagem da matéria-prima, beneficiamento do arroz, transferências para os centros de distribuição e entrega do produto final aos clientes. Após a identificação dos custos logísticos foi possível relaciona-los aos três processos logísticos: abastecimento, planta ou distribuição; verificar que os custos de transportes possuem maior representatividade em relação aos custos logísticos totais; e o processo de distribuição é o que gera mais gastos para a organização. Por fim, evidenciou-se que os custos logísticos da empresa em estudo representaram 26,25% sobre seu faturamento. Conclui-se que a logística está presente na maioria dos processos da empresa, portanto um gerenciamento adequado é vital para a redução de custos, melhoria dos processos e serviços prestados aos clientes, bem como desenvolver vantagens competitivas.

Palavras-Chave:Gestão de Custos. Processos Logísticos. Cerealista de arroz.


EFEITOS CONTÁBEIS DOS CUSTOS DE TRANSAÇÃO NA COMERCIALIZAÇÃO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS FABRICADOS POR ENCOMENDA

Isielli Mayara Barzotto Martins TIERLING (UNESPAR) - Brasil
E-mail: isi_barzotto@hotmail.com

Juliane Andressa PAVÃO (UFPR) - Brasil
E-mail: julianepavao@hotmail.com

ivete julieta BARZOTTO (Unespar) - Brasil
E-mail: ivete@bisiassessoria.com.br

Amanda Maria da Silva () -
E-mail: amanda_m2008@hotmail.com

Os custos de transação, também conhecidos como custos de negociação, representam custos econômicos que influenciam o processo de tomada de decisão. Este estudo analisou uma empresa fabricante de máquinas e equipamentos destinados às indústrias de farinha de mandioca e derivados, tendo como objetivo principal identificar quais são os custos de transação presentes em suas operações de comercialização e como esses custos afetam os resultados contábeis. Para isso, utilizou-se das técnicas da pesquisa qualitativa, com coleta de dados documental por meio do modelo de contrato padrão utilizado pela empresa em suas negociações comerciais, além de entrevista. Os dados foram analisados à luz da Teoria dos Custos de Transação, cujos resultados foram apresentados de forma descritiva. A análise permitiu concluir que os custos de transação afetam o agente vendedor por meio de possíveis custos de produção adicionais, e também afetam o agente comprador, de modo a elevar o preço de aquisição do equipamento, a aumentar os custos de instalação, e a provocar perdas no investimento realizado ou imobilizado adquirido. Uma vez que as operações analisadas não se enquadram na obrigatoriedade de observação às regras contidas na NBC TG 08, os custos de transação são elementos que afetam a determinação do preço do venda e são evidenciados através dos princípios e legislação contábil.

Palavras-Chave:Custo de transação. Custos de negociação. Contratos.


EVIDENCIAÇÃO DE CUSTOS E INVESTIMENTOS AMBIENTAIS EM EMPRESAS DO SETOR ELÉTRICO DA B3

Nicole Lanziotti BRILHANTE PEREIRA (UFC) - Brasil
E-mail: nicolebrilhante02@gmail.com

Geison Calyo VARELA DE MELO (UFC) - Brasil
E-mail: geisoncalyo@hotmail.com

Lailson da Silva REBOUÇAS (UERN) - Brasil
E-mail: lailson15@hotmail.com

Maria Naiula Monteiro PESSOA (UFC) - Brasil
E-mail: naiula@ufc.br

Suzete Rocha PITOMBEIRA (UFC) - Brasil
E-mail: suzetepitombeira@ufc.br

O aumento da exploração ambiental e seus impactos são questões de elevada repercussão a nível mundial e percebe-se que empresas socialmente responsáveis vêm angariando visibilidade positiva no mercado. Nesse contexto, o artigo tem como objetivo investigar a evidenciação dos custos e investimentos ambientais das empresas do setor de energia elétrica da B3. O presente estudo é descritivo, documental e qualitativo, com análise dos dados efetuada pela técnica de análise de conteúdo. Foram coletadas informações de 9 empresas do setor de energia elétrica da B3, por meio das Demonstrações Financeiras Padronizadas e dos Relatórios de Sustentabilidade do período de 2013 a 2017. Os resultados mostram a preocupação das empresas na busca pela maior transparência dos seus custos e investimentos ambientais de forma quantitativa e monetária. Os custos que apresentaram maior número de sentenças foram os custos para controlar ocorrência de impactos ambientais. No que concerne aos investimentos, os custos relacionados à manutenção dos processos operacionais e melhoria do meio ambiente destacaram-se com maior número de sentenças. Contudo, observa-se que as empresas estão evidenciando poucas informações de custos e investimentos ambientais. Ademais, é evidente a falta de uma uniformização das informações encontradas, obstaculizando a comparabilidade informacional entre as empresas.

Palavras-Chave:Evidenciação ambiental. Custos ambientais. Investimentos ambientais.


FATORES CONTINGENCIAIS E SUA RELAÇÃO COM A ANÁLISE DO CUSTO DE CONCORRENTES

LAERCIO ROGERIO FRIEDRICH (UNISC) - Brasil
E-mail: laerciof@unisc.br

Carlos Alberto DIEHL (Unisinos) - Brasil
E-mail: cd@unisinos.br

Este artigo aborda a relação entre fatores contingenciais e a utilização de artefatos para a análise do custo de concorrentes, mediante um estudo de casos múltiplos. A análise do custo de concorrentes no contexto da gestão estratégica de custos surgiu em decorrência do reconhecimento de que a tradicional contabilidade de custos, apesar de relevante, não é suficiente para a tomada de decisões e alinhando seu propósito às premissas da teoria da contingência. Trata-se de uma pesquisa de base qualitativa, com a coleta de dados primários mediante entrevistas semiestruturadas durante o segundo semestre de 2018, com gestores de áreas estratégicas. Foram partícipes deste estudo três empresas: ramo moveleiro, de alimentos e tecnologia e entretenimento. Os dados secundários foram observados e coletados por meio dos portais das empresas, das associações, sindicatos, bem como sites e demais meios virtuais pertinentes. Os achados indicam: nas três empresas há incidência predominante nas práticas cotidianas dos gestores entrevistados de três dos sete artefatos estudados: precificação estratégica; engenharia reversa e benchmarking. Quanto à relação dos fatores contingenciais ao uso dos artefatos, os achados indicam que o artefato tende a moldar-se frente à influência que os fatores exercem, contribuindo com os gestores para tomada de decisão. O estudo revela que o fator ambiente em alguma medida antecede os demais fatores, ou seja, a empresa busca sua adequação ao ambiente em que está inserida, para após otimizar os demais, o que depende em grande parte do ramo de atuação, das características organizacionais e do mercado de atuação.

Palavras-Chave:Artefatos para análise do custo de concorrente. Custo de concorrentes. Fatores contingenciais. Gestão estratégica de custos


FATORES DETERMINANTES DO CUSTO COM SEGURANÇA PRIVADA SOB A ÓTICA DOS DISCENTES DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

Ítalo Carlos SOARES DO NASCIMENTO (UFC) - Brasil
E-mail: italocarlos25@gmail.com

Geison Calyo VARELA DE MELO (UFC) - Brasil
E-mail: geisoncalyo@hotmail.com

Maria Naiula Monteiro PESSOA (UFC) - Brasil
E-mail: naiula@ufc.br

Sílvia Maria Dias PEDRO REBOUÇAS (UFC) - Brasil
E-mail: smdpedro@gmail.com

Ana Maria Fontenelle CATRIB (Unifor) - Brasil
E-mail: catrib@unifor.br

O custo com segurança privada passou a crescer consideravelmente, apresentando relevantes valores tanto para as pessoas físicas como para as jurídicas. Entretanto, apesar de representarem dispêndios significativos ao Estado, à iniciativa privada e à população em geral, ainda tem sido um tema pouco explorado pelos estudiosos brasileiros. Com o presente estudo, pretende-se identificar os fatores determinantes do custo com segurança privada sob a ótica dos discentes de Ciências Contábeis. A pesquisa se enquadra como descritiva e exploratória quanto aos seus objetivos, e como quantitativa, no que tange à abordagem do problema. Quanto aos procedimentos, enquadra-se como levantamento do tipo survey transversal, tendo como instrumento de coleta um questionário adaptado de Steden e Nalla (2010) e de Moreira (2013). Os dados foram analisados através da análise fatorial exploratória. Com os resultados, constatou-se que dentre os fatores determinantes do custo com segurança privada, os mais influentes foram: “Crescimento do crime e da sensação de insegurança” e “Ineficiência do Estado na promoção da segurança pública”. Sob a perspectiva teórica, vale salientar que os achados da presente pesquisa confirmam os prognósticos da Teoria da Prevenção Situacional do Crime.

Palavras-Chave:Custo. Segurança privada. Criminalidade. Insegurança.


GESTÃO DO CUSTO DA QUALIDADE: ANÁLISE EM UMA EMPRESA PRODUTORA DE MELÃO NO MUNICÍPIO DE MOSSORÓ-RN

Adson Rodrigo Medeiros SILVA (UFERSA) - Brasil
E-mail: adson.medeiros@hotmail.com

Ítalo Carlos SOARES DO NASCIMENTO (UFC) - Brasil
E-mail: italocarlos25@gmail.com

Annandy Raquel PEREIRA DA SILVA (UFERSA) - Brasil
E-mail: annandyraquel@hotmail.com

Caritsa Scartaty MOREIRA (UFERSA) - Brasil
E-mail: caritsa_scarlaty@hotmail.com

A melhoria na qualidade dos produtos e serviços ofertados é visto como diferencial competitivo no mercado. Nesse contexto, surge o Custo da Qualidade como ferramenta essencial por parte dos gestores, objetivando identificar e minimizar falhas e defeitos nos produtos ofertados. Neste sentido, o objetivo do presente trabalho consiste em identificar os custos da qualidade existentes em uma empresa produtora de melão no município de Mossoró-RN. A metodologia utilizada para atingir os objetivos foi baseada em uma pesquisa de natureza qualitativa, de caráter descritivo, e cuja estratégia utilizada foi o estudo de caso. Quanto à coleta de dados, utilizou-se uma entrevista semiestruturada com o controller da empresa. Os principais resultados evidenciaram que a organização apresenta custos de falhas externas (devoluções, descontos concedidos, retiradas do produto do mercado e má vontade), custos de falhas internas (retrabalho e tempo gasto com reparos), custos de prevenção (engenharia de qualidade, treinamento de qualidade, auditoria de qualidade, pesquisa de mercado e certificação de fornecedores) e custos de avaliação (inspeção de matérias primas, inspeção de embalagem, aceitação do produto, teste de campo e verificação contínua dos fornecedores).

Palavras-Chave:Custo da Qualidade. Atividade Meloeira. Ferramenta Gerencial.


HÁ VAGAS: ANÁLISE DO PERFIL PROFISSIONAL REQUERIDO PELO MERCADO DE TRABALHO PARA PROFISSIONAIS CONTÁBEIS DA ÁREA DE CUSTOS

Alison Martins MEURER (UFPR) - Brasil
E-mail: alisonmmeurer@gmail.com

Simone Bernardes Voese () -
E-mail: simone.voese@ufpr.br

Os meios de comunicação apontam que os profissionais de custos estão entre os mais desejados pelo mercado de trabalho. Assim, é importante que os acadêmicos e as instituições de ensino tenham ciência do perfil profissional requerido pelo mercado de trabalho para profissionais contábeis atuantes na área de custos. Com intuito de contribuir com tal necessidade foram analisadas 155 vagas de empregos anunciadas no site Manager Empregos. Após os dados serem tabulados foram utilizadas técnicas de análise descritiva e de rede de co-ocorrência construídas a partir do coeficiente de Jaccard, em que as similaridades entre as descrições das vagas de empregos permitiram delinear o perfil profissional requerido pelo mercado de trabalho. Os achados indicam que as professionals skills e as technical competencies das vagas para profissionais de custos estão alinhadas as diretrizes do IFAC. Assim, possuir conhecimentos multidisciplinares, elaborar relatórios para tomada de decisão, dominar elementos da Tecnologia da Informação e da língua inglesa estão entre os anseios técnicos identificados. Em relação às professionals skills, foi verificado que ter habilidades de comunicação, pensamento crítico e analítico, visão sistêmica, foco, organização e ética são características destacadas pelas organizações que pretendem contratar profissionais de custos. Os resultados implicam na importância de desenvolver além de competências técnicas, também habilidades sociais junto aos discentes dos cursos de Ciências Contábeis para que sejam supridas as demandas do mercado de trabalho.

Palavras-Chave:Perfil profissional; Professionals Skills; Technical Competencies.


INCERTEZA ESTRATÉGICA: UMA ABORDAGEM CIENTOMÉTRICA DA LITERATURA

Viviane da Costa FREITAG (FAE) - Brasil
E-mail: vivifreitag@gmail.com

Vanessa de Quadros MARTINS (UNISINOS) - Brasil
E-mail: vanessa_qm@yahoo.com.br

Silvio Paula RIBEIRO (UFMS) - Brasil
E-mail: spribeiro@hotmail.com

Mathaus Marcelo FREITAG DALLAGNOL (UFPR) - Brasil
E-mail: mathaus.dallagnol@gmail.com

O objetivo deste artigo é analisar as características das publicações internacionais e nacionais sobre o tema incerteza estratégica. Trata-se de uma pesquisa cientométrica, descritiva e de abordagem quantitativa. Utilizou como base de dados a Web of Science, e como ferramentas de análise de dados o Clarivate Analitys e VOSViewer. Foram utilizados os termos “incerteza estratégica” e “custos” para seleção dos artigos. A amostra inicial partiu de 8403 estudos e foi refinada para 654 publicações, compreendendo os anos de 2009 a 2019, delimitados por cinco áreas temáticas voltadas às organizações. Esse estudo constatou que a partir de 2014, houve um acréscimo expressivo de publicações nessa temática, permitindo inferir que as condições de crise direcionaram novos olhares para o ambiente organizacional, bem como houve o crescimento das citações a partir de 2010 e maior concentração de estudos a partir de 2015. Os temas convergem em pontos centrais relacionados ao desempenho das organizações e as relações com a informação nas organizações. A contribuição do mapeamento cientométrico permite ao pesquisador melhorar a velocidade na recuperação de publicações mais relevantes dentro de suas áreas de investigação.

Palavras-Chave:Incerteza estratégica. Incerteza ambiental. Estratégia em custos. Cientometria.


INFLUÊNCIA DA GOVERNANÇA CORPORATIVA NA EVIDENCIAÇÃO DOS CUSTOS AMBIENTAIS EM EMPRESAS ALTAMENTE POLUIDORAS LISTADAS NA B3

Ana Julia BATISTELLA (Unochapeco) - Brasil
E-mail: ana.batistella@unochapeco.edu.br

André Carlos EINSWEILLER (Unochapecó) - Brasil
E-mail: einsweiller@unochapeco.edu.br

Antonio ZANIN (UNOCHAPECÓ) - Brasil
E-mail: zanin@unochapeco.edu.br

Geovanne Dias de MOURA (Unochapecó) - Brasil
E-mail: geomoura@terra.com.br

O objetivo do estudo foi verificar a influência da governança corporativa na evidenciação dos custos ambientais em empresas altamente poluidoras listadas na B3. Realizou-se pesquisa descritiva, documental e quantitativa em uma amostra composta por 39 empresas que possuíam dados do período de 2015 a 2017. Para identificação do nível de divulgação de informações sobre custos ambientais foi elaborado um índice de conformidade composto por nove itens de divulgação, divididos em quatro categorias de custos ambientais. Como proxies para governança adotou-se: a) percentual de membros independentes no conselho; b) maioria de membros independentes no conselho; c) dualidade nos cargos de diretor presidente e presidente do conselho; d) existência de comitê de auditoria; e) auditoria por big four. Os resultados indicam que a governança não influencia para que empresas altamente poluidoras divulguem um número maior de informações relacionadas aos custos ambientais. Acredita-se que a alta concentração acionária existente nas companhias abertas nacionais pode ser um fator limitador da influência da governança no nível de evidenciação dos custos ambientais. Constatou-se ainda que o tamanho é um fator determinante para aumento da evidenciação de informações relacionadas aos quatro níveis investigados. Assim, pressupõe-se que empresas maiores, por serem mais observadas e acompanhadas por analistas e investidores diversos, naturalmente, tornam-se mais comprometidas com a divulgação de informações. O estudo contribui para o arcabouço teórico, pois ao considerar que a evidenciação é fator importante, compreender quais são os determinantes que promovem a prospecção desse processo é de relevância para as empresas, gestores e usuários externos.

Palavras-Chave:Governança corporativa. Evidenciação. Custos ambientais. Altamente poluidoras.


INFLUÊNCIA DA GOVERNANÇA CORPORATIVA NO CUSTO DA DÍVIDA DE COMPANHIAS ABERTAS FAMILIARES

André Carlos EINSWEILLER (Unochapecó) - Brasil
E-mail: einsweiller@unochapeco.edu.br

Geovanne Dias de MOURA (Unochapecó) - Brasil
E-mail: geomoura@terra.com.br

Neusa Maria Gonçalves SALLA (URI Santo Ângelo) - Brasil
E-mail: neusalla@san.uri.br

Silvana Dalmutt KRUGER (Unochapecó) - Brasil
E-mail: silvanak@unochapeco.edu.br

O estudo verificou a influência da governança corporativa no custo da dívida de companhias abertas familiares. Para tal, realizou-se pesquisa descritiva, documental e quantitativa em uma amostra de companhias familiares que possuíam dados disponíveis para o período de 2012 a 2017. Os dados foram retirados do site da B3, dos Formulários de Referência e na base de dados da Economatica. Para mensurar o custo da dívida, identificou-se a razão entre as despesas financeiras e o passivo oneroso. Para investigar a influência da governança foram utilizadas cinco variáveis: a) aderência ao novo mercado; b) possuir membros independentes no conselho de administração; c) percentual de membros independentes no conselho; d) maioria de membros independentes no conselho; e) não dualidade no cargo de CEO e de presidente do conselho. Os resultados evidenciaram que o custo médio da dívida se elevou a partir de 2015. Em média, 44% das empresas familiares estão listadas no novo mercado; 59% delas possuem membros independentes nos conselhos; 21% é a média de membros independentes; 16% das empresas possuíam a maioria de membros independentes no conselho e o percentual médio de dualidade dos cargos de CEO e presidente do CA é de 12%. Também se constatou que a governança corporativa não influencia para uma redução no custo da dívida em empresas familiares. A pesquisa contribui para fortalecer o entendimento do tema no cenário brasileiro e amplia a discussão existente na literatura ao abordar a influência, no custo da dívida, de práticas de governança ainda não investigadas.

Palavras-Chave:Governança corporativa. Custo da dívida. Companhias abertas familiares.


ISOMORFISMO NA ADOÇÃO DE PRÁTICAS AMBIENTAIS: UM ESTUDO COM AS EMPRESAS DE ALTO POTENCIAL POLUIDOR LISTADAS NA B3 S.A.

Lívia Maria DA SILVA SANTOS (UNIR) - Brasil
E-mail: livia.marias@hotmail.com

Eliane Cortes BRAGA (UFPB) - Brasil
E-mail: elianecortes@gmail.com

Paulo Roberto Nóbrega CAVALCANTE (UFPB) - Brasil
E-mail: paulocavalcante@ccsa.ufpb.br

As empresas adotam práticas e procedimentos, com o intuito de se legitimarem, para que, assim, elas logrem continuidade no mercado. Tal busca leva as organizações a se tornarem semelhantes a outras empresas, que compartilham contextos ambientais similares, em estruturas e processos. Dessa forma, o objetivo da presente pesquisa é investigar se as empresas de alto potencial poluidor, listadas na B3 S.A., apresentam comportamentos isomórficos, no que se refere à adoção de práticas ambientais, no período de 2010 a 2017. Para tanto, a pesquisa se classificou como descritiva, documental, bibliográfica e quantitativa. A partir de uma amostra de 39 empresas pertencentes aos 5 setores considerados de alto potencial poluidor, de acordo com a Lei nº 10.165/2000, analisou-se as Notas Explicativas, Formulários de Referência, Relatórios da Administração, Relatórios de Sustentabilidade e Relatórios Anuais. Os principais resultados da pesquisa mostraram que as empresas altamente poluidoras não possuem comportamentos isomórficos, no que se refere à adoção de práticas ambientais, com exceção da indústria metalúrgica, que apresentou significância estatística na categoria de reparos ambientais, entretanto, nenhuma das empresas utilizou tais práticas. Conclui-se, portanto, que, embora algumas empresas, consideradas altamente poluidoras, possuam algumas práticas ambientais, as mesmas não são isomórficas.

Palavras-Chave:Legitimidade. Isomorfismo. Práticas Ambientais. Alto Potencial Poluidor.


PANORAMA DOS CUSTOS EM INOVAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DE TRANSFORMAÇÃO SITUADAS NO BRASIL

Carolina Parreira SILVA (UFU) - Brasil
E-mail: carolina.parreira@outlook.com

Carlos Eduardo de OLIVEIRA (UFU) - Brasil
E-mail: universofinanceiro@gmail.com

Erika Monteiro de Souza e SAVI (UFU) - Brasil
E-mail: erikassavi@gmail.com

Davy Antonio DA SILVA (UFU) - Brasil
E-mail: davy@pontal.ufu.br

O principal objetivo deste estudo foi analisar a tendência do grau de importância (alto ou médio) dos custos da inovação (produção e trabalho) das indústrias de transformação situadas no Brasil. Foi realizado levantamento de dados secundários, utilizando as edições de 2003, 2005, 2008, 2011 e 2014 da Pesquisa de Inovação (PINTEC), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), tendo como foco os principais setores da indústria de transformação, de acordo com a classificação do Cadastro Nacional da Atividade Econômica (CNAE). Como principais resultados, pode-se observar que a maioria dos setores da indústria de transformação brasileira consideram como de “alto ou médio” o grau de importância do impacto dos custos da inovação na redução dos “custos da produção” e nos “custos do trabalho”, e que o impacto causado pela inovação tem efeito maior nos “custos de produção”, em detrimento dos “custos do trabalho”, e que existe uma quantidade significativa de empresas que consideram pouco relevante o impacto da inovação nos custos de produção e do trabalho.

Palavras-Chave:Inovação. Custos da Inovação. Indústria de Transformação.


PLANEJAMENTO E CONTROLE DA QUALIDADE AMBIENTAL: UMA PROPOSTA DE EVIDENCIAÇÃO DE CUSTOS APLICÁVEL AOS RELATÓRIOS DE SUSTENTABILIDADE

Isabelle Martelleto SILBERMAN (CEDAE) - Brasil
E-mail: isabellemartelleto@yahoo.com.br

José Paulo COSENZA (UFF) - Brasil
E-mail: jpcosenza@id.uff.br

Este artigo analisa a questão da evidenciação dos custos da qualidade ambiental nos relatórios de sustentabilidade de uma concessionária brasileira que opera e explora serviços públicos de saneamento básico no Estado do Rio de Janeiro. O objetivo é propor uma alternativa, baseada nos fundamentos da Teoria dos Custos da Qualidade Ambiental, para o aprimoramento da gestão estratégica de custos ambientais da companhia, por meio da adoção de rotinas de identificação, controle e monitoramento dos custos do seu sistema de qualidade, quase sempre não captados pelo sistema de acumulação de custos vigente e que são indispensáveis para a publicação do seus relatos de sustentabilidade segundo o padrão internacional de mercado indicado pela Global Reporting Initiative (GRI) para estes documentos. A pesquisa realizada foi do tipo exploratório-descritiva, com abordagem qualitativa, sendo a coleta de dados conduzida por intermédio de entrevistas e análise documental. Os resultados mostram que a utilização desta teoria, como ferramenta de controle, possibilita classificar os custos ambientais da companhia nas categorias “custos de controle” e “custos da falta de controle”, viabilizando o dimensionamento do valor monetário dos custos da qualidade, não evidenciados no relato divulgado anualmente e não utilizados internamente para fins decisórios na gestão estratégica de custos. Também fornece subsídios ao planejamento de ações proativas, com vistas a reduzir os riscos de possíveis danos ao ecossistema resultantes de suas operações, propiciando um benchmarking no aperfeiçoamento da mensuração dos recursos naturais necessários para a produção, interligando a contabilidade aos departamentos de controle da qualidade e de gestão ambiental.

Palavras-Chave:Custos da qualidade; Mensuração de custos; Valoração ambiental; Relatório de Sustentabilidade.


PUBLICAÇÕES CIENTÍFICAS SOBRE A TEORIA DOS CUSTOS DE TRANSAÇÃO: PASSADO, PRESENTE E FUTURO

Anderson Betti FRARE (FURG) - Brasil
E-mail: anderson_betti_frare@hotmail.com

Vagner HORZ (FURG) - Brasil
E-mail: vagnerhor@hotmail.com

Carla Milena GONÇALVES FERNANDES (FURG) - Brasil
E-mail: carlafernandes@furg.br

Débora Gomes de GOMES (FURG) - Brasil
E-mail: debora_furg@yahoo.com.br

Marcos Antonio de SOUZA (FIPECAFI) - Brasil
E-mail: souza.marcosas@gmail.com

A Teoria dos Custos de Transação (TCT) permeia os custos que envolvem as operações inerentes as firmas e ao meio econômico que se encontram, além de ser um campo fértil de estudo. Nesta perspectiva, torna-se pertinente conhecer a literatura sobre o tema. Assim, o objetivo da presente investigação consiste em analisar as características das publicações científicas acerca da TCT. Para a seleção do portfólio a ser analisado, utilizou-se da base de dados da Web of Science e alguns critérios para refinar a amostra, resultando em 9.907 artigos científicos. Os dados foram analisados por meio do package bibliometrix, nos softwares R e RStudio. Os achados apontam um constante crescimento do número de publicações, principalmente a partir de 1990. O principal periódico é o Strategic Management Journal, com mais publicações e também sendo o mais referenciado. O autor mais profícuo é Wang, Y., com 41 publicações, seguido por Zhang, Y., com 29. Por outro lado, Williamson, O.E. produziu o maior número de artigos sozinho (22). Autores mais profícuos apresentaram maiores redes de colaboração, como configuram-se os casos de Wang, Y. e Zhang, Y. Dentre as obras mais citadas e redes de co-citação destacam-se as produções de Williamson, O.E. e Coase, R.H. Os Estados Unidos possui os maiores números de publicações e citações, bem como o maior número de artigos em parceria com outros países. Nas palavras-chave, custos, mercado, vantagem competitiva e desempenho tomam ênfase. A investigação contribui ao propiciar ampla visão do passado, presente e apontar perspectivas futuras das publicações sobre TCT.

Palavras-Chave:Teoria dos Custos de Transação. Custos de Transação. Publicações Científicas. Package bibliometrix




2. Casos Empresariais



“E SE FECHAR O CAPITAL, QUANTO VALE A AÇÃO?”: O CASO DA CYRELA S.A

Thayse Machado GUIMARÃES (IFTM) - Brasil
E-mail: thaysemg.adm@gmail.com

CARLOS FREDERICO AGUILAR FERREIRA (UFU) - Brasil
E-mail: carlosaguilar@bol.com.br

Lisia de Melo QUEIROZ (UFU) - Brasil
E-mail: lisiaqueiroz@yahoo.com.br

Moisés Ferreira CUNHA (UFG) - Brasil
E-mail: mfccunha@ig.com.br

Este caso é sobre a empresa Cyrela, a qual desenvolve empreendimentos de alto padrão e luxo. A apresentação relata o histórico desta empresa, bem como apresenta alguns dados operacionais e financeiros que embasam o cálculo do valor desta organização conforme duas metodologias de avaliação econômica: Fluxo de Caixa Descontado e Múltiplos de Mercado. Ademais, são apresentadas informações sobre o setor de construção civil e discutidas premissas macroeconômicas. As discussões permeiam as premissas assumidas pelos avaliadores e a confiabilidade das mesmas diante de certo grau de subjetividade corroborado pela falta de disponibilidade de informações com previsibilidade no longo prazo.

Palavras-Chave:valuation, capital, fluxo de caixa descontado, múltiplos de mercado




3. Contribuições teóricas para a determinação e a gestão de custos



ADOÇÃO DE PLANILHA DE CUSTOS ÚNICA OU SEGMENTADA POR SETORES DA FÁBRICA: ESTUDO INTERVENCIONISTA SOBRE O MÉTODO UEP

Rodney WERNKE (UNISUL) - Brasil
E-mail: rodney.wernke@unisul.br

IVANIR RUFATTO (UNISEP) - Brasil
E-mail: rufatto@unisep.edu.br

O artigo objetivou identificar se há mudança nos valores do custo de transformação dos produtos fabricados se adotada somente uma planilha de custos para toda a área industrial da empresa na comparação com o uso de planilhas configuradas especialmente para cada linha produtiva. Para tanto, foi utilizada metodologia classificável como pesquisa com abordagem qualitativa de intervenção. Após evidenciar os cálculos que fundamentaram o estudo, pois foi comprovado que a utilização de uma planilha para cada linha de produção ou o emprego de apenas uma para toda a fábrica (envolvendo dois segmentos fabris de forma concomitante) acarreta valores diferentes de custo de transformação dos produtos abrangidos. Ainda, foi constatado que a causa dessas diferenças pode ser atribuída à ociosidade existente nas duas linhas de produção. Com isso, a pesquisa contribuiu teoricamente ao evidenciar que é melhor (do ponto de vista da acurácia dos valores a custear aos produtos) utilizar uma planilha baseada no método UEP para cada linha de produção, em vez de adotar somente uma planilha para o contexto industrial com mais de um segmento produtivo. Contribui, também, no aspecto prático porque com a realidade fabril de uma confecção, pois foi demonstrado numericamente como a ociosidade pode impactar no valor monetário dos custos de transformação dos produtos, quando considerados níveis distintos de capacidade ociosa no contexto do método UEP.

Palavras-Chave:Método UEP. Linhas de produção. Estudo intervencionista.




4. Custos aplicados ao setor privado e terceiro setor



A APLICABILIDADE DO CUSTEIO VARIÁVEL NA CULTURA DO TOMATE EM UMA PEQUENA PROPRIEDADE FAMILIAR

Roberto Rivelino Martins RIBEIRO (UEM) - Brasil
E-mail: rivamga@hotmail.com

Willian Yukio ONO OUTI (UEM) - Brasil
E-mail: willianouti98@gmail.com

Kerla MATTIELLO (UEM) - Brasil
E-mail: m_kerla@hotmail.com

Iasmini Magnes TURCI BORGES (UEM) - Brasil
E-mail: iasminiborges@gmail.com

Augusto Cesare DE CAMPOS SOARES (UEM) - Brasil
E-mail: augustocesareuem@gmail.com

O objetivo deste estudo é tratar da aplicação do método de custeio variável no cultivo de tomate em uma pequena propriedade rural familiar situada no estado do Paraná, nas safras de junho/setembro de 2017 e janeiro/abril de 2018, com fins de gerar informações gerenciais ao produtor rural. Em termos de procedimentos metodológicos a pesquisa tem ambiente de campo, de natureza descritiva e aplicada; tem abordagem mista, com procedimentos técnicos de levantamento e documental. A coleta dos dados se deu por entrevista com o produtor rural e por meio de documentos, sendo utilizada para análise dos dados coletados a análise documental e de conteúdo. Em termos de resultados, o cultivo apresenta uma margem de custos e despesas identificáveis com o a atividade sobre a receita de 27,24% na safra de 2017, considerado relativamente baixo e 35,05% em 2018, o que pode ser considerado alto. A atividade apresenta uma excelente margem de contribuição capaz de cobrir suas despesas, seu ponto de equilíbrio é superado com a quantidade produzida e vendida, garantindo assim uma margem de segurança média de 0,93, sendo um valor seguro para a propriedade. Quantos aos resultados a safra de 2017 apresentou R$ 5.331,34 e na safra de 2018 o resultado de R$ 3.980,73, diferença devida ao preço do tomate, também ao aumento dos insumos e a capacidade produtiva.

Palavras-Chave:Custeio variável. Cultura do tomate. Agricultura familiar.


ANÁLISE COMPARATIVA DOS CUSTOS DE PRODUÇÃO DA CANA-DE-AÇÚCAR ENTRE AS PRINCIPAIS CIDADES PRODUTORAS DO BRASIL

Dryelle Laiana de Jesus Silva SANTOS (UFU) - Brasil
E-mail: dryellelayana@gmail.com

Lara Cristina Francisco de ALMEIDA FEHR (UFU) - Brasil
E-mail: larafehr@ufu.br

Luana Martins GUIMARÃES SOUSA (UFV-CRP) - Brasil
E-mail: luanamartinsgs@gmail.com

Marcelo TAVARES (UFU) - Brasil
E-mail: mtavares@ufu.br

Geovane Camilo SANTOS (PUCGO) - Brasil
E-mail: geovane_camilo@yahoo.com.br

O agronegócio é um dos principais setores do Brasil, responsável por aproximadamente 23% do Produto Interno Bruto (PIB). A cana-de-açúcar está entre os produtos mais relevantes do agronegócio, principalmente por sua participação na economia brasileira. Este estudo objetivou identificar as variáveis de custos do cultivo da cana-de-açúcar que apresentam diferenças significativas em suas médias entre as principais cidades produtoras do Brasil. O estudo foi quantitativo, descritivo e documental. Utilizaram-se os dados divulgados pela CONAB para as safras de 2010/2011 a 2017/2018. Para análise, empregaram-se a Análise de Variância (Anova) e o teste de Scott-Knott. A mão-de-obra temporária foi o custo mais relevante na cultura da cana-de-açúcar, representando 26,83% dos custos totais, seguido da depreciação, com impacto de 24,85%, enquanto que o menor custo foi mão-de-obra fixa, 2,58% do custo total médio. A cidade com maior custo total por hectare foi Visconde do Rio Branco/MG, cujo valor é superior em aproximadamente 210% do menor custo de produção (Penápolis/SP). Todas as variáveis de custos analisadas revelaram-se estatisticamente diferentes para as cidades pesquisadas, com destaque para aluguel de máquinas que mostrou alta variabilidade em seus valores, apresentando diferença para todas as cidades. Esta pesquisa contribui com os produtores rurais ao evidenciar os custos mais significativos na produção da cana-de-açúcar, e destacar a variabilidade que esses custos podem ou não apresentar, indicando seus valores em cada região, no total e especificamente por variável. Espera-se, também, auxiliar os gestores na elaboração e simulação de orçamentos, e auxiliar no desenvolvimento de políticas públicas e programas governamentais.

Palavras-Chave:Agronegócio. Cultura da cana-de-açúcar. Gestão de custos.


ANÁLISE DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇO DE VENDA: ESTUDO APLICADO EM UMA INDÚSTRIA DE RAÇÃO

Mateus Pedro DE CARVALHO (UNICERP) - Brasil
E-mail: pedromateuss15@gmail.com

Kamilla MARTINS MOTA (UFU) - Brasil
E-mail: martins_kamilla@yahoo.com.br

Para que a empresa possa obter sucesso no atual cenário econômico é vital que conheça seus custos no processo de produção. Partindo deste conhecimento a empresa se torna capaz de desenvolver um planejamento eficaz, visando maior controle nas etapas de produção, resultando numa melhor utilização dos recursos, diminuindo as despesas e os desperdícios e mantendo seu preço sempre muito competitivo. O estudo teve como objetivo geral analisar os custos de produção utilizando o custeio por absorção e a formação de preço da produção de ração bovina de uma indústria situada no Alto Paranaíba. Para a realização da pesquisa foi utilizado estudos bibliográficos, documentais, entrevista e um estudo de caso em uma indústria de ração bovina situada na cidade de Patrocínio/MG. Portanto a pesquisa foi em ordem prática, de natureza aplicada voltada a solucionar problemas específicos. Através dos dados obtidos pela empresa foi calculado o preço de venda dos produtos estudado através do instrumento markup considerando uma margem de 10% de lucro para a empresa. Comparando o preço de venda obtido pelo markup com o preço de venda praticado pela empresa verificou-se uma diferença média de 2% negativo com o preço de venda que a empresa fornece seus produtos. Conclui-se que os resultados obtidos apresentaram uma pequena variação demonstrando que a formação de preço da empresa esta dentro dos padrões levando a geração de lucro, porém essa diferença em longo prazo pode impactar na empresa requer atenção.

Palavras-Chave:Contabilidade de custos, métodos de custeio, formação de preço.


ANÁLISE DE CUSTOS NA PRODUÇÃO DE TABACO VIRGÍNIA: UM ESTUDO EM UMA PROPRIEDADE DE AGRICULTURA FAMILIAR

Alice Pereira MATEUS (UNESC) - Brasil
E-mail: alicepmateus@hotmail.com

Januário José MONTEIRO (UFSC) - Brasil
E-mail: januariomonteiromonteiro@gmail.com

Manoel Vilsonei MENEGALI (UNESC) - Brasil
E-mail: mvm@unesc.net

Andréia CITTADIN (UNESC) - Brasil
E-mail: zerobertods@gmail.com

O objetivo geral desde artigo é analisar os custos na produção do tabaco Virgínia em uma propriedade rural familiar localizada em Araranguá - SC. Para tanto, foi utilizada pesquisa descritiva com a análise qualitativa, por meio de um estudo de caso, com o uso de pesquisa documental e entrevista com o produtor, com base nos dados da safra 2018-2019. Os resultados apontaram que: a) a produção do tabaco ocorreu em 8 etapas, entre as quais a colheita e abastecimento da estufa apresentou maiores gastos; e, b) os custos mais representativos referem-se aos insumos seguindo pela mão de obra, equivalentes a 47,87% e 39,01% dos custos totais, respectivamente. Com a realização da análise custo, volume e lucro a safra analisada atingiu o ponto de equilíbrio contábil de R$ 25.310,47, contudo na visão do produtor os resultados obtidos poderiam ser melhores em virtude da classificação da qualidade/preço do tabaco realizada pela empresa compradora. Conclui-se que a gestão de custo é fundamental para a atividade agrícola, pois gera informações relevantes para a tomada de decisão, subsidiando o controle dos custos e despesas com o intuito de reduzi-los e alcançar melhor resultado, uma vez que o preço de venda é estipulado pelo mercado.

Palavras-Chave:Gestão de custos. Tomada de decisão. Agricultura familiar. Cultivo de tabaco.


CARACTERIZAÇÃO ZOOTÉCNICA E ECONÔMICA DE PEQUENAS PROPRIEDADES LEITEIRAS DE DORES DO RIO PRETO - ES

Priscila de Oliveira NASCIMENTO (Incaper) - Brasil
E-mail: prinascim@gmail.com

Luiz PANHOCA (UFPR) - Brasil
E-mail: panhoca.luiz@gmail.com

A bovinocultura de leite é uma das atividades mais importantes da agropecuária. Em Dores do Rio Preto, ela é a segunda mais importante geradora de renda do município ficando atrás apenas da cafeicultura. A maioria das propriedades possuem produção de base familiar. Os produtores em geral enfrentam muitas dificuldades para produzir e a gestão correta do seu negócio pode minimizar muitas delas. Porém, poucos são os que fazem alguma ferramenta de gestão. Por isso o objetivo deste trabalho foi realizar a caracterização zootécnica e econômica de pequenas propriedades leiteiras do município de Dores do Rio Preto - ES, visando propor melhorias na gestão destas propriedades. Os resultados mostraram que a renda gerada com o leite tem grande importância econômica nas unidades familiares, pois é a renda mensal da família, enquanto o café proporciona renda uma vez no ano. As escriturações zootécnicas e financeiras das atividades rurais ainda são deficientes, afetando o gerenciamento e o resultado das propriedades. É essencial que os produtores passem a anotar, controlar, as despesas e custos das atividades, para obter uma renda maior e proporcionar melhor qualidade de vida para suas famílias.

Palavras-Chave:Agricultura familiar, gestão, pecuária de leite


CUSTEIO VARIÁVEL E SUA APLICAÇÃO NA AGRICULTURA: UMA ANÁLISE COMPARATIVA NAS CULTURAS DE SOJA E MILHO

Roberto Rivelino Martins RIBEIRO (UEM) - Brasil
E-mail: rivamga@hotmail.com

Rafael Crestani DE LIMA (UEM) - Brasil
E-mail: rafaaaclima@gmail.com

Kerla MATTIELLO (UEM) - Brasil
E-mail: m_kerla@hotmail.com

Iasmini Magnes TURCI BORGES (UEM) - Brasil
E-mail: iasminiborges@gmail.com

Augusto Cesare DE CAMPOS SOARES (UEM) - Brasil
E-mail: augustocesareuem@gmail.com

Estabeleceu-se como objetivo deste estudo aplicar as ferramentas do custeio variável em uma propriedade rural que realiza cultivo de soja e milho para fins de gerar informações gerenciais sobre as culturas e com isso melhorar o processo de decisão e conhecimento das atividades agrícolas pelo produtor rural. Os procedimentos metodológicos classificam a pesquisa como descritiva, documental, bibliográfica e como pesquisa de campo; já no que se refere à coleta dos dados, foi utilizada a técnica documental referente à produção de soja e milho no período de 2017/2018 os quais se obteve junto ao produtor a partir de suas anotações, controles e outros documentos, que foram averiguados pelas modalidades de análise documental e de conteúdo. Os resultados da pesquisa evidenciaram que a cultura do milho proporcionou uma margem de contribuição de 36,26% e a de soja de 56,88%; com relação ao ponto de equilíbrio, o milho se dá em 5.765,62 e a soja em 2.763,69; com relação à margem de segurança, foi possível observar, que como nos outros cálculos, no período estudado, a soja se apresentou mais rentável para o cultivo. Na linha de raciocínio do estudo, observou-se que a soja representa um lucro líquido de 33,44% e o milho corresponde a 19,35%, ou seja, neste caso, a soja representou maior rentabilidade ao produtor, visto que cada unidade efetivamente de saca de soja traz a ele um resultado maior para cobrir seus custos e despesas fixas.

Palavras-Chave:Custeio variável. Gestão de Custos. Produção de milho e soja.


DECISÃO ENTRE COMPRAR DE FABRICANTE OU DE DISTRIBUIDORA DE MEDICAMENTOS: ESTUDO DE CASO EM HOSPITAL DE PEQUENO PORTE

Rodney WERNKE (UNISUL) - Brasil
E-mail: rodney.wernke@unisul.br

IVANIR RUFATTO (UNISEP) - Brasil
E-mail: rufatto@unisep.edu.br

Objetivou identificar os efeitos no resultado das vendas decorrentes da decisão de adquirir insumos diretamente do fabricante ou comprar de distribuidor de mercadorias, considerando as condições comerciais que cada fornecedor oferta. Foi empregada metodologia classificável como descritiva e qualitativa, no formato de estudo de caso. Pelo critério da margem de contribuição as compras de Cetamina e Esmolol seriam mais vantajosas se realizadas com a fábrica. Porém, no caso da Cetamina, concluiu-se que a duração do ciclo financeiro alterou a lucratividade de modo que a compra pela distribuidora passou a ser a melhor opção porque traria resultado na venda (reembolso) de R$ 80,37 contra R$ 37,61 da aquisição junto ao fabricante, pois os ciclos financeiros de 46 e 16 dias, respectivamente, reduziriam a margem de contribuição em R$ 147,79 (indústria) e em R$ 51,47 (distribuidor). A contribuição do estudo consiste em evidenciar a aplicação da equação que mensura o resultado das vendas considerando os prazos do ciclo financeiro de um hospital, pois não foram encontradas publicações que discorressem sobre esse tipo decisão de compra no contexto hospitalar.

Palavras-Chave:Decisão de compra. Hospital. Estudo de caso.


FATORES DETERMINANTES DO NÍVEL DE TRANSPARÊNCIA DE MANTENEDORAS DE INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR PRIVADO NO BRASIL

NEURI LUIS HAMMES (UNISINOS) - Brasil
E-mail: neurihammes@gmail.com

Clóvis Antônio KRONBAUER (Unisinos) - Brasil
E-mail: clovisk@unisinos.br

José Ribamar Marques de CARVALHO (UFCG e UNISINOS) - Brasil
E-mail: profribamar@gmail.com

Gianinni Martins Pereira CIRNE (UFCG e UNISINOS) - Brasil
E-mail: gianinni.martins@gmail.com

O objetivo deste estudo é identificar os fatores determinantes que explicam o nível de transparência divulgadas por mantenedoras de IES privadas no Brasil. Examinaram-se as demonstrações contábeis de uma amostra de 39 mantenedoras de IES privadas sem fins lucrativos (IESSFL) e 6 mantenedoras de IES privadas com fins lucrativos (IESCFL), divulgadas entre os anos de 2011 a 2016Os resultados gerais apontam para o cumprimento parcial da divulgação. Para as mantenedoras de IESSFL, o índice de transparência obrigatória indica uma média 77,32% e para as mantenedoras de IESCFL o índice alcança a média de 82,55% no atendimento às normas contábeis. Já o índice de transparência voluntária aponta para uma média de 13,26% para as mantenedoras de IESSFL e 16,94% para as mantenedoras de IESCFL. De outro lado, para as mantenedoras de IESCFL, confirma-se uma relação positiva e significativa entre o tamanho e a auditoria BigN para um maior nível de transparência obrigatória. Com relação à transparência voluntária, o estudo aponta para uma relação positiva e significativa para a variável gratuidades como potencial influenciadora do maior nível de transparência das mantenedoras de IESSF e para as mantenedoras de IESCFL, a variável tamanho e local apontam para os maiores níveis de transparência voluntária. O fator determinante da transparência obrigatória resultou ser a auditoria por uma BigN, que se mostra positivamente associada com o maior nível de transparência divulgada nas demonstrações contábeis de mantenedoras de IES privadas no Brasil.

Palavras-Chave:Mantenedoras de IES privadas. Transparência. Legitimidade. Informação Contábil.


GESTÃO DE ENERGIA SUSTENTÁVEL: O PANORAMA DE UMA PROPRIEDADE RURAL

Lucas Antônio VARGAS (UNOCHAPECÓ) - Brasil
E-mail: lucas.antonio.vargas@gmail.com

Maria Regina Martinazzo MARTINAZZO (Unochapecó) - Brasil
E-mail: mreginamartinazzo@unochapeco.edu.br

Antonio ZANIN (UNOCHAPECÓ) - Brasil
E-mail: zanin@unochapeco.edu.br

O estudo objetivou analisar a viabilidade econômico-financeira da implantação de um sistema de energia solar fotovoltaica como mecanismo de redução de custos na produção leiteira. Para tal, realizou-se uma pesquisa por meio de um estudo de caso, em uma propriedade rural localizada no oeste de Santa Catarina. Para a análise de viabilidade econômico-financeira da energia solar fotovoltaica, foram analisados o payback descontado, o valor presente líquido e a taxa interna de retorno. Os resultados encontrados, demonstram que por meio do payback descontado, considerando uma TMA de 5,50% ao ano, serão necessários 6,5 anos para recuperar o investimento inicial proposto de R$ 75.346,56 para implantação do sistema de gestão de energia solar fotovoltaica. Ao considerar a capacidade de autogeração por meio dos painéis fotovoltaicos e o fornecimento de energia elétrica pela concessionária, a partir da projeção é possível identificar uma economia anual de 22.604,25 kwh/ano, o que contribui na redução dos custos com energia elétrica da propriedade, bem como, redução no custo da produção leiteira. Contudo, as contribuições do estudo podem influenciar diversos produtores na implantação de modelos energéticos eficientes, motivando sua permanência no campo. Ao reduzir custos de produção, o agricultor agrega valor ao produto e consequentemente aumenta sua competitividade frente ao demais.

Palavras-Chave:Sustentabilidade. Energia Solar. Redução de Custos. Produção de leite.


INFLUÊNCIA DA COMPETITIVIDADE DE MERCADO NO CUSTO DE FINANCIAMENTO DA DÍVIDA

Natália DA SILVA SCHIO (Unochapecó) - Brasil
E-mail: n.schio@unochapeco.edu.br

Geovanne Dias de MOURA (Unochapecó) - Brasil
E-mail: geomoura@terra.com.br

Sady MAZZIONI (73256650910) - Brasil
E-mail: sady@unochapeco.edu.br

Vinícius Costa da Silva ZONATTO (UFSM) - Brasil
E-mail: viniciuszonatto@gmail.com

Neusa Maria Gonçalves SALLA (URI Santo Ângelo) - Brasil
E-mail: neusalla@san.uri.br

O estudo verificou a influência da competitividade de mercado no custo de financiamento da dívida. Para tal, realizou-se pesquisa descritiva, documental e quantitativa, com consulta aos Formulários de Referência, banco de dados Economatica e website da B3. A amostra foi composta por um conjunto de companhias abertas listadas na B3 que apresentavam dados disponíveis para o período de 2011 a 2017. O custo da dívida foi estimado pela razão entre as despesas financeiras e o passivo financeiro oneroso. Para avaliar o nível de competitividade de mercado utilizou-se como proxy o índice de Herfindahl-Hirschman. Os resultados revelaram que o custo médio da dívida correspondia a 0,2963, condizente com estudos anteriores similares. Quanto ao nível de competitividade, constatou-se predominância de setores que apresentaram concorrência perfeita, mais especificamente, os setores de bens industriais, consumo cíclico, não cíclico, saúde e utilidade pública, cujos índices não ultrapassaram 0,20. Por fim, verificou-se que a competitividade influencia para redução do custo da dívida. O resultado está em consonância com os pressupostos de que a competitividade pode colocar pressão sobre os gestores para atuarem de forma mais correta e confiável, pode afastar empresas ineficientes do mercado, além de contribuir para aumento da evidenciação de informações, ou seja, os financiadores podem reconhecer e valorizar estas características do ambiente e fornecer capital a juros menores. O estudo inova ao relacionar o custo da dívida com um fator ainda não investigado por pesquisadores brasileiros, mas já apontado na literatura internacional, que é a competitividade de mercado.

Palavras-Chave:Competitividade de mercado. Custo da dívida. Companhias abertas.


LOS COSTOS EN UN EMPRENDIMIENTO DE CUNICULTURA. ESTUDIO DE CASO: UN ESTABLECIMIENTO COOPERATIVO EN LA R. O. DEL URUGUAY.

Ana Maria GOLPE (UdelaR) - Uruguai
E-mail: anagolpe@adinet.com.uy

Diana Geremia () -
E-mail: dier@vera.com.uy

El presente trabajo tiene por objeto la reflexión sobre un análisis de costos y la viabilidad de una cooperativa de producción de cunicultura en el medio rural. Este trabajo se realiza bajo la metodología de un estudio de caso, en el marco de un Espacio de Formación Integral de la Facultad de Ciencias Económicas y de Administración de la UdelaR, en el curso 2018. La cunicultura es una actividad que presenta ventajas desde distintos puntos de vista: puede utilizarse para fomentar la actividad laboral, puede promover la actividad rural a nivel de emprendimientos familiares, puede mejorar la calidad de la nutrición de proteínas en la alimentación humana. Desde el punto de vista económico, se llega a una rentabilidad de un 40% sobre las ventas. Sin embargo, la remuneración mensual alcanza apenas los 250 dólares americanos por cooperativista. Además, se realiza una reflexión sobre la contribución de esta modalidad de enseñanza y sus efectos sobre la institución, los estudiantes y la sociedad.

Palavras-Chave:Cunicultura, Cría de conejos, Espacios de Formación Integral.


O CUSTEIO BASEADO EM ATIVIDADES NA PRÁTICA: UM ESTUDO EM UMA EMPRESA DE PRODUÇÃO POR ENCOMENDA EM MINAS GERAIS

Cledison Carlos DE OLIVEIRA (Ufla) - Brasil
E-mail: oliveira.cledison@gmail.com

Ewerton Alex AVELAR (UFMG) - Brasil
E-mail: ewertonaavelar@gmail.com

Francisval de Melo CARVALHO (UFLA) - Brasil
E-mail: francarv@dae.ufla.br

Antônio Artur de SOUZA (UFMG) - Brasil
E-mail: antonioarturdesouza@gmail.com

João Paulo Nascimento SILVA (UFLA) - Brasil
E-mail: jpnsilvas@gmail.com

Este artigo apresenta os resultados de um estudo que visou analisar o sistema de gestão de custos em uma empresa de produção por encomenda (EPE) em Minas Gerais. Mais especificamente, este estudo pretendeu: (i) descrever o sistema de gestão de custos na empresa estudada; (ii) identificar o sistemas de informações que dão suporte à gestão de custos na empresa; e (iii) analisar as informações geradas de custos em função da necessidade dos gestores. O referido estudo pode ser classificado como qualitativo e exploratório, consistindo em um estudo de caso. A coleta de dados foi realizada por meio de pesquisa documental e de observação participante. Verificou-se, no estudo de caso realizado na Empresa Alfa (pseudônimo), que os gestores da referida empresa preferiram utilizar o custeio ABC como base de seu sistema de gestão de custos. A Empresa Alfa possui 21 atividades catalogadas, sendo que seus custos são calculados mensalmente. No que tange aos sistemas de informações que dão suporte ao seu sistema de gestão de custos, destaca-se a forte influência das planilhas eletrônicas do MS-Excel com complemento do MS-Access. Apesar de algumas limitações, o sistema de gestão de custos da Empresa Alfa parece adequado à EPE.

Palavras-Chave:Sistema de gestão de custo; Sistemas de informações; Empresas de produção por encomenda.


PRINCÍPIOS GLOBAIS DE CONTABILIDADE GERENCIAL SOB A PERSPECTIVA DOS CUSTOS: UMA ANÁLISE DAS ORGANIZAÇÕES DO TERCEIRO SETOR

Júlia Fonseca GARCIA (UFRGS) - Brasil
E-mail: juliafgarcia92@gmail.com

Ângela Rozane Leal DE SOUZA (UFRGS) - Brasil
E-mail: angela.rsl@gmail.com

Wendy Beatriz Witt Haddad CARRARO (UFRGS) - Brasil
E-mail: wendy.carraro@ufrgs.br

Fernanda dos Santos JORGE (UFGRS) - Brasil
E-mail: fe.sjorge@gmail.com

O objetivo deste estudo foi analisar a aderência aos Princípios Globais de Contabilidade Gerencial (PGCG) sob a perspectiva de custos em Organizações do Terceiro Setor. A metodologia utilizada teve caráter quantitativo, quanto a sua abordagem, descritivo, quanto aos seus objetivos, sendo realizado por levantamento, através de questionários, com diretrizes sobre a aplicação na prática do custo de gestão de transformação dos PGCG. Os questionários foram aplicados às organizações vencedoras do prêmio 100 Melhores ONGs, com a obtenção de 22 respostas, a fim de medir o nível de aderência aos referidos princípios, com uma escala Likert de 1 a 7. Diante dos quatro PGCG, voltada à perspectiva de custos, foi possível observar que a média geral obtida esteve relacionada com o princípio da influência (5,94) sendo o que apresentou o maior nível de aderência. O princípio da relevância figurou na escala de 5,39, com o menor nível de concordância, principalmente pela média de respostas da diretriz sobre os custos sendo comparados com outras organizações (4,27), que foi a menor média obtida entre as diretrizes. Já o princípio do valor obteve média geral de 5,47 e o princípio da confiança de 5,83. A pesquisa busca preencher a lacuna existente de pesquisas sobre Organizações do Terceiro Setor, diante das particularidades e necessidade de conhecimento de gestão para a sustentabilidade financeira, tendo em vista a missão social e econômica que desempenham.

Palavras-Chave:Custos. Organizações do Terceiro Setor. Princípios Globais de Contabilidade Gerencial.


VIABILIDADE ECONÔMICA-FINANCEIRA DA ATIVIDADE LEITEIRA NO SISTEMA DE PASTOREIO E COMPOST BARN

Silvana Dalmutt KRUGER (Unochapecó) - Brasil
E-mail: silvanak@unochapeco.edu.br

Willian Bergamin () -
E-mail: willianxv96@hotmail.com

Vanderlei GOLLO (UNOCHAPECÓ) - Brasil
E-mail: vande_gollo@hotmail.com

O estudo tem por objetivo comparar a viabilidade econômico-financeira entre o sistema de pastoreio e o sistema compost barn, na produção leiteira de uma propriedade rural do município de Xavantina/SC. Metodologicamente a pesquisa é caracterizada como descritiva, realizada por meio de estudo de caso, com análise de cunho qualitativo. A partir da coleta de dados, elaborou-se a demonstração de resultado do período de 2017 e 2018. Identificou-se o lucro médio mensal de R$ 5.426,01, com custo médio por litro de R$ 0,86 e lucro por litro de R$ 0,41 em 2017. Em 2018, o resultado médio mensal foi de R$ 6.439,01, com custo por litro de R$ 0,93 e lucro por litro de R$ 0,45. Posteriormente a identificação dos custos e do resultado da atividade leiteira, realizou-se a análise de viabilidade financeira, sendo utilizados os seguintes métodos de avaliação: payback descontado, taxa interna de retorno (TIR) e valor presente líquido (VPL). Os resultados obtidos indicaram que no modelo tradicional de pastoreio o retorno financeiro ocorre em 2 anos e 11 meses, com TIR de 40,88% e VPL de R$ 4.216,06. Já para a implantação do método de produção compost barn, o retorno financeiro ocorrerá em 5 anos e 9 meses, com a TIR em 23,49% e VPL de R$ 11.843,58. De modo geral, os resultados evidenciam a importância da contabilidade no meio rural, como instrumento de apoio e controle aos processos de tomada de decisão, especialmente para conduzir a gestão dos custos e investimentos realizados no meio rural.

Palavras-Chave:Contabilidade rural. Viabilidade econômico-financeira. Custos de produção.




5. Custos aplicados ao setor público



A DESTINAÇÃO ORÇAMENTÁRIA DA UNIÃO E SUA VINCULAÇÃO AO CUSTO ALUNO NAS UNIVERSIDADES FEDERAIS.

Joselita Anunciação SANTOS (UFPR) - Brasil
E-mail: josinha1982@yahoo.com.br

Vanessa de Carvalho PEREIRA (UFBA) - Brasil
E-mail: vana161982@hotmail.com

Massacradas por um severo contingenciamento de verbas, as universidades públicas federais brasileiras têm vivenciado um dos momentos mais dramáticos de sua existência, visto que se tornaram alvo de críticas e questionamentos quanto à sua eficiência. Fato é que muitas dessas instituições não possuem, sequer, um sistema de apuração e mensuração dos custos capaz de auxiliá-las na tomada de decisão, pautando-se apenas em metodologias propostas pelo Ministério da Educação e Cultura e pelo Tribunal de Contas da União para a elaboração dos relatórios gerenciais. Dessa forma, este estudo objetiva analisar os elementos determinantes à relação entre a destinação orçamentária da União e o custo-aluno nas universidades públicas federais. Para tanto, optou-se por uma pesquisa de cunho documental e natureza quantitativa, com ferramental estatístico. Resultados: evidenciaram uma correlação sutil entre as variáveis “custo-aluno” e “destinação orçamentária”. Conclusões: o custo-aluno é significativo quando se pretende explicar a destinação orçamentária, mas é necessária uma análise conjunta com outras variáveis para resultados mais robustos.

Palavras-Chave:Universidades Públicas Federais. Custo-aluno. Destinação Orçamentária


A LRF COMO INSTRUMENTO DE CONTROLE DAS FINANÇAS DOS MUNICÍPIOS DO ESTADO DA PARAÍBA EM 2018: UMA AVALIAÇÃO DE SUA OBEDIÊNCIA FRENTE ÀS DESPESAS COM PESSOAL

Vanusa Virgínia da SILVA (UFPB) - Brasil
E-mail: vanusavs@hotmail.com

Fernando Jose VIEIRA TORRES (UFPB) - Brasil
E-mail: fjttorres@hotmail.com

Jean SANTOS NASCIMENTO (UFCG) - Brasil
E-mail: jean.sn@gmail.com

O objetivo geral desta pesquisa foi investigar como os gastos com pessoal dos municípios do estado da Paraíba no ano de 2018 foram afetados pelo cumprimento das principais normas de finanças públicas adotadas pelos municípios. Para tanto, foram utilizadas a estatística descritiva e um modelo econométrico estimado pelo método dos mínimos quadrados ordinários (MQO) a partir do software Satata 11. A amostra inicial foi composta de 223 municípios e a final, após a aplicação dos filtros tamanho da população e publicização dos dados foi de 77 cidades. Os resultados evidenciaram que 29% dos municípios investigados respeitaram o que determina a LRF no tocante a despesa com pessoal e 71% não cumpriram, a variável tamanho da população é a que guarda maior correlação positiva com DPT, mas também que a correlação desta com as transferências fiscais (TU, TE e IPVA) e com as receitas tributárias é muito forte, já às variáveis binárias (dummies), RF, MAND e ALI, estas mostraram correlações relativamente baixas entre elas e com as demais. As estimativas mostraram que 98,7% das variações em DTP são explicadas pelas oscilações das variáveis explicativas do modelo. A estatística F foi significativa e indica que, em conjunto, as variáveis do modelo explicam a variável DTP, também ficou evidente que o cumprimento do limite com gasto de pessoal determinado pela LRF promove um controle efetivo sobre os gastos, de forma que chega a diminui-lo, quanto às transferências usadas como variáveis explicativas, a maioria destas afetam positivamente as despesas, assim como a população.

Palavras-Chave:Orçamento Público. Lei de Responsabilidade Fiscal. Despesa com Pessoal.


ACCOUNTABILITY EM RELAÇÃO AO GASTO PÚBLICO COM SAÚDE: COMPARAÇÃO ENTRE PAÍSES DA AMÉRICA LATINA E DA ÁFRICA SUBSAARIANA

ALCIDO MANUEL JUANIHA (UniRovuma) - Moçambique
E-mail: ajuaniha@gmail.com

Saulo Silva LIMA FILHO (UFPR) - Brasil
E-mail: sslf87@hotmail.com

Blênio Cezar Severo PEIXE (UFPR) - Brasil
E-mail: bleniocsp@gmail.com

Os recursos públicos aplicados na área de saúde podem indicar relação com o conceito de accountability, especialmente sob a interveniência das características socioeconômicas de cada região do objeto de estudo. Neste sentido, o objetivo da pesquisa foi analisar a relação estatística entre os gastos públicos em saúde como inputs de recursos públicos com as proxies de accountability no setor público nos Países da América Latina e da África Subsaariana comparativa no período de 2000 a 2016. A pesquisa caracteriza-se por ser exploratória, descritiva, aplicada e quantitativa no modo de análise de resultados dos dados e informações. A partir disso, aplicaram-se modelos de regressão Dados em Painel separados para cada região, cujos resultados não evidenciaram o papel fundamental do combate a corrupção nos Países da América latina e da África Subsaariana na aplicação de recursos em saúde, no que concerne ao primeiro output. Verificou-se as duas hipóteses a serem testadas por meio de modelos de regressão de Dados em Painel, as quais foram rodadas separadamente para cada uma das amostras dos Países selecionados. Referem-se aos gastos públicos em saúde nos Países da América Latina e da África Subsaariana, apresentaram relação estatisticamente significante com as proxies da accountability (CCR), (GOVEF), (EST), (REG), (LAW), Accountability e participação (ACC), acrescenta-se ainda a interveniência de características socioeconômicas. A fundamentação teórica foi alicerça a relação entre as variáveis, evidenciam-se que nos países em desenvolvimento analisados a implementação de políticas públicas não estão significativamente relacionada à accountability observada em cada região.

Palavras-Chave:Gastos Públicos em Saúde. Accountability no Setor Público. América Latina. África Subsaariana. Políticas Públicas.


ANÁLISE DOS FATORES ASSOCIADOS AO CUSTO POR ALUNO DAS UNIVERSIDADES FEDERAIS BRASILEIRAS QUE ADERIRAM AO REUNI

Felipe Augusto Abreu BOAVENTURA (UFV) - Brasil
E-mail: felipefelipeaugusto175@yahoo.com.br

Ney Paulo MOREIRA (UFV) - Brasil
E-mail: ney.moreira@ufv.br

Alice Rodrigues ALENCAR GONÇALVES (UFV) - Brasil
E-mail: alice.rodrigues.10@hotmail.com

Buscou-se analisar os fatores associados ao custo por aluno das universidades federais brasileiras que aderiram ao Programa de Apoio aos Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Públicas (REUNI) durante o período de 2008 a 2017 por meio de um banco de dados que conta com 52 universidades. Foram utilizados os indicadores de desempenho propostos pelo Tribunal de Contas da União (TCU) e a análise estatística se deu por meio da regressão linear múltipla com dados em painel. Observou-se um acréscimo do custo por aluno no ano de 2009, seguido por reduções desse indicador no período de 2010 a 2012. Em 2013 e 2014 o custo por aluno voltou a crescer, apresentando sucessivas quedas em 2015 e 2016, encerrando o ano de 2017 com um aumento de 8,85% em relação a 2008. A quantidade de alunos em tempo integral por professor, a quantidade de alunos por funcionários e o grau de participação estudantil apresentaram associação negativa com o custo por aluno, demonstrando que quanto maior esses indicadores, menor foi o custo por aluno das universidades. Por sua vez, o grau de envolvimento com atividades de pós-graduação stricto sensu e o índice de qualificação do corpo docente apresentaram relação positiva com o custo por aluno, estando associados aos maiores valores de custos por aluno.

Palavras-Chave:Custo por aluno. Universidades federais. REUNI.


ANÁLISE DOS GASTOS PÚBLICOS COM EDUCAÇÃO EM ENSINO FUNDAMENTAL DOS MUNICÍPIOS DE MATO GROSSO DO SUL

ANDERSON MATHEUS DE SOUZA DE OLIVEIRA (UFSC) - Brasil
E-mail: andiolivver@hotmail.com

Leonardo FLACH (UFSC) - Brasil
E-mail: leoflach@cse.ufsc.br

Luísa Karam de MATTOS (UFSC) - Brasil
E-mail: luisakmattos@gmail.com

A presente pesquisa tem por objetivo identificar a eficiência dos gastos públicos destinados ao ensino fundamental dos municípios do estado do Mato Grosso do Sul. Para alcançar o objetivo proposto, aplicou-se a modelagem matemática de Análise Envoltória de Dados (DEA) pelo modelo BCC, tomando-se como variáveis: despesas liquidadas, gasto médio por aluno matriculado, Índice de Desenvolvimento Humano em educação e renda e o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB). Os resultados desta pesquisa demonstram que apenas 12,8 % dos municípios atingiram o nível máximo de eficiência. De maneira geral, os dados demonstram que os municípios do estado do Mato Grosso do Sul (MS) alocaram os recursos para a educação de forma eficiente, uma vez que a média de score dos setenta e oito municípios foi de 87,50%. Além disso, foi possível concluir que um alto volume de recursos públicos alocados para o ensino fundamental nem sempre resulta em uma maior nota no IDEB.

Palavras-Chave:Eficiência. Gastos públicos. Análise envoltória de dados.


EXECUÇÃO DO ORÇAMENTO UNIVERSITÁRIO: UM ESTUDO DA RELAÇÃO DO ORÇAMENTO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO NORTE DO PARANÁ E O DESEMPENHO MUNICIPAL.

Luciano Matias DINIZ (UENP) - Brasil
E-mail: dinizlm@superig.com.br

Marcelo Rodrigues SANTANA (UENP) - Brasil
E-mail: marcelorodrigues.cic@gmail.com

Fátima Aparecida da Cruz PADOAN (Uenp) - Brasil
E-mail: fatimapadoan@uenp.edu.br

Em um ambiente de desempenho esperado, onde vários fatores influenciam e são influenciados, as universidades aparecem como ator principal, intermediando e agregando conhecimento ao seu participante direto, que por sua vez irá propor a aplicação deste conhecimento em uma escala ainda maior. Neste contexto, onde a universidade é importante mediadora do conhecimento, o presente estudo tem por objetivo analisar a existência da correlação estatística entre a execução orçamentária dos três campi da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) e o Índice Ipardes de Desenvolvimento Municipal (IPDM). Desta forma, foi realizado um levantamento acerca da realização orçamentária da UENP, entre os anos de 2009 a 2014, relacionando-os com os índices IPDM, de modo a evidenciar características que permitissem alcançar os objetivos aqui propostos. De modo geral, a pesquisa mostra que os gastos públicos na execução orçamentária da UENP mantem uma correlação estatística positiva com o desempenho municipal, guardando característica com a área específica a quantidade dos cursos ofertados.

Palavras-Chave:IPDM, Execução Orçamentária, Desempenho municipal


GESTÃO DE CUSTOS NO GOVERNO FEDERAL BRASILEIRO

Marcos Roberto dos SANTOS (UFPR) - Brasil
E-mail: marcos.santos@ufpr.br

Simone Bernardes VOESE (UFPR) - Brasil
E-mail: simone.voese@gmail.com

A obrigatoriedade de apuração de custos no âmbito da administração pública brasileira ultrapassa pouco mais de meio século, e ao longo desse período normas adicionais foram sendo implementadas a fim de aprimorar as regras para apuração de custos, incluindo ainda, o processo de convergência das normas brasileiras de Contabilidade Pública. A partir deste contexto, esta pesquisa objetivou avaliar o uso de sistema de custos no setor público federal brasileiro, obtido a partir da análise das justificativas de uso de sistemática de apuração de custos apresentadas nos Relatórios de Gestão de instituições públicas federais disponibilizados no sítio eletrônico do Tribunal de Contas da União (TCU). Para tanto, foram utilizadas as abordagens análise de conteúdo e análise documental, sendo avaliadas 203 unidades, com base nos Relatórios de Gestão do ano de 2017, representando 61,52% das unidades federais. O resultado apontou pela falta de institucionalização do uso de sistema de custos, uma vez que 16 unidades indicaram o uso, enquanto 177 unidades indicaram o não uso, e 10 unidades não foi possível avaliar o (não) uso. Destaca-se dentro das unidades que não fazem uso, a existência de três fatores: a complexidade dos processos, a falta de estrutura e a ausência de definições de órgãos superiores. Por outro lado, 34 unidades estão em processo de implementação e parametrização de processos e sistemas, indicando o interesse destas IFES pela gestão de custos, devendo ampliar uso de sistema de apuração de custos

Palavras-Chave:apuração de custos, sistemas de custos, administração pública


GESTÃO DOS CUSTOS UNIVERSITÁRIOS: UMA ABORDAGEM DO CUSTEIO BASEADO EM ATIVIDADES – ABC

Elizabete Ribeiro Sanches SILVA (UNIFEI) - Brasil
E-mail: elizabete@unifei.edu.br

Vinícius Manoel GONÇALVES (UNIFEI) - Brasil
E-mail: viniciusmlopes@yahoo.com.br

Davi Braga DA CRUZ (UNIFEI) - Brasil
E-mail: davibc19@hotmail.com

Bruno Marcio DA CUNHA REIS (UNIFEI) - Brasil
E-mail: reis.bruno92@gmail.com

A gestão de custos é um tema relevante nas Instituições Federais de Ensino Superior (IFES), que necessitam gerenciar seus recursos de forma transparente, mas não dispõem de um sistema de custos adequado para tal. Assim, é proposta a implantação do Custeio Baseado em Atividades (ABC) em uma IFES, em uma de suas unidades acadêmicas. Através da pesquisa-ação, é possível analisar os custos da instituição e suas respectivas atividades de ensino, pesquisa, extensão e apoio. Com o levantamento de custos e de informações nos relatórios e nos sistemas institucionais, foi possível conhecer melhor os gastos e sua relação com as atividades desenvolvidas na IFES, já que o detalhamento do ABC ajuda a compreender a complexidade do processo e a origem dos gastos. Com o sistema de custeio ABC é possível visualizar a disparidade de investimentos nas atividades da instituição, assim como nos cursos ofertados.

Palavras-Chave:Gestão de Custos, ABC, IFES


MODELAGEM DO SISTEMA DE CUSTOS NAS INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE ENSINO SUPERIOR – IFES: UM ESTUDO DE CASO NA UFRN

José Isak de Oliveira FONTES (UFRN) - Brasil
E-mail: isac_fontes@hotmail.com

Andre Morais GURGEL (UFRN) - Brasil
E-mail: andregurgel@reitoria.ufrn.br

Buscando atender a legislações e melhorar sua qualidade gerencial, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN trabalhou numa proposta de mensuração de custos capaz de gerar informações que evidenciem a qualidade do seu gasto conforme suas finalidades institucionais. Este esforço resultou na concepção da modelagem do sistema de custos. O presente trabalho objetivou avaliar a modelagem do Sistema de Custos proposto pela UFRN, identificando as barreiras e indicando melhorias para sua aplicabilidade na universidade. Neste intuito, realizou-se levantamento bibliográfico, análise documental e, quanto aos procedimentos adotados, o estudo de caso com abordagem qualitativa. Em seguida, efetuou-se a simulação do modelo de custos no Centro Acadêmico de Biociências, sob análise crítica das barreiras relacionadas ao processo de apuração de custos. Os resultados permitiram inferir que há aplicabilidade desse modelo na UFRN, desde que haja adequações tanto nos sistemas estruturantes (SIPAC, SIGRH e SIGAA), quanto no próprio modelo de custos. Observou-se ainda a necessidade de inserir novos procedimentos nas solicitações de gastos geradas nas requisições, parametrizar os sistemas de modo a melhorar o controle orçamentário, financeiro e patrimonial, a ponto do SIC captar as informações necessárias para a apuração dos custos. Por fim, é preciso adotar uma política estratégica institucional de custo relacionado ao processo de implantação desta ferramenta na UFRN.

Palavras-Chave:Instituições de Ensino Superior; Sistema de Informações de Custos; Modelagem de apuração de custos


PROCESSO DE AQUISIÇÕES NA GESTÃO PÚBLICA BRASILEIRA: APLICAÇÃO DA METODOLOGIA DE CÁLCULO DO CUSTO TOTAL DE PROPRIEDADE

Rogério Diógenes CAETANO (FEA USP) - Brasil
E-mail: rogerio.caetano@usp.br

Márcio Luiz BORINELLI (USP) - Brasil
E-mail: marciolb@usp.br

Welington ROCHA (FEA-USP) - Brasil
E-mail: w.rocha@usp.br

Este trabalho utiliza o conceito de Custo Total de Propriedade - CTP (Total Cost of Ownership - TCO) para sugerir sua utilização como ferramenta de cálculo necessária para aprimorar o processo de aquisição de bens duráveis por órgãos públicos, que em geral são baseados no menor preço como critério de decisão de compra, pautado pela Lei de Licitações (Lei 8.666/93). A questão de pesquisa é: quais aspectos seriam impactados com a aplicação da metodologia de cálculo do conceito de Custo Total de Propriedade no fluxo de aquisição de um bem durável em um órgão da administração pública municipal? A pesquisa se enquadra como qualitativa, utiliza análise documental e aplica questionário semiestruturado aos atores responsáveis pelo processo licitatório na prefeitura de uma cidade paulista. O objetivo é demonstrar a metodologia de cálculo baseado no conceito de CTP em processos de aquisição de bens pelo setor público, para aperfeiçoar os processos de licitação, considerando-se custos de pré-aquisição, de aquisição e de pós-aquisição. Como conclusão, tem-se o que segue: (i) a padronização do cálculo permite melhora no planejamento financeiro de aquisições; (ii) a adoção do conceito de CTP na gestão pública é coerente e consistente com as diretrizes da Lei de Responsabilidade Fiscal; e (iii) o uso do CTP melhora a descrição técnica na etapa inicial realizada pelo solicitante do bem.

Palavras-Chave:Custo total de propriedade. Licitações. Aquisição. Gestão pública.


QUEM ESTÁ FICANDO PARA TRÁS? UMA ANÁLISE DA TRANSPARÊNCIA PÚBLICA DOS PORTAIS ELETRÔNICOS DE MUNICÍPIOS TOCANTINENSES

Xenise Milhomem Brandão ARAÚJO (UFT) - Brasil
E-mail: xenise@uft.edu.br

Clóvis Antônio KRONBAUER (Unisinos) - Brasil
E-mail: clovisk@unisinos.br

José Ribamar Marques de CARVALHO (UFCG e UNISINOS) - Brasil
E-mail: profribamar@gmail.com

Gianinni Martins Pereira CIRNE (UFCG e UNISINOS) - Brasil
E-mail: gianinni.martins@gmail.com

Esta pesquisa visou analisar o nível de transparência pública das informações sobre os atos da gestão pública divulgadas nos sítios eletrônicos de prefeituras de municípios dos estados de Tocantins. Quanto à metodologia, classifica-se como descritiva, documental e quali-quantitativa. Assim, foram acessados os sites oficiais de 66 prefeituras tocantinenses, analisados por faixa populacional, conforme modelos propostos por Silva (2013), Amorim (2012) e Amorim & Almada (2016). Os resultados encontrados, de modo geral, revelam que a observância à LAI, em média, foi melhor do que à LRF. No tocante a acessibilidade dos sites oficiais das prefeituras que fazem parte da amostra, observou-se que apresentam uma transparência pública razoável nos aspectos quanto ao acesso por portadores de necessidades especiais e à flexibilidade e eficiência do portal. Percebeu-se também que a usabilidade e acessibilidade e acessibilidade tem sido adotadas pelos portais, todavia ainda necessitam de maior empenho no sentido de atender plenamente aos aspectos obrigatórios e voluntários dispostos nos dispositivos legais.

Palavras-Chave:Lei de Responsabilidade Fiscal. Lei de Acesso à Informação. Usabilidade. Acessibilidade.


RELAÇÃO ENTRE DESEMPENHO E CUSTOS NO SETOR PÚBLICO: UM ESTUDO NAS UNIVERSIDADES FEDERAIS DO BRASIL

Antonio Erivando XAVIER JUNIOR (UFERSA) - Brasil
E-mail: eri_jr@hotmail.com

Aline KELLY DE MENEZES (IFRN) - Brasil
E-mail: aline_meneses_@hotmail.com

CARLOS ALANO SOARES DE ALMEIDA (UFERSA) - Brasil
E-mail: alano@ufersa.edu.br

Alvaro FABIANO PEREIRA MACEDO (UFERSA) - Brasil
E-mail: alvarofabiano@yahoo.com.br

O objetivo geral do presente trabalho é analisar a relação entre desempenho e custos nas universidades federais do Brasil. Os dados para aferição dos custos foram coletados das Variações Patrimoniais Diminutivas das universidades, obtidas por meio dos Balancetes contábeis, solicitados pelo Serviço de Informação ao Cidadão, e para o desempenho foram coletados os 09 (nove) indicadores de desempenho do Relatório de Gestão recomentados pelo TCU e o indicador IGC obtido no site do INEP/MEC, todos para o período de 2015 a 2017. Para atingir o objetivo geral, primeiramente, foi mensurado os custos das universidades por meio da metodologia de Santos (2014). Com o custo total obtido foi efetuado o rateio pelo quantitativo de alunos equivalentes, resultando no Custo por aluno equivalente, com objetivo de minimizar os efeitos do porte da universidade. A correlação foi verificada pelo SPSS 20.0. Os resultados sugerem que existe relação entre desempenho e custos nas universidades federais do Brasil, na medida em que dos 10 (dez) indicadores de desempenho utilizados na pesquisa, 07 (sete) tem correlação estatisticamente significante com os custos, sendo 06 (seis) correlações positivas e moderadas e 01 (uma) correlação negativa e fraca. Outro achado importante dessa pesquisa foi na análise regional, onde as regiões sul e sudeste possuem os maiores custos por aluno equivalente, mas também os melhores valores para a maioria dos indicadores de desempenho, em especial os que são positivamente correlacionados com os custos. Isso sugere que os investimentos nas universidades afetam seus resultados, concedendo retorno em melhores desempenhos.

Palavras-Chave:Eficiência. Desempenho. Custos.


RELAÇÃO ENTRE INDICADORES DE DESEMPENHO DE GESTÃO DAS UNIVERSIDADES FEDERAIS E OS RANKINGS ÍNDICE GERAL DE CURSOS E RANKING UNIVERSITÁRIO FOLHA

Luciane DOMBROSKI (UFPR) - Brasil
E-mail: lucianedombroski@yahoo.com.br

Marcos Roberto dos SANTOS (UFPR) - Brasil
E-mail: marcos.santos@ufpr.br

Simone Bernardes VOESE (UFPR) - Brasil
E-mail: simone.voese@gmail.com

Esta pesquisa analisa a relação entre os indicadores de gestão propostos pelo Tribunal de Contas da União (TCU) para as Instituições Federais de Ensino Superior (IFES) com os rankings Índice Geral de Cursos (IGC) e o Ranking Universitário da Folha (RUF) no período entre 2013 a 2017. Os indicadores propostos pelo TCU retratam o desempenho da gestão, o IGC representa a qualidade dos cursos de ensino superior enquanto que o RUF utilizado no estudo classifica e compara a qualidade das universidades brasileiras. Para a análise foram selecionadas cinquenta e duas IFES. O modelo de análise proposto relacionou estes três grupos de indicadores por meio das técnicas estatísticas descritivas e análise de regressão com dados em painel. Entre os principais resultados encontrados destaca-se que os indicadores de gestão: custo aluno, o grau de envolvimento com a pós-graduação e a quantidade de alunos assistidos por professor, são variáveis explicativas tanto do RUF quanto do IGC.

Palavras-Chave:Indicadores de desempenho do TCU; IGC; RUF.


RELAÇÕES ENTRE DIRECIONADORES DE CUSTOS E A INTENSIDADE DO USO DE RECURSOS HUMANOS A PARTIR DO CUSTEIO ABC NO CONTEXTO DE UM HOSPITAL PÚBLICO UNIVERSITÁRIO

Lorena de souza ARRUDA (Ufrpe) - Brasil
E-mail: lorenaarruda@gmail.com

Antônio André Cunha CALLADO (UFRPE) - Brasil
E-mail: andrecallado@yahoo.com.br

Aldo Leonardo Cunha CALLADO (UFPB) - Brasil
E-mail: aldocallado@yahoo.com.br

Célio Beserra de SÁ (UFRPE) - Brasil
E-mail: celio.beserra@yahoo.com.br

O objetivo deste artigo foi analisar as relações entre os direcionadores de custos e a intensidade do uso de recursos humanos no setor de Nutrição de um hospital público universitário localizado no Estado de Pernambuco a partir da ótica do sistema de custeio ABC. Para atingir o objetivo proposto pelo artigo, foi realizada uma pesquisa descritiva e quantitativa. Foram coletadas informações acerca da intensidade de recursos humanos, bem como sobre atributos direcionadores das atividades (complexidade, frequência e importância) executadas. Foram identificados três grupos distintos de atividades (nutrição clínica, nutrição ambulatorial e de produção) executadas no âmbito do setor investigado. Para a coleta de dados foram consideradas três técnicas: entrevistas, pesquisa documental e observação. Os atributos direcionadores foram analisados por meio de análise de conteúdo e análise do discurso. Para testar a significância estatística das diferenças entre os grupos foi utilizado o teste de Kruskall-Wallis. Para analisar a significância estatística das relações entre os atributos e a intensidade do uso foi utilizado o coeficiente de correlação de Spearman. Foram encontradas especificidades acerca do uso de recursos humanos, complexidade e frequência e nenhum dos atributos se mostrou relacionado à intensidade do uso de recursos humanos.

Palavras-Chave:Custeio ABC. Direcionadores de custos. Custos no setor público.


SISTEMAS DE CUSTEAMENTO DO SERVIÇO PÚBLICO: ESTUDO COMPARATIVO ENTRE DOIS MODELOS DE CUSTOS EM UMA UNIVERSIDADE PÚBLICA FEDERAL

Antonio Erivando XAVIER JUNIOR (UFERSA) - Brasil
E-mail: eri_jr@hotmail.com

Ravênia Bruna Paula RIBEIRO (UFERSA) - Brasil
E-mail: raveniabruna@hotmail.com

Renato Henrique Gurgel MOTA (UFERSA) - Brasil
E-mail: renatohenriq@gmail.com

LUIZ CLAUDIO OLIVEIRA RAFAEL (UFERSA) - Brasil
E-mail: luizcrafael@live.com

A gestão de custos é uma ferramenta indispensável dentro de uma instituição, tendo em vista que por meio dela é possível obter informações que irão auxiliar na tomada de decisão, no planejamento e na execução dos gastos, permitindo que os gestores consigam analisar por meio dos resultados se o recurso foi aplicado da melhor forma. Esta pesquisa tem como objetivo geral analisar qual sistema de custeamento é mais exequível dentro do contexto atual da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA). Para a execução desse objetivo foi apurado os custos dos cursos de graduação e pós-graduação oferecidos pela instituição, por meio de dois modelos de custeios, sendo eles: Machado e Holanda (2010) e Santos (2014). Desta forma foi possível demonstrar qual o modelo é mais exequível para execução. A metodologia consiste em pesquisa descritiva e bibliográfica, com a abordagem qualitativa. Após a demonstração dos custos pelos dois modelos, foi feita a comparação de um modelo com o outro com o objetivo de verificar as distorções. Os resultados da pesquisa constataram, após a apuração dos custos uma diferença de 7,13% entre o custo total dos modelos, sendo o de Machado e Holanda (2010) apresentou um custo maior do que o apurado pelo modelo de Santos (2014). Nessa pesquisa o termo exequível representa o sistema que produzirá a informação de custo de forma mais pratica e fidedigna, utilizando os dados disponíveis, dessa forma, o modelo de Santos (2014) foi considerado mais exequível.

Palavras-Chave:Modelos de custeios. Gestão. Exequível.


TRANSPARÊNCIA FISCAL E EFICIÊNCIA DOS GASTOS PÚBLICOS EM EDUCAÇÃO E SAÚDE: ESTUDO NOS MUNICÍPIOS CEARENSES

Francisca Francivânia Rodrigues Ribeiro MACÊDO (UVA) - Brasil
E-mail: francymacedo2011@gmail.com

Maria Raynne Gomes DOS REIS (UVA) - Brasil
E-mail: raynnereis@hotmail.com

Maria Augusta SILVEIRA (UVA) - Brasil
E-mail: augusta.silveira.m@gmail.com

Neusa Maria Gonçalves SALLA (URI Santo Ângelo) - Brasil
E-mail: neusalla@san.uri.br

Este estudo teve por objetivo analisar a relação da transparência fiscal com a eficiência dos gastos públicos em educação e saúde nos municípios cearenses. Para isso, realizou-se pesquisa descritiva conduzida por meio de análise documental e abordagem quantitativa. A população compreendeu os 184 municípios cearenses. Para tratamento dos dados utilizaram-se medidas de estatísticas descritivas, correlação de Pearson e análise de envelopamento de dados (DEA). Os resultados mostraram que nenhum dos municípios analisados foi 100% transparente, sendo Jaguaribara, Maracanaú e Milhã, os melhores qualificados. Enquanto Pedra Branca foi o menos transparente. No tocante à eficiência na aplicação dos recursos públicos em educação, os municípios de Acaraú, Chorozinho e Reriutaba destacaram-se positivamente ao obterem o 1° lugar no ranking. Ao passo que, os municípios de Aquiraz, Caridade, Itapipoca, dentre outros, ocuparam os últimos lugares. No que concerne à eficiência na combinação das despesas de saúde com as receitas correntes e tributárias, Ararendá, Crateús, Fortaleza, dentre outros, mostraram-se os mais eficientes na aplicação dos recursos em saúde. Em contraposição, os municípios de Quiterianópoles, Senador Sá e Tururú foram os menos eficientes. Ao final, percebeu-se que embora se tenham leis que exijam o cumprimento de certas posturas fiscais, muitos municípios cearenses ainda deixam a desejar. Além disso, outros necessitam aprimorar-se no quesito custo/benefício/retorno dos recursos públicos à população. Viu-se também que não se podia afirmar que existia relação entre o nível de divulgação de informações fiscais (transparência fiscal) e a eficiência na alocação dos recursos públicos em educação e saúde.

Palavras-Chave:Transparência fiscal. Eficiência. Gastos públicos. Educação. Saúde.


VARIÁVEIS DE INFLUÊNCIA NO IDEB DO ENSINO FUNDAMENTAL DOS MUNICÍPIOS PAULISTA EM 2017

Jaime CROZATTI (EACH/USP) - Brasil
E-mail: jcrozatti@usp.br

Na década de 2000 o INEP apresentou o IDEB – Índice de Desenvolvimento da Educação Básica como indicador da qualidade da educação Básica. Desde então, o IDEB tem sido usado para avaliação da política pública como referência de qualidade de escolas e redes de ensino. Este artigo tem como objetivo identificar as variáveis que mais influenciaram o IDEB das redes do ensino fundamental gerido pelos municípios do estado de São Paulo no ano de 2017. A partir de trinta e três indicadores das redes educacionais e de condições econômicas dos municípios, citados pela literatura e disponibilizados por órgãos públicos, o estudo faz uso da regressão múltipla pelos Mínimos Quadrados Ordinários (MQO) com o procedimento stepwise como método de análise. Os resultados apontam para a condição da educação fundamental existente na respectiva rede, avaliada pelo IDEB de 2015, a remuneração dos profissionais da educação, a distorção idade série dos alunos, a existência do conselho municipal de educação e a taxa de aprovação dos alunos nas redes como os indicadores das condições que mais influenciaram, com significância estatística, no IDEB de 2017. Esta combinação de variáveis tem o poder de explicar quase 70% da nota do IDEB das redes municipais em foco.

Palavras-Chave:IDEB, Ensino Fundamental, Influência no IDEB




6. Custos como ferramenta para o planejamento, controle e apoio a decisões



A GERAÇÃO DOS CUSTOS OCULTOS: UM ESTUDO SOBRE ESSA VERTENTE COMO UM DOS FATORES DE REDUÇÃO DO LUCRO

José Arilson SOUZA (UNIR) - Brasil
E-mail: professorarilson@hotmail.com

Márcia Eliza MOREIRA DA ROCHA (UNIR) - Brasil
E-mail: marciaeliza_m@hotmail.com

Elder Gomes RAMOS (UNIR) - Brasil
E-mail: ramos.elder@gmail.com

Elizângela Maria Oliveira CUSTÓDIO (UNIR) - Brasil
E-mail: elizangelam@msn.com

Isabelly Caroline Gask de SOUZA (UNIR) - Brasil
E-mail: isabelly.gask.souza@hotmail.com

Entender e controlar os custos atualmente gera vantagens diante do mundo mercadológico intenso, mesurar os custos ocultos é fornecer informações mais precisas e assertivas para as tomadas de decisões, quando essas informações são mal administradas podem impactar negativamente no lucro e no desempenho das empresas. Este estudo teve como objetivo identificar os custos ocultos em uma empresa de pequeno porte que realiza a atividade de recauchutagem de pneus localizada no Município de Vilhena – RO, o método utilizado foi o IMPM (Integrated Manufacturing Performance Measure) desenvolvido por Son e Park (1987) é um Modelo de Desempenho Global de Produção que permite encontrar a relação de causa-efeito dos custos cultos na produtividade. O método permite mensurar: ociosidade, estoque do produto acabado, absenteísmo e atestado médico. O período analisado foi o ano de 2016, nos resultados os valores dos custos ocultos encontrados são bem relevantes para a empresa, o total foi de R$ 670.724,40. A produtividade foi estabelecida sob 5 valores financeiros: mão-de-obra direta, matéria prima, energia elétrica, depreciação e instalações. Portanto os custos ocultos tem influência na produtividade econômica e portando vale compreender cada elemento do custo oculto aplicar meios que possibilitam maior controle afim de minimizar perdas.

Palavras-Chave:Custo oculto, mensuração, processo produtivo.


A IMPORTÂNCIA DA EVIDENCIAÇÃO E ANÁLISE DOS CUSTOS OCULTOS: UM ESTUDO NO SEGUIMENTO DE OFICINA DE MOTOS.

José Arilson SOUZA (UNIR) - Brasil
E-mail: professorarilson@hotmail.com

Júnior SERAFIM (UNIR) - Brasil
E-mail: jnr.serafim27@gmail.com

Joelson Agustinho DE PONTES (UNIR) - Brasil
E-mail: joelson_ro@hotmail.com

Elder Gomes RAMOS (UNIR) - Brasil
E-mail: ramos.elder@gmail.com

Isabelly Caroline Gask de SOUZA (UNIR) - Brasil
E-mail: isabelly.gask.souza@hotmail.com

O presente trabalho tem a finalidade de mostrar a importância da evidenciação e análise dos custos ocultos em uma oficina de motos. Num mercado cada vez mais competitivo, o seguimento de motocicletas não fica atrás, sendo assim conhecer os custos é primordial para a tomada de decisão dos gestores. Esta pesquisa tem como objetivo geral evidenciar os benefícios de uma análise eficaz de custos ocultos concernente a lucratividade e competitividade de uma micro empresa através do modelo SAPROV (Sistema de Avaliação de Produtividade Vetorial). Os custos ocultos abordados na pesquisa foram às variáveis de: set-up, retrabalho, estoque, ociosidade, perdas, litígio, acidente de trabalho, atestado médico, inspeção e movimentação inútil. O período de análise foi o exercício de 2016 e os resultados apontaram para R$ 49.696,50 de custo ocultos nas variáveis analisadas na micro empresa no período pesquisado. Constatou-se, portanto, que os custos ocultos representam impacto significativo na produtividade da oficina mecânica de motos, demonstrando a importância de identificá-los visando melhorar o seu resultado operacional.

Palavras-Chave:Análise, Custo Oculto, Micro empresa, Motocicletas.


ANÁLISE DA RELAÇÃO DO DESEMPENHO ESPORTIVO E FINANCEIRO DOS BIGFOUR TIMES DE FUTEBOL DO RIO DE JANEIRO E SÃO PAULO

Denize Lemos DUARTE (UFU) - Brasil
E-mail: denize_ld@hotmail.com

Fernando Santos RIBEIRO (UFU) - Brasil
E-mail: fernando_13_93@hotmail.com

Sérgio Lemos DUARTE (UFU) - Brasil
E-mail: sergioufu@gmail.com

O futebol é conhecido por ser uma das modalidades esportivas mais influentes do mundo, além de sua importância cultural. No Brasil, o esporte é considerado símbolo nacional, sendo notável também suas transações bilionárias. Esse esporte passou a ser explorado também como uma fonte geradora de recursos financeiros. Com a criação da Lei Pelé, em 1998, os clubes de futebol passaram a divulgar suas demonstrações contábeis, na busca de transparência e conformidade diante de seus associados. Nesse contexto, o objetivo deste estudo é entender a relação entre a performance dos times em campeonatos e sua situação econômica e financeira. Analisou-se os bigfour times do Rio de Janeiro e de São Paulo, no período de 2015 a 2017. Foram delineadas regressões lineares, correlações e análises horizontais no intuito de se comprovar o efeito da relação entre as variáveis. Dentre os principais resultados encontrados, demonstrou-se que a associação e significância é praticamente inexistente entre as variáveis selecionadas para o modelo. Em 2015, o Botafogo apesar de não ter conquistado nenhum título neste ano, apresentou melhor ROI. Em 2016, o Flamengo apresentou melhor ROI e também não conquistou títulos, o Santos, que conquistou título neste ano, apresentou o melhor índice em relação ao giro dos ativos e o segundo melhor ROI. Em 2017, o Corinthians conquistou títulos, mas demonstrou o menor giro de ativos e menor ROE comparado com os demais times, ao contrário do Botafogo que apresentou o maior giro do ativo, ROI e liquidez de caixa e não conquistou nenhum título.

Palavras-Chave:Desempenho. Futebol. Resultado Financeiro.


ANÁLISE DE CUSTOS NA RETAGUARDA CENTRALIZADA DE UMA COOPERATIVA DE CRÉDITO

Jaqueline Pereira MIRANDA (UNIAVAN) - Brasil
E-mail: jaqueline_pereira@sicredi.com.br

JOÃO LUIZ DOS SANTOS JUNIOR (UNIAVAN) - Brasil
E-mail: joao@ethos.net.br

Bruna TEIXEIRA (UNIAVAN) - Brasil
E-mail: brunatteixeira@gmail.com

Com a incessante busca por eficácia, as empresas estão otimizando seus processos e aprimorando suas atividades gerenciais para reduzir seus custos e despesas, contribuindo para melhoria dos seus resultados. Por esta razão, a instituição financeira estudada criou uma retaguarda centralizada para realizar as atividades operacionais e burocráticas, aumentando assim, a capacidade comercial das agências permitindo que foquem em novos negócios e também aprimorar o atendimento aos associados. Este trabalho tem como objetivo, identificar os custos da retaguarda centralizada da cooperativa de crédito estudada, utilizando o método TDABC que se baseia no tempo estimado para execução das atividades. O resultado do estudo apresenta o custo de cada atividade desempenhada pela retaguarda centralizada e desta forma, os gestores poderão utilizá-lo como ferramenta gerencial de medida de eficiência e gerenciamento dos custos de cada tipo de processo.

Palavras-Chave:TDABC. Custos. Otimização. Retaguarda centralizada


ANÁLISE DESCRITIVA DA UTILIDADE DA INFORMAÇÃO DE CUSTOS NAS EMPRESAS BRASILEIRAS DE HOTELARIA: UMA VISÃO SOB A PERSPECTIVA DO TOMADOR DE DECISÃO

Carlos Simão STRUCKAS FILHO (FEA/USP) - Brasil
E-mail: carlos.simao.filho@usp.br

Márcio Luiz BORINELLI (USP) - Brasil
E-mail: marciolb@usp.br

Welington ROCHA (FEA-USP) - Brasil
E-mail: w.rocha@usp.br

Neste trabalho investiga-se a utilidade das informações de custos no processo de tomada de decisão dos gestores de empresas brasileiras de hotelaria. Aplicou-se a Teoria da Informação para o entendimento e conceituação do que é Informação e delimitação prática para caracterização da Informação de Custos, permitindo a sistematização e descrição das informações provenientes dos artefatos investigados nesta pesquisa. Assim, utilizou-se de um levantamento com aplicação de questionário voltado à mensuração da intensidade de uso, indicador da utilidade empregado pela pesquisa, das informações de custos pelos gestores hoteleiros, mensurado por meio de uma escala likert de 7 pontos. Foram enviados às 10.800 empresas listadas no Cadastro Nacional de Empresas Turísticas do Ministério do Turismo (3ºsem./2018), obtendo-se um retorno de 58 questionários válidos. Os resultados indicam os seguintes valores médios de utilização das Informações de Custos provenientes de artefatos de: (a) Mensuração de Custos, 5,4 e 5,4; (b) Gestão Operacional de Custos, 5,4 e 5,4; e, (c) Gestão Estratégica de Custos, 4,6 e 4,7; nos processos de tomada de decisão operacional e estratégica, respectivamente, dos gestores das empresas brasileiras de hotelaria, bem como o efeito positivo do porte sobre a utilidade da informação. Ainda, identifica-se que os artefatos tidos como mais úteis pelos gestores das empresas brasileiras de hotelaria são: (a) Mensuração de Custos – custeio pleno e custeio por absorção; (b) Gestão Operacional de Custos – análise custo-volume-lucro, análise vertical, análise horizontal e custeio baseado em atividades; (c) Gestão Estratégica de Custos – gestão do custo alvo e gestão baseada em atividades.

Palavras-Chave:Informação de custos. Contabilidade de custos. Tomada de decisão. Hotelaria.


ANÁLISE DO COMPORTAMENTO ASSIMÉTRICO DOS CUSTOS NA EMPRESA PORTOBELLO S.A.

Felipe Carlos VARGAS (UNIAVAN) - Brasil
E-mail: feliperecriarte@gmail.com

Aline WILLEMANN KREMER (UFSC) - Brasil
E-mail: alinekremer_@hotmail.com

Bruna TEIXEIRA (UNIAVAN) - Brasil
E-mail: brunatteixeira@gmail.com

A evolução das pesquisas na área de comportamento assimétrico de custos se dão na compreensão de seus fatores explicativos de forma mais específica para cada setor e empresa. Assim, a presente pesquisa tem como questão norteadora: Qual a interferência do grau de imobilização na assimetria dos custos da empresa Portobello S.A. ao longo de 1999 a 2018?. Para todos os itens de gastos, os resultados encontrados também corroboram o estudo de Kremer, Pinheiro e Ferrari (2014), que analisaram o impacto do grau de imobilização no comportamento assimétrico das empresas do setor de telecomunicações brasileiro. Em contrapartida, refutam os resultados mencionados na literatura internacional e nacional, como o de Grejo et al (2019), onde apontam que em empresas com maior grau de imobilização a assimetria é maior. Por fim, sugere-se para futuras pesquisas a análise de forma individual de cada uma das empresas do setor de indústria cerâmica e, ainda, obter complemento aos resultados obtidos por meio de entrevistas com profissionais internos à organização, a fim de que comentem os resultados encontrados. Da mesma forma, propõe-se estudos individuais em outras empresas de diferentes setores.

Palavras-Chave:Comportamento dos custos; Sticky costs, Indústria Cerâmica.


ANÁLISE DOS CUSTOS DAS ATIVIDADES DE UMA ESCOLA DE TEATRO

Christian Henrique da SILVA (IENH) - Brasil
E-mail: christianhs45@gmail.com

Dusan SCHREIBER (Feevale) - Brasil
E-mail: dusan@feevale.br

Este artigo trata de um estudo de caso de uma escola de teatro localizada na cidade de Porto Alegre, no estado do Rio Grande do Sul. Tendo em vista sua necessidade manifesta em obter dados para gerenciamento de seus processos de trabalho, esta pesquisa teve como objetivo identificar e analisar quais são os custos das atividades desenvolvidas pela escola de teatro Alfa. Trata-se de uma pesquisa aplicada, qualitativa, exploratória e descritiva, que utilizou de levantamento documental e entrevistas semiestruturadas para a etapa de coleta de dados. A pesquisa pode ser considerada de natureza aplicada. Os resultados identificaram 36 atividades mais relevantes executadas usualmente, as quais utilizam 12 diferentes recursos, no processo de prestação de serviço da escola. Valendo-se dos benefícios decorrentes do método de custeio ABC, os recursos foram alocados às atividades da empresa, a fim de mensurar seus custos. Dessa forma foi possível colaborar para a gestão da empresa, avaliando as atividades e os custos decorrentes delas, facultando a identificação das mais relevantes e possibilitando um melhor gerenciamento nos processos internos para a prestação do serviço final. Constatou-se, ainda, a ocorrência da execução de uma mesma atividade por colaboradores com capacidades e remunerações distintas, encarecendo atividades de fácil execução. Além disso, foi identificada a sobrecarga de trabalho para alguns cargos, situação que poderia ser resolvida por uma melhor distribuição das atividades da empresa.

Palavras-Chave:Atividades. Custos. Custeio baseado em atividades. Escola de teatro.


ANÁLISE DOS GASTOS COM A ROTATIVIDADE DE FUNCIONÁRIOS EM UMA EMPRESA DE COMÉRCIO DE COMBUSTÍVEIS DO INTERIOR DO RIO GRANDE DO SUL

Franciele Adilles FINGER (UNISC) - Brasil
E-mail: franciele.finger@hotmail.com

Ana Cristine HEINEN (UNISC) - Brasil
E-mail: anaheinen@yahoo.com.br

Clari SCHUH (Unisc) - Brasil
E-mail: clarischuh@uol.com.br

Marco Aurélio Batista DE SOUSA (UFMS) - Brasil
E-mail: mcbsousa7@hotmail.com

Angelo STAUB (FDA) - Brasil
E-mail: nonostaub@hotmail.com

Este trabalho busca identificar os gastos com a rotatividade de funcionários em uma empresa que comercializa combustível, dentre outros produtos, localizada no interior do Estado do Rio Grande do Sul. Trata-se de uma pesquisa de natureza exploratória e descritiva realizada por meio de um estudo de caso utilizando-se da abordagem quantitativa para sua análise. Os dados foram coletados por meio de visita in loco nesta organização, entrevista semiestruturada com o seu gestor principal e de documentos que foram disponibilizados pela empresa. Dentre os achados, destaca-se os elevados gastos relacionados à rotatividade dos funcionários desta organização que no período analisado correspondeu a 10,7% de todo o seu faturamento motivado principalmente pelos desligamentos de funcionários que foram maiores que as admissões.

Palavras-Chave:Gastos. Rotatividade. Funcionários.


ANÁLISIS DE COSTEO APLICADO A UN SISTEMA DE PRODUCCIÓN DE LIMÓN: ESTUDIO DE CASO

Rosely Gamboa Sanchez ROGASA (INAP) - Colômbia
E-mail: roselyg@gmail.com

Por espacio de unos siete u ocho meses en una empresa del sector del agro de la ciudad de El Espinal, en el Departamento del Tolima de la Republica de Colombia, se hizo el levantamiento de la información pertinente para la implementación de un sistema de costeo de su producto limón Tahití, con su correspondiente puesta en marcha, para que la gerencia tuviese, de ahí en adelante una herramienta gerencial fundamental para la toma de decisiones en lo administrativo y en lo productivo. Se ha tratado de exponer en el presente artículo expuesto como estudio de caso, una aproximación a un modelo de costeo que permita su desarrollo en el contexto del aprendizaje, haciendo uso de la observación, en primera instancia, como medio para la obtención de evidencias formales que condujeran a la identificación de los elementos del costo y, de esta manera, plasmar una planeación hacia la consecución objetiva del modelo en sí. El modelo debe ser dinámico, y para este fin, con la ayuda de la herramienta Excel y el software administrativo y contable con que contaba la organización, se pudo dejar allí contextualizado para el presente y el futuro. De igual manera se consolida como un modelo para la enseñanza de la contabilidad de costos o gestión. Es necesario abordar la temática insertando la dinámica de las Normas Internacionales de Información Financiera, que en Colombia se han adoptado, siendo preponderante la perspectiva para un producto agrícola como lo es el limón.

Palavras-Chave:Lima limón. Centro de costos. Proceso productivo. Amortización. Costo de producción.


APLICAÇÃO DA MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO: ESTUDO DE PRODUTOS BÁSICOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL DE UM COMÉRCIO VAREJISTA

Ariel Ramon RIEGER (UNASP) - Brasil
E-mail: ariel.ramon.rieger@gmail.com

Luis Fernando da ROCHA (UNASP) - Brasil
E-mail: luis.rocha@unasp.edu.br

Diego Henrique MOREIRA DOS SANTOS (UNASP) - Brasil
E-mail: diego.moreira@ucb.org.br

AIRTON ADELAR BAUERMANN (UNASP) - Brasil
E-mail: airton.bauermann@unasp.edu.br

A Gestão de Custos é utilizada para fornecer informações aos gestores sobre o desempenho do negócio. As Microempresas normalmente possuem uma maior dificuldade em gerir e analisar informações de custos, por isso, o estudo tem como objetivo a apresentação de informações e análises da área de Custos, em específico do conceito da Margem de Contribuição em um comércio varejista de materiais para construção civil, visando a produção de informações com base nesse conceito, para auxiliar na tomada de decisões e crescimento do negócio. As análises delimitam-se a esse estudo e não devem ser generalizadas, podendo esse estudo ser utilizado por outras empresas varejistas para comparativos, observando-se a singularidade de cada empresa. Consideram-se nesse trabalho apenas os produtos básicos da construção civil e de maior faturamento revendidos na empresa. A pesquisa possui uma abordagem qualitativa, assimilando informações documentais coletadas na empresa referentes aos preços, custos e despesas de cinco meses, bem como pela análise detalhada dessas informações. Conclui-se que o conceito da Margem de Contribuição produz informações essenciais para tomada de decisões e que a empresa precisa estar atenta aos seus custos e despesas, principalmente pelo fato de que, segundo a análise, parte dos produtos possui uma Margem de Contribuição inferior a 30%, como também parte das despesas geradas pela entrega dos materiais aos clientes não são controladas e alocadas nos gastos variáveis dos produtos. Portanto, a observação da Margem de Contribuição é importante pelo fato do preço de venda desse ramo ser diretamente influenciado pelo mercado externo.

Palavras-Chave:Custos, Margem de Contribuição, Custeio Variável.


APURAÇÃO DOS CUSTOS DE PRODUÇÃO DA CULTURA DA SOJA NA REGIÃO NOROESTE DO PARANÁ PELA APLICAÇÃO DO CUSTEIO VARIÁVEL

Regiane Cristina GOMES (UEM) - Brasil
E-mail: reh_gomes@outlook.com

Diante da evolução constante da agricultura com as novas tecnologias e considerando que o setor agrícola está sujeito a oscilações no valor dos insumos, que acomete os custos de produção e, o resultado operacional, além, das condições climáticas que interfere diretamente na produtividade e qualidade da produção observa-se que ferramentas de controle e gestão de custos são pouco utilizadas pelos produtores como forma de auxílio gerencial. Desse modo a pesquisa busca identificar se o custeio variável fornece informações úteis e necessárias para a tomada de decisão em uma propriedade rural no cultivo da soja. A partir da metodologia empregada e a coleta de dados realizada por meio de documentos e dados fornecidos pelo agricultor, somando-se a análise, conclui-se que o custeio variável é um método capaz de suprir as necessidades informacionais dos produtores rurais, e demonstrar a margem de contribuição por cultura, além de fornecer informações que possibilitem ao produtor avaliar a situação econômica e financeira, como também, subsidiar o processo decisório, visto que tal lacuna informacional pode fazer a diferença na gestão agrícola.

Palavras-Chave:Contabilidade Rural; Custeio variável; Tomada de decisão.


APURAÇÃO E ANÁLISE DO RESULTADO EFETIVO DA CULTURA DE TABACO EM FOLHAS TIPO MARYLAND EM UMA MICROPROPRIEDADE RURAL FAMILIAR NO MUNICÍPIO DE IPIRANGA, PARANÁ

CLEVERSON JOSE ROCHA (UEPG) - Brasil
E-mail: rochajosecleverson@hotmail.com

Nelma T Zubek VALENTE (UEPG) - Brasil
E-mail: nzubek@gmail.com

Este trabalho mostra a apuração e análise do resultado efetivo da cultura de tabaco em folha tipo Maryland em uma micropropriedade rural familiar do município de Ipiranga, Paraná. O estudo foi desenvolvido por meio de pesquisa de campo, de abordagem predominantemente quantitativa e com procedimentos de pesquisa-ação. Os dados foram levantados por meio de sistema de controle de gastos e atividades implantados pelo pesquisador na propriedade, de entrevistas não estruturadas com a microprodutora rural, e da observação participante do pesquisador no contexto estudado. Os resultados do estudo mostraram que o montante total dos custos de produção do tabaco em folha foi bastante superior aos valores de custos considerados pela microprodutora rural. Constatou-se ainda que o resultado efetivo da atividade de cultura de tabaco em folha no período analisado foi significativamente negativo, contrariando a crença da microprodutora de que a atividade estaria gerando resultado positivo. Os resultados deste estudo revelaram ainda que significativos componentes de custos de produção, por não serem desembolsáveis, estão sendo desconsiderados pela microprodutora, que faz suas avaliações somente com base na experiência e sem qualquer tipo de controle ou registro de gastos da atividade desenvolvida. Tais constatações corroboram resultados de estudos anteriores, ao mesmo tempo em que ressaltam a importância da manutenção do sistema de controle implantado para o acompanhamento e gestão dos custos de produção e para a adequada avaliação do efetivo resultado da atividade.

Palavras-Chave:Cultura tabaco. Resultado efetivo cultura tabaco. Agricultura familiar.


AS MUDANÇAS NOS CONTROLES E NA GESTÃO DE CUSTOS DECORRENTES DA IMPLEMENTAÇÃO DE UM SISTEMA DE CUSTEIO – UM ESTUDO DE CASO EM UMA EMPRESA GRÁFICA

KELI CRISTINA TALINI BARUCI ROSSI (UNIFAESP) - Brasil
E-mail: kelibaruci@gmail.com

Neusa Sawczuk VON EGGERT (UNIFAESP) - Brasil
E-mail: neusasaw@gmail.com

O objetivo deste trabalho foi analisar as mudanças que ocorreram nos controles e na gestão de custos decorrentes da implementação do custeio ABC em uma empresa gráfica, sob a ótica da Teoria Institucional, na vertente da Velha Economia Institucional - OIE. A relevância do tema consiste em entender o processo de mudança decorrente da implementação do Custeio Baseado em Atividades (ABC), analisando os controles utilizados pela empresa, e consequentemente a gestão de custos adotada pela organização. Essa pesquisa classifica-se como qualitativa em relação ao problema, descritiva quanto ao objetivo, e operacionalizada pelo procedimento de estudos de caso. Os dados foram coletados utilizando a técnica da entrevista semiestruturada com os principais gestores da empresa. Os dados foram analisados pela técnica da análise do discurso. Os resultados obtidos demonstraram o progresso de uma empresa familiar durante o processo de implementação do sistema de custeio, ressaltando a importância do conhecimento dos gestores envolvidos no processo, os tipos de controles adotados e a influência de tais controles na gestão de custos para a tomada de decisões. Espera-se que os resultados desta pesquisa possam direcionar e demonstrar para as empresas que possuem este tipo de serviços sobre a possibilidade da utilização do sistema de custeio por atividades - ABC e sobre a importância da gestão custos como fator decisivo para a tomada de decisões. O estudo ainda revelou que os valores da família presentes na gestão se manifestaram durante o processo de mudança sendo fundamentais para o sucesso obtido.

Palavras-Chave:Gestão de custos. Activity based costing- ABC. Contabilidade de custos.


CAPITAL DE GIRO E GESTÃO ESTRATÉGICA DE CUSTOS: UM TRADE-OFF DAS EMPRESAS BRASILEIRAS EM MOMENTO DE CRISE

Arthur Antonio Silva ROSA (FAGEN/UFU) - Brasil
E-mail: arthurasr@hotmail.com

Brunno Da SILVA (UFU/FAGEN) - Brasil
E-mail: drbrunnos@gmail.com

Thalita Emanuelle Farias BASTOS (UFU) - Brasil
E-mail: thalita.bastos.adm@gmail.com

Kárem Cristina de Sousa RIBEIRO (FAGEN/UFU) - Brasil
E-mail: kribeiro@ufu.br

Trade-off representa uma situação de conflito de escolhas, comumente encontrada no dia-a-dia das organizações, principalmente dentro da gestão financeira, onde o gestor deve escolher entre risco ou retorno, liquidez ou lucratividade, gestão de caixa ou resultado econômico, e assim por diante. A gestão do capital de giro envolve itens de liquidez da empresa e pode ser uma das causas de falência, quando ineficaz. A gestão de custos eficiente possibilita ao gestor a tomada de decisões mais assertivas, auxiliando no bom resultado da companhia. Além disso, períodos de crise podem afetar a necessidade de capital de giro das empresas, exigindo uma maior atenção dos gestores para esse indicador. Nesse sentido, o objetivo desta pesquisa é analisar a relação entre a gestão de custos e a necessidade de capital de giro das empresas brasileiras listadas na B3 no período da crise econômica nacional. Para tanto, utilizou-se como metodologia a Regressão Linear Múltipla com dados em painel e efeitos fixos. Os resultados apontam que há relação positiva entre a estratégia de financiamento do capital de giro e custo de produtos vendidos para a rentabilidade das empresas. A pesquisa contribui com a literatura por abordar uma relação ainda pouco explorada no âmbito nacional e internacional e também auxilia os gestores e investidores no processo de tomada de decisão.

Palavras-Chave:Capital de giro. Gestão estratégica de custos. Crise.


CONTABILIDADE GERENCIAL NOS MEIOS DE HOSPEDAGEM: UMA ANÁLISE DAS PRÁTICAS ADOTADAS PELOS MEIOS DE HOSPEDAGEM DA CIDADE DE MANAUS

Gerlane da Silva ALVES (UFAM) - Brasil
E-mail: gerllaneallves@hotmail.com

Carla MACEDO VELLOSO DOS SANTOS (UFAM) - Brasil
E-mail: carla.velloso.ufam@gmail.com

Manoel Martins CARMO FILHO (UFAM) - Brasil
E-mail: martins.manoel@gmail.com

MIGUEL CARLO VIANA NEGREIROS (UFAM) - Brasil
E-mail: mcv.negreiros@gmail.com

Segundo o Ministério do Turismo (2018), no Brasil existem cerca de 31,3 mil estabelecimentos de hospedagem, sendo este segmento um grande indutor do desenvolvimento da economia turística do país. Isto deve-se à grande capacidade de geração de emprego e renda dessa atividade. Nesse sentido, a Contabilidade Gerencial, como ferramenta de auxílio à tomada de decisões, deve ocupar um lugar de extrema importância na contabilidade das empresas hoteleiras, para que estas continuem a se desenvolver de maneira saudável. O objetivo deste estudo é analisar a adoção de práticas de Contabilidade Gerencial em meios de hospedagem da capital amazonense. Para atingir esse objetivo foi aplicado um questionário à 12 meios de hospedagem da cidade de Manaus- AM, cadastrados no Ministério do Turismo, através do Cadastur (Cadastro de Prestadores de Serviços de Turismo), no período de 29/05/2019 a 18/06/2019. O estudo mostra que as práticas de Contabilidade Gerencial são amplamente utilizadas pelas empresas hoteleiras e de tais práticas, destacam-se o Custeio Variável, a utilização do orçamento para planejamento anual e controle de custos, medidas de rentabilidade, análise da rentabilidade do produto e gestão baseada em atividades. Entretanto, observa-se que as técnicas tradicionais de CG têm melhor aceitação do que as práticas contemporâneas, e que estas ainda são pouco utilizadas pelas empresas hoteleiras.

Palavras-Chave:Práticas Gerenciais, Meios de Hospedagem, Turismo


CUSTEIO BASEADO EM ATIVIDADES E TEMPO (TDABC): UM ESTUDO DE CASO NA INDÚSTRIA DE MÓVEIS SOB MEDIDA DO GRUPO BELLA KAZA LTDA

Andressa Maria WEIGEL (Uniavan) - Brasil
E-mail: andressa.weigel@hotmail.com

Aline WILLEMANN KREMER (UFSC) - Brasil
E-mail: alinekremer_@hotmail.com

O objetivo geral deste estudo está na identificação dos custos pertinentes a um projeto executado na empresa Bella Kaza com a utilização do método de custeio TDABC (Time DrivenActivityBasedCosting). Foram estipulados objetivos específicos, sendo eles, mapear os processos e apurar os custos diretos e indiretos da empresa BellaKaza, calcular os custos de um projeto com base no TDABC. Trata-se, pois, de um estudo de caso, quanto a abordagem do problema classifica-se como qualitativa e quantitativa, e quanto aos objetivos caracteriza-se como descritiva, pois os dados são coletados e analisados. A pesquisa é de caráter documental, utilizando documentos como notas fiscais de compra e venda de mercadorias. Quanto a amostra consiste em não probabilística intencional, pois trata de uma empresa selecionada para o estudo. Conquanto a coleta de dados dar-se-á por meio de entrevistas com o proprietário e observações no decorrer dos processos. Os resultados apontam que o custo já apurado pela empresa sob a metodologia do custeio por absorção é 20,62% menor ao comparar com o custo apurado pelo método TDABC, podendo impactar nas decisões tomadas pela empresa, especialmente no preço de venda, uma vez que se trata de uma empresa que produz por encomenda e o preço é decidido com base no seu custo.

Palavras-Chave:Contabilidade de Custos; TDABC; Indústria de móveis.


CUSTO DA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE ENTREGA DE JORNAL

Lucia Carolina NUNES (Unidavi) - Brasil
E-mail: nunescarol12@gmail.com

Mara Juliana FERRARI (UNIDAVI) - Brasil
E-mail: mara@rossa.com.br

O estudo tem por objetivo analisar se o resultado da remuneração do veículo em relação aos custos da entrega de distribuição de jornal é positivo ou negativo. Metodologicamente o estudo é caracterizado como uma pesquisa descritiva com abordagem do problema quantitativa. Para chegar ao resultado operacional inicialmente foi realizado um levantamento de todas as rotas, informações como quilometragem e veículo utilizado na prestação do serviço, após isso, os itens de custo fixo e variável foram identificados. O custo variável está atrelado a quilometragem percorrida pelo entregador e pode oscilar mês a mês, o custo fixo independe da quilometragem e está relacionado com a existência do bem. A remuneração do veículo de entrega foi obtida com a empresa contratante e é formada por critérios internos. Às análises evidenciam que na maior parte das rotas o resultado operacional é positivo, entretanto não há um equilíbrio sobre essa remuneração, pois os valores oscilam dentro de determinado valor de amplitude.

Palavras-Chave:Distribuição Domiciliar. Logística Jornal. Custo


CUSTO NA PRODUÇÃO LEITEIRA: UM COMPARATIVO ENTRE O SISTEMA TRADICIONAL E O SISTEMA COMPOST BARN EM UMA PROPRIEDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA

Andressa MICHELS (UNOESC) - Brasil
E-mail: mana.michels@hotmail.com

Valmir Roque SOTT (UNOESC) - Brasil
E-mail: valmirsott@gmail.com

Luana Maria PIGOSSO (UNOESC) - Brasil
E-mail: luana.pigosso@gmail.com

Silvana Fátima LUNKES (UNOESC) - Brasil
E-mail: silvanalunkes2@gmail.com

Objetivou-se, neste estudo, comparar a lucratividade de dois métodos de produção: o sistema tradicional e o sistema compost barn. A presente pesquisa classifica-se como um estudo de natureza descritiva com abordagem qualitativa. O estudo de caso ocorreu em uma propriedade localizada no Oeste de santa Catarina. A coleta de dados ocorreu de janeiro de 2017 à junho de 2018. No primeiro semestre de 2017 a propriedade rural utilizava o manejo pelo sistema de pastoreio, migrando posteriormente para o sistema compost barn. No primeiro semestre de 2017 apresentou um custo total de R$ 271. 057,45, no segundo semestre pelo método compost barn os custos foram de R$ 415.039,61, um aumento de 53,11%. Percebe-se que os custos com maior relevância e que demostraram maiores aumentos foram os custos com alimentação, no sistema tradicional apresentava um montante de R$ 187.305,43 já no compost barn o valor foi de R$ 309.952,28, gerando um aumento de 65,48%. Com essa alavancagem nos dos custos, o custo unitário passou de 0,76 para 0,88 comparando os dois semestres de 2017.A partir da análise dos dados, constatou-se que o sistema de produção pastoreio proporcionou uma margem de lucro maior, devido ser um método de manejo de baixo custo, tendo em vista que o compost barn tem um custo mais elevado. Estima-se que o compost barn venha melhorar seus resultados pois pode potencializar ainda mais sua produção. Diante do estudo percebe-se a importância da contabilidade rural para controle de custos e análises dos resultados econômicos da atividade desenvolvida.

Palavras-Chave:Sistema pastoreio. Sistema compost barn. Apuração de custos. Lucratividade.


CUSTO TOTAL DA PROPRIEDADE: O TRADE-OFF ENTRE COMPRAR OU ALUGAR A FROTA DE VEÍCULOS DA EMPRESA

Henrique Adriano DE SOUSA (UFPR) - Brasil
E-mail: henriqueadrianodesousa@gmail.com

Rita de Cassia DA SILVA (PUCPR) - Brasil
E-mail: ritacsf@gmail.com

Maycoln Carrari SHIGUEMATU (FATEC) - Brasil
E-mail: mcs.cwb@gmail.com

Ao realizar uma operação relacionada a compra de um bem, o gestor deve determinar os custos associados à aquisição, manuseio e descarte incorridos no processo do início ao fim da sua vida útil, proporcionando segurança no momento da tomada de decisões. Para isso o Custo Total de Propriedade (TCO) é uma ferramenta que contribui no processo decisório. Neste sentido, o objetivo deste estudo foi analisar o trade-off entre comprar ou alugar a frota de veículos utilizada nas operações comerciais de uma empresa do segmento industrial de segurança. Para tal, foi utilizada a estratégia documental com abordagem qualitativa, além de entrevistas em profundidade com gestor de frotas interno e externo a empresa e um gestor de locadora de veículos. Utilizou-se dois cenários com características equivalentes, um para compra e outro para locação dos veículos com recorte temporal de julho/2016 a junho/2019. Os resultados da pesquisa evidenciam que, ao analisar por meio do Custo Total de Propriedade, a locação da frota tende a ser vantajosa em relação a aquisição com compra à vista, sendo que os aspectos econômicos do período contribuem para a oscilação dos custos. Verificou-se, também, que com o uso do TCO foi possível uma mudança no sistema operacional da empresa, devido a melhora nos resultados financeiros. O estudo contribui para a quebra de paradigmas de gestão, despertando nos gestores a busca por novas estratégias de gestão de custos, além de contribuir para a o desdobramento do TCO na literatura.

Palavras-Chave:Custo total de propriedade. Frota de veículos. Locação. Aquisição.


CUSTOS DE PRODUÇÃO, ANÁLISE DE RISCO E RETORNO NAS PRÁTICAS DE CULTIVO DO TABACO DIRETO X CONVENCIONAL

Luciano BENDLIN (UnC) - Brasil
E-mail: bendlin@unc.br

Fabiane DANIELSKI (UnC) - Brasil
E-mail: fabianedanielski@hotmail.com

Juliana Aparecida Schelbauer () -
E-mail: ju.girl30@hotmail.com

Marcelle Werka DE LIMA (FUnC) - Brasil
E-mail: marcelle.financeiro@unc.br

Esse artigo tem como objetivo analisar os custos de produção e as perspectivas de retorno do investimento e os riscos associados às duas práticas de cultivo do tabaco, direto e convencional. Foram coletados e analisados dados de todo o processo produtivo desde o plantio até a comercialização, tendo como base 2,5 hectares devido à capacidade de secagem da estufa. Utilizou-se a metodologia Multi-índice para analisar o risco e retorno do investimento, o indicador VPL apresentou um índice de R$ 7.818,08 para o cultivo convencional e R$ 7.426,25 para o cultivo direto e um ROIA de 2,20% e 2,07% respectivamente. A partir dos resultados encontrados nos indicadores Multi-índice, aplicou-se a simulação de Monte Carlo, através do software Crystal ball, para mensurar os riscos inerentes a cada variável, resultando assim em um VPL médio de R$ 7.415,36 para o plantio direto e R$ 7.809,21 para o cultivo convencional, já o ROIA apresentou uma média de 2,07% e 2,20% respectivamente confirmando os indicadores de risco e retorno da Multi índice. Os resultados mostram uma pequena variação entre os dois tipos de cultivo, ambos apresentam boa rentabilidade com risco proporcional.

Palavras-Chave:Tabaco. Custos. Risco/Retorno


CUSTOS DE PRODUÇÃO, EXPECTATIVAS DE RETORNO E DE RISCO ASSOCIADOS AO PLANTIO DE TABACO NO MUNICÍPIO DE RIO NEGRO PARANÁ/ BRASIL

Silvio Alves () -
E-mail: sylvyo_alves@hotmail.com

Jeferson João Pedro () -
E-mail: jeferson.pedro@unc.br

Carlos Otávio Senff () -
E-mail: senff@unc.br

Ronaldo Dos Santos ALVES RODRIGUES (UFPR) - Brasil
E-mail: rodrigues.phd@hotmail.com

Cleonice WITT (UnC) - Brasil
E-mail: cleonice@unc.br

O artigo analisa os custos de produção e as expectativas de retorno do investimento e os riscos associados ao plantio de tabaco, no município de Rio Negro Paraná. Comprando duas práticas de manejo, plantio direto e convencional. Foram mapeadas todas as etapas e descrito os processos de produção desde o plantio até a comercialização, para um hectare de tabaco. Utilizou-se de técnicas de análise de investimento e a metodologia multi índice, fazendo levantamento do fluxo de caixa para as duas práticas de manejo, gerando dois conjuntos de indicadores o primeiro composto por (VPL – Valor Presente Líquido, VPLp – Valor Presente Líquido Equivalente por Período, IBC – Índice Benefício/Custo e ROIA – Retorno Adicional Decorrente do Investimento) que nos da os índices de retorno do investimento, e o segundo composto por (TMA/TIR – Taxa Mínima de Atratividade / Taxa Interna de Retorno, Payback/N – Período de Recuperação do Investimento, RG - Risco de Gestão e RN - Risco do Negócio) que nos da o melhor entendimento dos riscos do negócio. Assim a comparação mostrou um cenário que sinalizou uma pequena variação nos custos entre os dois tipos de manejo. Mostrou também uma expressiva rentabilidade por hectare com ROIA de 2,54 no manejo convencional e 2,82 no manejo direto.

Palavras-Chave:Análise de Investimentos. Metodologia Multi Índice. Plantio de tabaco.


CUSTOS OCULTOS: UMA ANÁLISE A PARTIR DE RELATÓRIOS ANUAIS DE ATIVIDADES DE AUDITORIA INTERNA DE UMA INSTITUIÇÃO FEDERAL DE ENSINO SUPERIOR

Cristiane Alves da Silva MOURA (ufms) - Brasil
E-mail: cristiane.moura@ifms.edu.br

Rodrigo Malta MEURER (UFMS) - Brasil
E-mail: rodrigomeurer10@gmail.com

Flávio Luiz LARA (IFCE) - Brasil
E-mail: flaviopf1@hotmail.com

Simone Bernardes VOESE (UFPR) - Brasil
E-mail: simone.voese@gmail.com

Matheus Wemerson Gomes PEREIRA (UFMS) - Brasil
E-mail: matheuswgp@yahoo.com.br

A Unidade de Auditoria Interna, têm a função de auxiliar as organizações a realizarem seus objetivos por meio de uma abordagem sistemática, com a finalidade de avaliar e melhorar as atividades da organização. Sob este contexto, o objetivo deste estudo é identificar as fontes geradoras de custos ocultos relacionados à Auditoria Interna em uma Universidade Pública Federal da região Centro Oeste do Brasil. O estudo compreende um estudo de caso único, no qual foi realizada uma pesquisa documental no Plano Anual de Atividades da Auditoria Interna (PAINT) e no Relatório Anual de Atividades de Auditoria Interna (RAINT) por meio da análise de conteúdo, entre os anos de 2015 a 2018. Dentre os resultados encontrados observa-se que não há harmonização do planejamento com a racionalização na utilização de recursos a fim de se evitar a sobreposição de atividades. Ainda foi possível identificar a incidência dos seguintes custos ocultos: Falta de coordenação no desenvolvimento do trabalho, Custo de politicagem, Rotação de pessoal, Espera/Prazo, e Ausência de política de capacitação formalizada.

Palavras-Chave:Custos Ocultos. Auditoria Interna. Planejamento. Relatório de Auditoria.


CUSTOS PARA DEFINIR O PREÇO DAS DIÁRIAS DA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DA HOTELARIA: ESTUDO EMPÍRICO DE CASO APLICADO

Monica Cristina de SOUZA (UFPR) - Brasil
E-mail: monicasz2107@gmail.com

Blênio Cezar Severo PEIXE (UFPR) - Brasil
E-mail: bleniocsp@gmail.com

O mercado do setor hoteleiro está cada vez mais competitivo e existe o desafio para sobrevivência das empresas em otimizar os custos e as receitas geradas pelas atividades. O artigo tem por objetivo demonstrar a formação do preço de venda das diárias no setor da prestação de serviços de hotelaria, por meio da análise dos custos para uma efetiva formação de preço de venda. Diante das dificuldades enfrentadas pelas empresas em relação aos custos ocorridos nas atividades, a pesquisa se justifica para analisar as estratégias do setor hoteleiro no processo de mensuração dos gastos da prestação de serviços e assim auxiliar a gestão que objetiva a otimização dos resultados, como ferramenta para o planejamento, controle e apoio a decisões. Quanto à metodologia da pesquisa foi utilizado o método descritivo, para atingir os objetivos do estudo com coleta de dados, quanto aos procedimentos foram utilizados os métodos bibliográficos e estudo de caso empírico, e quanto à abordagem do problema foi utilizado o método qualitativo. Para a realização da pesquisa foram utilizados dados e informações de uma empresa hoteleira situada em Curitiba referente o ano de 2018. Os resultados do estudo demonstraram o mapeamento dos custos dos serviços prestados na hotelaria, por meio da formação dos preços de venda na prestação de serviço, demonstrando que o valor da diária média calculada pela empresa não contempla efetivamente os gastos realizados. Além disso, apresentou-se uma proposta consubstanciada para definir o preço de venda das diárias na prestação de serviços da hotelaria com base nos gastos incorridos.

Palavras-Chave:Custos. Setor Hoteleiro. Preço de Venda de diárias. Prestação de Serviço na Hotelaria


DEPARTAMENTALIZAÇÃO DOS CUSTOS NA ATIVIDADE HOTELEIRA: APURAÇÃO DO CUSTO DA DIÁRIA SOB A ÓTICA DO CUSTEIO POR ABSORÇÃO

Cleiton Rodrigo Buarque SILVA (UFAL) - Brasil
E-mail: cleiton_rodrigo2006@hotmail.com

MATHEUS BEZERRA ALBUQUERQUE (UFAL) - Brasil
E-mail: albuquerque.17@hotmail.com

Valdemir da SILVA (UFAL) - Brasil
E-mail: valdemir.silva@feac.ufal.br

Kleber Luis Alves GUEDES (UFAL) - Brasil
E-mail: kla.guedes@hotmail.com

Carlos Everaldo COSTA (UFAL) - Brasil
E-mail: carloseveraldo@gmail.com

O objetivo geral deste estudo é apurar, mediante a utilização da departamentalização, os custos da diária de um hotel sob a ótica do custeio por absorção. Para alcançar o objetivo proposto, foi realizada pesquisa exploratória descritiva, por meio do método estudo de caso em um hotel localizado no litoral da cidade de Maceió. Com base nos dados físicos e financeiros, extraídos dos relatórios de controle administrativo e contábil do hotel, referentes ao período de 2018, e utilizando o esquema de alocações dos gastos via departamentalização, foram apurados os gastos dos departamentos de produção (apoio e operacionais) e administrativos. Feitas as transferências dos gastos dos departamentos de apoio aos operacionais e destes às fontes de receita, foram identificados, entre as fontes de receita, os custos totais com hospedagem, R$ 5.675.182,00, e, com base nos 75,37% da taxa média de ocupação anual, o número médio de diárias vendidas (55.845) pelo hotel durante o ano. Com isso, o resultado da pesquisa revelou o custo médio da diária do hotel no valor de R$ 101,62.

Palavras-Chave:Custeio por Absorção. Departamentalização. Hotel.


EFEITO CERTEZA E EFEITO CUSTO AFUNDADO: UMA ANÁLISE BASEADA EM DECISÕES DE COMERCIANTES DE FEIRAS LIVRES.

Denizar LEAL (Ufes) - Brasil
E-mail: denizarleal@uol.com.br

Ariane Ribeiro SENA (UFES) - Brasil
E-mail: arianesena@hotmail.com

Dilma Aparecida FERREIRA BRAGA (UFES) - Brasil
E-mail: dilma.ferreira@arcelormittal.com

Este trabalho investigou se o efeito certeza e o efeito custo afundado exercem influência no comportamento dos comerciantes do comércio varejista das feiras livres quando se aproxima o horário de encerramento da feira e há o risco de que as mercadorias não sejam vendidas. O estudo foi realizado no segundo semestre de 2018 e a coleta de dados se deu por meio de questionários, que foram respondidos na presença de um dos pesquisadores. Foram ouvidos 50 feirantes (todos com experiência na atividade e comerciantes de produtos perecíveis) em dois municípios da região da Grande Vitória, estado do Espírito Santo. O estudo identificou que tanto o efeito certeza quanto o efeito custo afundado influenciam as decisões dos feirantes, pois o medo da perda da mercadoria faz com que eles reduzam o preço no final da feira, a fim de evitar a perda certa em caso de não conseguirem vender. Por outro lado, mais de um terço desses profissionais afirmam que o limite para a redução é o preço de custo, o que se configura como uma forte atenção aos custos afundados, que deveriam ser ignorados nesses casos, por serem custos irrecuperáveis. Os achados deste estudo reforçam a influência do medo da perda e do efeito certeza nas decisões das pessoas e sugerem que o efeito custo afundado é um fenômeno muito forte, a ponto de influenciar decisões de pessoas experientes mesmo diante de uma perda certa.

Palavras-Chave:Efeito custo afundado; Processo decisório; Teoria da perspectiva.


ESTABELECIMENTO DE PREÇOS: ESTÁGIO ATUAL E OPORTUNIDADES DE PESQUISAS

Aliomar Lino MATTOS (UFES) - Brasil
E-mail: aliomargstones@hotmail.com

José Carlos Tiomatsu OYADOMARI (Mackenzie) - Brasil
E-mail: oyadomari@mackenzie.br

Fernando Nascimento ZATTA (UMESP) - Brasil
E-mail: zatta@hmzconsulting.com.br

As abordagens de estabelecimento de preços mundialmente mais utilizadas pelas empresas são com base em custos, valor para os clientes e com base no mercado. Verificou-se, no entanto certa confusão, pois se identificou que para estabelecer o preço, em todas as abordagens, ter informação do custo é essencial. O objetivo desta pesquisa foi identificar a situação atual das publicações sobre estabelecimento de preços no âmbito nacional e internacional identificando oportunidade para novas pesquisas. A pesquisa adotou o método bibliométrico e foi realizada por meio da análise de dados no Web of Science, Emerald, Elsevier e Spell, totalizando 195 periódicos e em 31 journals, principalmente, nas áreas de Administração (Marketing), Contabilidade, Economia e Engenharia de Produção totalizando 286 artigos. Como resultado, observou-se a existência de restrição por parte dos gerentes de preços tomadores de decisão que enfrentam dificuldades para estabelecer preços, seja por falta de vontade ou motivação. A pesquisa revelou que a abordagem do custo é prevalente entre as abordagens do valor percebido pelo cliente e do valor da concorrência para estabelecer o preço de venda. Por último, a pesquisa revelou que o estabelecimento de preço é ainda um elemento pouco discutido. Assim, esta pesquisa prescreve oportunidade para novas investigações.

Palavras-Chave:Custos. Estabelecimento de preço. Mercado. Novos produtos. Valor para o cliente


ESTUDO SOBRE OS CUSTOS DE PRODUÇÃO DAS ESQUADRIAS DE PVC DA EMPRESA BETA

DIRCEU LUIS GROTH (IENH) - Brasil
E-mail: dirceugroth@gmail.com

Dusan SCHREIBER (Feevale) - Brasil
E-mail: dusan@feevale.br

A gestão de custos vem se tornando cada vez mais relevante dentro das empresas, que estão buscando melhorias em seus processos, desenvolver novos materiais e criar diferenciais em produtos, com redução de custos, que atendam às necessidades da empresa e do consumidor, mas preservando a lucratividade. Nesta perspectiva, para alcançar estes objetivos, a empresa precisa ter pleno conhecimento dos custos de fabricação de seus produtos. Com o intuito de contribuir para o referido tema, este artigo tem como objetivo identificar, coletar, mensurar e analisar os custos da empresa de Esquadrias de PVC Beta. Inicialmente, para dar suporte à pesquisa, foi realizada a revisão teórica de seguintes temas: Análise Gerencial de Custos, Contabilidade de Custos, análise e Gestão de Custos, gestão da Produção Industrial. Para a coleta de dados empíricos, no âmbito do estudo de caso da empresa Beta, os autores optaram por entrevistas, levantamento documental e observação não participante, que são os mais utilizados dentro da abordagem qualitativa. As evidências, oriundas das três fontes, foram submetidas à análise de conteúdo. Os resultados da análise dos dados empíricos evidenciaram que a margem de lucro da empresa se mantém positiva, mas também apontou para aspectos frágeis, no modelo organizacional atual, de acompanhamento e monitoramento, que poderia ser aprimorado, por meio da implantação de um sistema integrado de registro, controle, análise e gestão de custos.

Palavras-Chave:Custos. Gestão. Sistemas de Custeio. Indústria de pequeno porte.


EVIDÊNCIAS DE PRÁTICAS DE GESTÃO INTERORGANIZACIONAL DE CUSTOS: ESTUDO DE CASO EM UMA CONSTRUTORA ESTABELECIDA NA CIDADE DE PELOTAS/RS

Juliana Froner OLIVEIRA (Furg) - Brasil
E-mail: jufroner@yahoo.com.br

Débora Gomes de GOMES (FURG) - Brasil
E-mail: debora_furg@yahoo.com.br

Marcos Antonio de SOUZA (FIPECAFI) - Brasil
E-mail: souza.marcosas@gmail.com

A gestão interorganizacional de custos (GIC) é uma prática de gestão que visa reduzir custo e fortalecer as empresas através de relacionamentos interorganizacionais, cooperativos e que tragam benefícios mútuos entre as partes envolvidas. Este estudo teve por objetivo identificar as práticas de gestão interorganizacional de custos adotadas por uma construtora de grande porte da cidade de Pelotas/RS. Trata-se de um estudo descritivo e qualitativo, cuja coleta de dados deu-se pela aplicação de instrumento de pesquisa estruturado com 11 questões abertas, o qual foi adaptado do estudo de Farias et al (2013). Foram entrevistados quatro gestores e um supervisor. A análise de conteúdo das respostas identifica queapesar de existir potencialidade de implantara GIC na empresa, na atualidade são poucas as evidências da sua efetiva utilização. Na realidade, há apenas algumas poucas praticas e políticas de bom relacionamento com os fornecedores. O resultado corrobora aqueles evidenciados em outra pesquisa com empresas do mesmo segmento.

Palavras-Chave:Gestão interorganizacional de custos. Open-book accounting. Cadeia de valor. Construção civil.


EVIDÊNCIAS EMPÍRICAS DA SUPERIORIDADE DE UMA CADEIA DE VALOR TERCEIRIZADA: ANÁLISE DO PROCESSO DE IMPORTAÇÃO DO PROJETO ENERGIA+

Rudolph Fabiano Alves Pedroza TEIXEIRA (UFRJ) - Brasil
E-mail: rudolphteixeira@gmail.com

Jaime Wagner Rodrigues BARBOSA (UFRJ) - Brasil
E-mail: jaimewbarbosa227@gmail.com

Yara Consuelo CINTRA (UFRJ) - Brasil
E-mail: yaracintra@facc.ufrj.br

O objetivo do presente artigo foi verificar se existiram diferenças significantes entre o custo médio das cargas de religadores importados, que tiveram seu desembaraço aduaneiro realizado por um despachante terceirizado contratado pela Unidade Gestora do Projeto (UGP) central e, os religadores que foram gerenciadas por uma equipe interna das empresas de distribuição da Eletrobras (EDE), no âmbito do Projeto Energia+. Tal estudo baseou-se em trabalhos como os de Prahalad e Hamel (1990), Quinn (1999) e Gottfredson, Puryear e Phillips (2005), que consideram a capacidade da cadeia de valor terceirizada em reduzir custos e gerar vantagens competitivas para a empresa ou unidade central. Para tanto, utilizou-se o teste paramétrico t de Student, que compara duas amostras independentes, bem como, o teste não paramétrico de Mann-Whitney. Como resultado, foi possível constatar que as cargas de religadores gerenciadas com base na cadeia de valor terceirizada da UGP apresentaram custos inferiores se comparadas às cargas que não foram gerenciadas por tal estrutura. Esse achado contribui com a literatura empírica sobre o tema, confirmando ganhos da terceirização para a empresa ou unidade central.

Palavras-Chave:Cadeia de valor de terceirizada. Custos de importação. Religadores de tensão. Unidade gestora do projeto. Eletrobras.


FATORES CONTINGENCIAIS QUE CONTRIBUEM PARA A ADOÇÃO DO CUSTEIO ALVO: ESTUDO DE CASO EM UMA EMPRESA DE SERVIÇOS

Eliane Cortes BRAGA (UFPB) - Brasil
E-mail: elianecortes@gmail.com

Joselia Fernandes NASCIMENTO (UFPB) - Brasil
E-mail: joselyafernandes@hotmail.com

O objetivo desse trabalho foi analisar a influência dos fatores contingenciais no sistema de custeio alvo de uma empresa prestadora de serviços no Estado do Rio de Janeiro. A pesquisa realizada teve característica descritiva com uma abordagem qualitativa operacionalizada através de um estudo de caso. O caso investigado foi uma empresa prestadora de serviços de consultoria em TI situada no Estado do Rio de Janeiro. Foram coletadas informações acerca de aspectos contingencias (ambiente, tecnologia, estrutura e estratégia) e de atributos relacionados ao sistema de custeio alvo. Para a coleta das informações foram realizadas entrevistas nas instalações da empresa. Para a análise das informações coletadas foi considerada a análise de conteúdo. Os resultados demonstram que a empresa estudada está inserida em um setor dinâmico, a tecnologia em suas atividades é muito presente. Trata-se de uma empresa de médio porte com razoável descentralização e que atribui muita importância a gestão estratégica de custos. O sistema de custeio alvo é considerado pelos entrevistados como de grande relevância para gerenciar custos e alcançar os objetivos da organização.

Palavras-Chave:Custeio Alvo; Fatores contingenciais; Empresas de serviços.


FERRAMENTAS DA GESTÃO ESTRATÉGICA DE CUSTOS NO ÂMBITO DE ESCOLAS PARTICULARES: REFLEXÕES SOBRE SUAS APLICAÇÕES E BENEFÍCIOS ATRAVÉS DE ESTUDO MULTICASOS

Karen Ellen ALVES DE SOUSA (Estácio do Ceará) - Brasil
E-mail: ellenccv@gmail.com

Rosângela Venâncio NUNES (Estácio do Ceará) - Brasil
E-mail: angelnuness@gmail.com

Um fator fundamental para as escolas particulares é fornecer um ensino de qualidade, o que requer um controle eficiente da organização. Os gastos com “mão de obra” são contínuos e crescentes, pois se tem a figura do professor como indispensável. A correta destinação dos custos permite que as escolas forneçam um preço justo de mensalidades e melhora a gerência dos gastos. O presente artigo tem como objetivo geral identificar os benefícios e aplicações que as principais ferramentas da Gestão Estratégica de Custos podem oferecer para administração eficiente de custos em escolas particulares. A metodologia utilizada no presente artigo foi do tipo qualitativo, com a realização de um estudo multicasos realizado através da coleta de informações junto à contabilidade de 10 escolas de Fortaleza-Ceará, escolhidas de forma intencional, por convivência e não probabilística. Conclui-se que de 17 ferramentas da Gestão Estratégica de Custos, 12 podem ser utilizadas por escolas particulares, obtendo benefícios como controle e redução de custos, vantagens competitivas, melhor posicionamento no mercado, avanços na gestão, crescimento e novas oportunidades.

Palavras-Chave:Gestão estratégica de custos. Práticas da gestão estratégica de custos. Custos em escolas do setor privado.


FORMAÇÃO DO PREÇO DE VENDA POR MEIO DO CUSTEIO VARIÁVEL: UM ESTUDO DE CASO DE UM RESTAURANTE NO IFOOD DELIVERY

Bárbara Fernandes SOARES (Faesa) - Brasil
E-mail: barbarahsoares@hotmail.com

Camila Laiber DA TRINDADE (FAESA) - Brasil
E-mail: camilalaiber@hotmail.com

Maria da Penha Broedel Lopes VALLIM (FAESA) - Brasil
E-mail: mpbvallim@gmail.com

Carlos Roberto VALLIM (UFES) - Brasil
E-mail: vallim.ufes@gmail.com

O objetivo principal da pesquisa foi aplicar o método mark-up de formação de preço de venda em um restaurante que comercializa a totalidade de seus produtos pelo aplicativo ifood delivery, e especificamente classificar e apurar os custos, precificar os produtos e identificar as contribuições da gestão de custos e formação do preço de venda no processo decisório. Metodologicamente, com relação aos fins uma pesquisa exploratória e descritiva, quanto aos meios um estudo de caso com pesquisa de campo e análise documental por meio dos relatórios internos de planejamento e controle da empresa, sendo de abordagem qualitativa-quantitativa. Os Resultados mostram que é possível criar uma gestão de custos e preços pelo mark-up em empresas de delivery e um instrumento gerencial relevante para a geração de informações de qualidade ao tomador de decisões, permitindo identificar e mensurar todos os custos dos produtos comercializados e ajustá-los às variações do mercado para a geração de melhores resultados. A pesquisa contribuiu para que os proprietários pudessem conhecer, praticar, analisar e utilizar as informações de gestão de custos em conjunto com a formação de preço. Nesse sentido, se considera, que o problema de pesquisa foi adequadamente respondido e o objetivo alcançado por meio dos resultados descritos em quadros e tabelas no texto.

Palavras-Chave:Custeio variável. Preço de venda. Mark-up.


GASTOS NA PRODUÇÃO DE LEITE ORGÂNICO EM UMA PROPRIEDADE DO MUNICÍPIO DE GUARUJÁ DO SUL

Andressa MICHELS (UNOESC) - Brasil
E-mail: mana.michels@hotmail.com

Valmir Roque SOTT (UNOESC) - Brasil
E-mail: valmirsott@gmail.com

Adriana Paula PEDROTTI (UNOESC) - Brasil
E-mail: adrianapedrotti@hotmail.com

Ana Paula LOLATO (UNOESC) - Brasil
E-mail: paulinha_lolato@hotmail.com

O presente estudo de caso tem por objetivo analisar os gastos incidentes na produção de leite orgânico em uma propriedade do município de Guarujá do Sul. Este estudo classifica-se como uma pesquisa descritiva, realizada por meio de estudo de caso com abordagem de cunho qualitativo. A coleta de dados foi realizada por meio de pesquisa não estruturada, visitas à propriedade e análise de informações de controle interno do produtor. A elaboração do estudo justifica-se pela necessidade de melhorar o processo produtivo de leite e pela necessidade de haver maior qualidade no fornecimento do produto final. Com o alto custo para se ter as instalações corretas e pela situação instável do mercado, torna-se necessário o acompanhamento e análise de custos para auxiliar os produtores na gestão da propriedade. Após a caracterização da propriedade foi realizada a coleta de dados relativos aos gastos e receitas dos quatro anos, comparando o antes da certificação orgânica, durante e após, assim tornou-se possível a elaboração das demonstrações de resultado para visualização das variações dos resultados obtidos no processo produtivo. Desta forma concluísse que a produção orgânica é lucrativa mesmo apresentando grande instabilidade devida variação do valor de venda, sendo que a propriedade não recebe o valor justo pelo produto orgânico fornecido.

Palavras-Chave:Certificação Orgânica. Leite Orgânico. Gastos. Receitas


GESTÃO DE CUSTOS E O PROCESSO DECISÓRIO POR MEIO DE MIX DE PRODUTOS E SERVIÇOS: UM ESTUDO EM UMA EMPRESA DO RAMO DE FESTAS E EVENTOS

Daiany DA SILVA PRATA (UFES) - Brasil
E-mail: daianys.prata@gmail.com

Carlos Roberto VALLIM (UFES) - Brasil
E-mail: vallim.ufes@gmail.com

A pesquisa objetiva aplicar mix de produtos e serviços com base no custeio variável em uma empresa do setor de festas e eventos, a fim de identificar as contribuições no processo de tomada de decisão. Para obter respostas, metodologicamente quanto aos fins a pesquisa foi caracterizada como exploratória e descritiva e quanto aos meios e documental e estudo de caso, sendo de abordagem qualitativa e quantitativa. Os dados foram obtidos através de relatórios internos e entrevistas não estruturadas com os gestores da empresa. Os resultados mostram que é possível a aplicação da modelagem de mix com base no custeio variável em empresas, e que as informações obtidas através da análise custo-volume-lucro, contribuem para que a gestão tenha informações relevantes para apoiar a assertiva no processo decisório, principalmente porque a empresa pesquisada não utilizava nenhum instrumento de custos para calcular controlar ou analisar os custos e ajustá-lo de acordo com as varações do mercado. Foi possível demonstrar para os gestores da empresa a importância da utilização de uma ferramenta gerencial e como as informações de qualidade servem para praticar a gestão de custos e conduzir a empresa para obtenção de melhores resultados e desempenho. Sendo assim, considera-se que o problema de pesquisa foi respondido e o objetivo alcançado por meio das tabelas e quadros apresentados durante o desenvolvimento do artigo.

Palavras-Chave:Custeio variável. Margem de contribuição. Mix de produtos e serviços.


GESTÃO DE CUSTOS NAS PEQUENAS PROPRIEDADES RURAIS DA CIDADE DE IVINHEMA-MS

Antonio Carlos VAZ LOPES (UFGD) - Brasil
E-mail: antoniovazlopes@hotmail.com

Giulia Nóbrega dos Santos () -
E-mail: giulia-nobrega@hotmail.com

Esse trabalho tem como objetivo evidenciar a utilização da contabilidade de custos pelos pequenos produtores rurais da cidade de Ivinhema-MS no processo de gestão das suas atividades. Para realização do estudo foi utilizado uma pesquisa de campo através da aplicação de questionários com 65 pequenos produtores rurais. Os resultados evidenciam que a maioria dos produtores são do sexo masculino e com ensino fundamental, muitos afirmam possuir conhecimento sobre os custos de produção, porém 60% não utilizam nenhum método de controle e gestão de custos para gerir suas atividades. O conhecimento do custo foi adquirido ao longo do tempo sem utilizar técnicas de custo dificultando assim a tomada de decisão. Assim verificou-se que os pequenos produtores infelizmente não utilizam informações de custos no seu dia a dia.

Palavras-Chave:Gestão de custos, Propriedades rurais, Tomada de decisão


LEI COMPLEMENTAR 155/2016: O IMPACTO NA TRIBUTAÇÃO DOS CONTRIBUINTES

Ligia STASIAK (Feevale) - Brasil
E-mail: ligia_stasiak@hotmail.com

Margareth Aparecida MORAES (Feevale) - Brasil
E-mail: margarethm@feevale.br

Dusan SCHREIBER (Feevale) - Brasil
E-mail: dusan@feevale.br

Diante das mudanças impostas pela Lei Complementar 155/2016 ao cálculo do Simples Nacional, demonstra-se relevante analisar se esta nova forma de apuração mostra-se mais ou menos onerosa para as empresas inseridas neste regime tributário. Como na Lei Complementar 155/2016, tanto a forma de cálculo, como os anexos e alíquotas aplicáveis foram alteradas, julga-se necessário realizar novos estudos tributários para as empresas enquadradas neste regime tributário. Nesta perspectiva, desenvolveu-se esta pesquisa, que objetiva verificar se as alterações inseridas pela Lei Complementar 155/2016, que entrou em vigor no ano de 2018, são favoráveis ou desfavoráveis, quando comparadas com a forma de tributar estabelecida pela Lei Complementar 123/2006. Trata-se de uma pesquisa exploratória e descritiva, com o percurso metodológico que consiste na revisão bibliográfica acerca dos assuntos pertinentes ao tema, realização de estudo de casos múltiplos e coleta de dados empíricos a partir de natureza documental. Foi possível constatar que para cinco das vinte e uma empresas da amostra, a Lei Complementar 155/2016 mostrou-se mais onerosa em comparação com a legislação anterior. Após a elaboração de planejamentos tributários, foi verificado que para as cinco empresas que tiveram maior oneração com a LC 155/2016, em relação à legislação anterior, o Simples Nacional continua sendo a forma tributária menos onerosa.

Palavras-Chave:Lei complementar 155/2016, Simples Nacional, Tributos


MARK-UP VERSUS MERCADO: UM ESTUDO DE CASO EM COMÉRCIO DE TECIDOS NO INTERIOR DE SÃO PAULO

Dazzle Annie SIQUEIRA (UNASP) - Brasil
E-mail: daazsiiqueira@hotmail.com

Larissa Vitória Dantas CORDEIRO (Unasp) - Brasil
E-mail: lara_bie@hotmail.com

AIRTON ADELAR BAUERMANN (UNASP) - Brasil
E-mail: airton.bauermann@unasp.edu.br

Waggnoor Macieira KETTLE (UNASP EC) - Brasil
E-mail: waggnoor.kettle@unasp.edu.br

Luis Fernando da ROCHA (UNASP) - Brasil
E-mail: luis.rocha@unasp.edu.br

A formação do preço de venda é uma das principais decisões em qualquer empreendimento, tendo em vista que é a partir deste que o faturamento, e posteriormente o resultado, se baseiam. Assim, o presente trabalho procura analisar como é constituída a formação de preço de venda de uma linha de tecidos e apresentar a padronização do índice Mark-up multiplicador da empresa. Consequentemente visa-se atingir a margem pretendida pelo proprietário e melhores resultados financeiros neste comércio varejista no interior de São Paulo com a aplicação do índice padrão. Este estudo descreve alguns métodos de formação de preço de vendas e ferramentas para facilitar o processo, em especial o Mark-up. A pesquisa caracteriza-se como descritiva, com uma abordagem qualitativa, utilizando o procedimento metodológico de estudo de caso. Empregou-se a técnica da entrevista com o administrador para a coleta de dados, além das informações disponibilizadas como custos, despesas e faturamento mensal. A análise dos dados foi realizada com base na pesquisa documental, demonstrando-se os cálculos para a obtenção do preço de venda por meio do índice Mark-up multiplicador, apresentação da Demonstração do Resultado do Exercício e gráficos comparativos. Foi percebido que a empresa, apesar de definir sua margem de lucro, não se baseia em ferramentas de formação do preço de venda, mas tem como parâmetro o preço que a concorrência pratica ou o que o consumidor está disposto a pagar. Foi feita uma comparação entre o preço de venda utilizado e o novo preço de venda com o Mark-up, dispondo como decisão que a utilização da padronização do Mark-up multiplicador é inviável neste ambiente e nas atuais circunstâncias apuradas, já que a entidade terá que se adaptar às mudanças, podendo ocorrer uma baixa demanda de vendas e os seus concorrentes alcançarem vantagens no mercado.

Palavras-Chave:Formação do Preço de Venda; Mark-up; Comércio de Tecidos; Concorrência.


MENSURAÇÃO DO EFEITO DE AUMENTAR O PRAZO MÉDIO DE RECEBIMENTO NO RESULTADO DAS VENDAS: ESTUDO INTERVENCIONISTA EM REDE DE LOJAS

Rodney WERNKE (UNISUL) - Brasil
E-mail: rodney.wernke@unisul.br

IVANIR RUFATTO (UNISEP) - Brasil
E-mail: rufatto@unisep.edu.br

O estudo objetivou mensurar, no contexto de uma rede de lojas, o valor do faturamento adicional necessário para proporcionar a mesma lucratividade se aumentado o prazo de recebimento da clientela. Para essa finalidade foi utilizada metodologia qualitativa de intervenção. Foram apresentadas as principais características do contexto estudado e evidenciada a diferença entre o resultado da venda “com” e “sem” a consideração dos prazos do ciclo financeiro na situação inicial, bem como no contexto simulado de aumento de 15 dias no prazo médio de recebimento. Constatou-se que seria necessário aumentar as vendas em 27,25% em relação ao faturamento efetivamente conseguido no mês da pesquisa. Este volume adicional situa-se muito acima da expectativa da diretoria da empresa, que estimava conseguir 10% de aumento nas vendas pela concessão do prazo de recebimento maior. A contribuição da pesquisa está na evidenciação de como dimensionar o faturamento adicional necessário para suportar o aumento no prazo médio concedido à clientela para não reduzir a lucratividade atual.

Palavras-Chave:Ciclo financeiro. Política de prazos de recebimento. Lojas.


MIX E PREÇO NA TOMADA DE DECISÃO: UM ESTUDO DE CASO EM UMA EMPRESA DE PEQUENO PORTE DE TINTAS IMOBILIÁRIAS

Tatiane Andrade CORREIA (UFES) - Brasil
E-mail: candtatiane@gmail.com

Carlos Roberto VALLIM (UFES) - Brasil
E-mail: vallim.ufes@gmail.com

A presente pesquisa objetiva aplicar o mix de produtos por meio do custeio variável e alinhado a formação de preço de venda em uma empresa de pequeno porte de comércio varejista de tintas imobiliárias. Afim de identificar quais são as contribuições do método de custeio variável de produtos na geração de informações de gestão de custos para auxiliar o processo decisório. Para obter respostas ao questionamento, metodologicamente se realizou um estudo de caso com pesquisa de campo, análise documental por meio dos relatórios internos e de controle da empresa e abordagem qualitativa-quantitativa. Os achados da pesquisa evidenciam que o mix de produtos com base no custeio variável produz informações relevantes e contribui para que os gestores e administradores pratiquem uma gestão com utilização de estratégias que melhoram o processo de tomada de decisões ao calcular, controlar e gerenciar custos e preços alinhados com o mercado.

Palavras-Chave:Custeio variável. Mix de produtos. Preço de venda. Mark-up.


O EFEITO DAS CARACTERÍSTICAS DOS BENEFICIÁRIOS NO COMPORTAMENTO DOS CUSTOS EM PLANOS DE SAÚDE

Manoel Júnior LUDWIG (UFSC) - Brasil
E-mail: manoel_ludwig@hotmail.com

Altair BORGERT (UFSC) - Brasil
E-mail: altair@borgert.com.br

O objetivo da presente pesquisa consiste em analisar o efeito das características dos beneficiários de planos privados no comportamento dos custos individuais com saúde. Dessa forma, operacionalizou-se a investigação empírica por meio de uma base de dados transversal com 185.198 administradas, ao longo de 2017. As características dos beneficiários investigadas na pesquisa são: sexo, idade, local de residência e a presença ou não das doenças de diabetes, doenças pulmonares (DPOC), hipertensão (HAS); obesidade e câncer. Como variável dependente, utilizou-se apenas o montante de custo individual que cada beneficiário causou ao plano de saúde. Os principais resultados indicam que os idosos gastam seis vezes mais do que as crianças ou 2,5 vezes mais que o grupo etário dos adultos. Não somente, as médias de custos nos grupos etários são crescentes a medida que se aumenta a idade, inclusive com amplitudes crescentes na comparação com a faixa etária anterior. Em relação ao sexo, os resultados significativos demonstram que as mulheres, em média, gastam mais que os homens. Também, com significância, os resultados demonstram que os beneficiários residentes em cidades maiores gastam mais em relação aos de cidades menores, assim como, em média, os que são portadores de doenças (em especial, diabetes, HAS e câncer) gastam mais do que os não portadores. Em suma, verifica-se a possibilidade de diferenciação entre os indivíduos, para além da idade, o que corrobora com os fatores apontados pela literatura e propícia uma nova ferramenta gerencial de custos.

Palavras-Chave:Características dos usuários. Custos individuais com saúde. Comportamento dos custos com saúde.


O USO DO MÉTODO DA UNIDADE DE ESFORÇO DE PRODUÇÃO (UEP) PARA GERAÇÃO DE INDICADORES ECONÔMICOS DE PRODUÇÃO

Cíntia Wilke FRANCO (UFRGS) - Brasil
E-mail: cintiawfranco@gmail.com

Francisco José KLIEMANN NETO (UFRGS) - Brasil
E-mail: kliemann@producao.ufrgs.br

Devido ao aumento da competição no ambiente industrial, há uma procura por medidas de desempenho de produção que sejam mais fidedignas, pois uma tomada de decisão apoiada em informações inexatas pode ocasionar grandes perdas para a organização. Neste contexto, o presente trabalho possui como objetivo principal a geração de indicadores econômicos de desempenho (que incorporam tanto valores técnicos quanto financeiros em uma mesma base) a partir de uma coleta de informações confiável do processo produtivo de uma empresa multiprodutora. Assim, propõe-se uma sistemática que permita a geração desses indicadores econômicos de produção, apoiando tomadas de decisões oportunas para a sobrevivência no mercado competitivo. A sistemática proposta se baseia na parametrização técnica e econômica dos processos produtivos por intermédio do método da Unidade de Esforço de Produção (UEP), visto que este método possui a característica de unificar a produção através de uma métrica econômica abstrata. Esta sistemática foi aplicada em uma empresa metal-mecânica, a partir de um estudo de caso, e os indicadores definidos para proporcionar suporte às decisões sob os pontos de vista econômico e operacional foram: eficiência, eficiência padrão, eficácia, produtividade horária e valor monetário da UEP. Como resultado, esses indicadores tornaram possível tanto a análise do desempenho global da empresa quanto de seu desempenho por setor fabril, identificando onde atuar para melhorar os resultados econômicos de produção. Conclui-se, então, que a sistemática proposta simplifica o processo de gestão industrial e ainda reduz possíveis distorções que possam ser provocadas pela utilização de indicadores oriundos de outros métodos de custeio.

Palavras-Chave:Indicadores econômicos de desempenho. Sistema de custeio. Método da UEP.


PANORAMA DAS PUBLICAÇÕES NACIONAIS E INTERNACIONAIS SOBRE OS CUSTOS CONJUNTOS

Francisco TAVARES FILHO (UNISINOS) - Brasil
E-mail: franciscotavares@uern.br

Taciana MARETH (UNISINOS) - Brasil
E-mail: tacianamareth@yahoo.com.br

Leandra DA SILVA (UNISINOS) - Brasil
E-mail: leandrapoa@yahoo.com.br

JULIANA DANIELA RODRIGUES (UNISINOS) - Brasil
E-mail: julianarodrigs@yahoo.com.br

Andre Luis KORZENOWSKI (UNISINOS) - Brasil
E-mail: andre.korzenowski@gmail.com

Este trabalho teve como objetivo comparar a utilização do custeio conjunto em publicações nacionais e internacionais por meio de uma análise bibliométrica. A bibliometria desenvolveu-se por meio das três leis: Zipf, Brandford e Lotka. Os trabalhos que compõe a amostra foram selecionados até o ano de 2018 nos Anais Congresso Brasileiro de Custos (CBC) e das bases de dados Scielo, Science Direct, Periódicos Capes e Google Acadêmico. As palavras-chave (em português e inglês) utilizadas foram “custo conjunto”, “custos conjuntos” e “custeio conjunto”. A amostra final do estudo foi de 54 publicações e os resultados estão descritos quanto aos meios de publicação, autoria e conteúdo. Analisando separadamente e comparativamente as características dos trabalhos nacionais e internacionais da amostra, foi possível identificar diferenças e similaridades entre eles. O principal ponto em comum encontrado foi a semelhança entre as palavras-chave das pesquisas, identificada por análise da Lei de Zipf. Quanto às disparidades, foram verificadas em relação ao período de publicação, número de autores, metodologia utilizada e atividades das empresas analisadas nos trabalhos empíricos. Destaca-se a predominância de abordagens qualitativas no Brasil, em relação à representatividade de pesquisas quantitativas no resto do mundo. Os artigos nacionais apresentam-se conforme o proposto pelas Leis de Bradford e Lotka, enquanto os estrangeiros não correspondem às referidas leis, pois apenas um autor e um periódico publicaram mais de um artigo.

Palavras-Chave:Custos conjuntos. Métodos de apropriação de custos. Bibliometria.


PRÁTICAS DE MENSURAÇÃO E GESTÃO DE CUSTOS: INVESTIGAÇÃO EM HOSPITAIS ACREDITADOS

Beatriz Negrelli DA SILVA (UEM) - Brasil
E-mail: beatriznegrelli@hotmail.com

Katia ABBAS (UEM) - Brasil
E-mail: katia_abbas@yahoo.com.br

Lorena ZIROLDO (UEM) - Brasil
E-mail: lorena_ziroldo@hotmail.com

Este estudo tem como objetivo identificar as práticas de mensuração e gestão de custos utilizados pelos hospitais acreditados do Brasil. Para tanto, emprega como estratégia o levantamento (survey), utilizando-se de um questionário como técnica de coleta de dados. A população estudada compreende 263 hospitais, e a amostra é de 85 respostas válidas, que representa 32% da população. Os dados, coletados em 2018, foram tratados por intermédio da técnica de estatística descritiva, com o auxílio do programa Statistical Package for the Social Sciences (SPSS). Os resultados evidenciam que as práticas mais utilizadas de mensuração e gestão de custos são o custeio por absorção pleno/integral (não restringe apenas à alocação dos custos propriamente ditos, mas também considera as despesas, exceto as financeiras, para a composição do custo do produto, sendo que também pode ser operacionalizado com a departamentalização) e a margem de contribuição, enquanto as menos utilizadas são o método das seções homogêneas (RKW), o custeio baseado e atividades (ABC) e o custeio alvo. Verifica-se que os hospitais, de modo geral, estão satisfeitos com as informações de custos geradas por meio das suas respectivas práticas de mensuração e gestão de custos. E 80% dos hospitais concordam que houve melhoria da gestão de custos com a acreditação hospitalar.

Palavras-Chave:Práticas de Gestão de Custos. Práticas de Mensuração. Acreditação Hospitalar.


PRÁTICAS FUNDAMENTAIS DE CONTABILIDADE GERENCIAL E O PRINCÍPIO DA CONFIANÇA: UM ESTUDO EM EMPRESAS BRASILEIRAS DE GRANDE PORTE

Daniela FAGUNDES CARNELÓS NUNES (UEM) - Brasil
E-mail: danicarnelos@gmail.com

Reinaldo Rodrigues CAMACHO (UEM) - Brasil
E-mail: rcamacho@usp.br

Este estudo tem por objetivo avaliar o quanto o princípio da confiança está presente nas práticas de contabilidade gerencial em empresas brasileiras de capital aberto, inscritas na Bolsa de Valores (B3). Como base conceitual, utilizou-se do documento do Chatered Global Management Accountant (CGMA) onde constam 14 (quatorze) práticas de contabilidade gerencial. A estratégia de pesquisa adotada é o levantamento de dados por meio de questionário. A análise dos dados deste estudo quantitativo utilizou a estatística descritiva e a correlação das variáveis estudadas. A amostra estudada é composta por 96 (noventa e seis) empresas de capital aberto. Os resultados indicam que empresas que utilizam práticas fundamentais (CGMA) de contabilidade gerencial percebem um ambiente de confiança. Os achados revelam que há o exercício das práticas fundamentais nas atividades organizacionais das empresas.

Palavras-Chave:Contabilidade Gerencial. Princípio da Confiança. Gestão Estratégica


PRECIFICAÇÃO E ANÁLISE DE CUSTOS EM UM COMPLEXO TURÍSTICO INSTITUCIONAL

Marcos Keller ESTEVAM (UNIOESTE) - Brasil
E-mail: markellest@gmail.com

Fábio PERES BARBOSA (UNIOESTE) - Brasil
E-mail: fabiopbarbosa@outlook.com.br

Patricia Aparecida PINZAN (UNIOESTE) - Brasil
E-mail: paty_pinzan@hotmail.com

Valdir SERAFIM JR (Unioeste) - Brasil
E-mail: jr_valdir@hotmail.com

Fabíola Graciele BESEN (UNIOESTE) - Brasil
E-mail: fabiolagracielebesen@gmail.com

O presente trabalho aborda o tema métodos de custeio aplicado a serviços turísticos. A exploração de serviços de turismo envolve uma diversidade de custos, tanto de forma direta, quanto indireta. Diante da situação apontada, o artigo busca responder a seguinte questão de pesquisa: os preços praticados atualmente, para os diferentes passeios disponíveis, são suficientes, do ponto de vista econômico? Trata-se de uma pesquisa exploratória e descritiva, do tipo estudo de caso, adotando uma abordagem qualitativa e quantitativa. A coleta de dados foi realizada mediante fontes documentais, entrevistas e observações. Foi identificado que no cenário analisado, considerando os preços de venda integral dos ingressos, um único passeio não apresentou coerência com o custo unitário, mostrando-se economicamente inviável. Já no cenário considerando os preços médios de venda, dois passeios demonstraram-se economicamente inviáveis. Os demais passeios apresentam coerência entre o custo e o preço de venda dos ingressos, seja ele o preço total (praticado no dia a dia) ou o preço médio (obtido através da receita total do passeio divido pelo número de visitantes).

Palavras-Chave:Sistemas e Métodos de Custeio. Serviços. Centro de Custo.


PROCESSO DE ADOÇÃO DO ORÇAMENTO BASE ZERO EM UMA EMPRESA DE TECNOLOGIA SEDIADA NO ESTADO DE MINAS GERAIS

Matheus Moreira Pellicani MARQUES (UFU) - Brasil
E-mail: matheusmp_marques@hotmail.com

Graciela Dias Coelho JONES (UFU) - Brasil
E-mail: graciela.dcjones@gmail.com

As empresas têm passado por muitas mudanças num mercado mundial mais competitivo e exigente, o que aumenta também o desafio dos gestores na condução dessas empresas. Em resposta a este novo panorama, as organizações empresariais buscam repensar e modificar seu modelo de gestão, com o intuito de racionalizar recursos e maximizar a eficiência operacional. Nesse contexto, o presente trabalho tem o objetivo de analisar o processo de adoção do orçamento base zero (OBZ) em uma empresa de tecnologia, sediada em uma cidade de grande porte do estado de Minas Gerais. Trata-se de uma pesquisa qualitativa e exploratória, que adotou o método do estudo de caso. As informações foram coletadas por meio de observação participante, entrevistas realizadas com gestores da área, bem como, análise de documentos disponibilizados pela empresa. As mudanças realizadas no processo orçamentário, a partir da implementação do OBZ, permitiram a definição dos donos e responsáveis por pacotes, atuando na gestão de custos e implementando boas práticas de planejamento e controle orçamentário, facilitando a gestão. Apesar de ter havido melhoria dos resultados e qualidade de informações, o OBZ não se apresenta totalmente adequado para empresas prestadoras de serviço.

Palavras-Chave:Orçamento. Orçamento Base Zero. Planejamento Orçamentário. Controle Orçamentário


RENTABILIDADE DO CULTIVO DE ABACAXI: UM ESTUDO EM TANGARÁ DA SERRA/MT

Rita Camila Keserle de OLIVEIRA (UNEMAT) - Brasil
E-mail: ritakeserle@gmail.com

Willian KRAUSE (UNEMAT) - Brasil
E-mail: krause@unemat.br

Cleci GRZEBIELUCKAS (UNEMAT) - Brasil
E-mail: cleci@unemat.br

Josiane Silva COSTA DOS SANTOS (UNEMAT) - Brasil
E-mail: josiane.santos@unemat.br

O objetivo do estudo foi avaliar a rentabilidade do cultivo de abacaxi em uma propriedade rural do município de Tangará da Serra/MT. É uma pesquisa descritiva, aplicada e abordagem quantitativa. O instrumento de coleta foi roteiro estruturado, registro fotográfico e observação in loco. A análise baseou-se na produção em um hectare de terra. Para calculo dos indicadores de rentabilidade foram utilizadas ferramentas de análise econômica e contábil a fim de avaliar os custos de produção e o índice de lucratividade. A pesquisa ocorreu no período de fevereiro de 2018 a junho de 2019. O estudo permitiu identificar que a atividade é rentável economicamente apresentando índice de lucratividade de 35,12% e fluxo de caixa de R$ 24.076,61, com produção do abacaxi a um custo total unitário de R$ 1,18.

Palavras-Chave:Custos. Manejo. Lucratividade. Abacaxizeiro


UM ESTUDO COM PRODUTORES RURAIS DE MARECHAL CÂNDIDO RONDON – PARANÁ – BRASIL, QUE BUSCAM RECURSOS FINANCEIROS EM COOPERATIVAS DE CRÉDITO PARA FINANCIAR AS ATIVIDADES

Maycon Marques FERREIRA (ISEPE RONDON) - Brasil
E-mail: mayconmarques2008@yahoo.com.br

Maiquel Rafael FREIBERGER (ISEPE RONDON) - Brasil
E-mail: maiquel_freiberger@outlook.com

Igor Henrique SANTANA MARQUETI (ISEPE RONDON) - Brasil
E-mail: igormarqueti@hotmail.com

Elza HOFER (UNIOESTE) - Brasil
E-mail: elza_hofer@uol.com.br

Anderson Giovane SONTAG (UESPAR) - Brasil
E-mail: andersonsontag@hotmail.com

A agricultura possui vários métodos de produção, desde os mais rudimentares até os mais sofisticados. A desigualdade é perceptível pelo fato de o município em estudo, possuir agricultores com estruturas dotadas de tecnologias e maquinários atualizados. Há também, agricultores familiares com poucas terras e nenhum tipo de tecnologia para auxiliá-los. O presente estudo teve como objetivo analisar em que medida os produtores rurais utilizam de recursos de terceiros para financiar as atividades agropecuárias. A pesquisa caracterizou-se como exploratória, qualitativa e quantitativa. Foi realizado um levantamento ou survey, sendo a população composta por 1934 propriedades rurais do município de Marechal Cândido Rondon – Paraná – Brasil. A amostra é constituída de 86 propriedades, escolhidas por acessibilidade. Os dados foram coletados em questionários compostos por 35 questões, aplicados aos produtores rurais do município e dados obtidos por duas cooperativas de crédito do município, informando a quantidade de contratos de crédito rural liberados, nos últimos 5 anos. Constatou-se que 85% dos produtores rurais já utilizaram recursos financeiros de terceiros para financiar suas atividades. 61% dos entrevistados são produtores familiares que trabalham em pequenas propriedades. Observou-se uma ascensão na contratação do crédito rural, evidenciando ser uma alternativa para realizar investimentos, alavancar seus rendimentos e custear as atividades.

Palavras-Chave:Contabilidade de custos. Cooperativas. Produtor rural.


VOLTANDO PARA CASA COM A PRODUÇÃO NÃO VENDIDA: UMA ANÁLISE DO COMPORTAMENTO DE PRODUTORES DE BANANA DO ESPÍRITO SANTO SOB A ÓTICA DA TEORIA DO EFEITO CUSTO AFUNDADO

Denizar LEAL (Ufes) - Brasil
E-mail: denizarleal@uol.com.br

Daniely Tranhago DE QUEIROZ (UFES) - Brasil
E-mail: danytranhago@outlook.com

Roberta Araújo RODRIGUES (UFES) - Brasil
E-mail: robertaaraujorodrigues@gmail.com

A Teoria da Perspectiva sugere que o processo de tomada de decisões não é estritamente racional. Para Thaler (1980) as pessoas resistem em aceitar a perda, preferindo muitas vezes continuar arriscando na tentativa de recuperar o prejuízo ou gasto que tiveram. Uma das consequências da aversão à perda é o efeito custo afundado que é definido como uma maior disposição em continuar uma empreitada uma vez que um investimento em dinheiro, esforço ou tempo já tenha sido realizado (ARKES; BLUMER, 1985). Assim, o objetivo deste estudo é identificar se o efeito custo afundado é uma das razões que fazem com que os produtores de banana do Espírito Santo tomem as decisões que envolvem a volta para casa com a produção não vendida. Trata-se de um estudo de casos múltiplos de natureza exploratória e descritiva. A investigação foi realizada por meio de entrevistas com 17 produtores de banana do Espírito Santo, que comercializam seus produtos nas Centrais de Abastecimento do Espírito Santo (CEASA). Os resultados encontrados demonstram que os produtores relutam em vender abaixo do preço de custo, constatando que há a influência dos custos afundados nas decisões de voltar para a casa com a produção não vendida. Outro achado do estudo é que o medo da perda, que é um dos pilares da Teoria da Perspectiva, também influencia as decisões dos produtores, no sentido de tentar evitar perdas futuras, sugerindo que esse fenômeno é tão robusto, a ponto de fazer com que os indivíduos olhem para o passado e para o futuro (MOON, 2001), tentando evitar as perdas em ambos os sentidos.

Palavras-Chave:Escalada do comprometimento; Efeito custo afundado; Produtores rurais.




7. Metodologias de ensino e pesquisa em custos



ANÁLISE DA PRODUÇÃO CIENTÍFICA DOS DOCENTES DE PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CONTABILIDADE DO BRASIL COM TEMAS RELACIONADOS A ÁREA DE CUSTOS

Fernanda Michele BASSANI (UFRGS) - Brasil
E-mail: fernandabassani@hotmail.com

Ângela Rozane Leal DE SOUZA (UFRGS) - Brasil
E-mail: angela.rsl@gmail.com

Larissa MARX WELTER (UFRGS) - Brasil
E-mail: larissamarxwelter@gmail.com

Ariel BEHR (UFRGS) - Brasil
E-mail: behr.ariel@gmail.com

Everton das Silveira FARIAS (UFRGS) - Brasil
E-mail: farias@ufrgs.br

Este estudo tem por objetivo identificar de que forma os docentes permanentes dos Programas de Pós-Graduação em Contabilidade contribuem para a produção científica, com temas relacionados a área de custos. Através de uma pesquisa descritiva, com coleta documental, utilizou como amostra os artigos publicados pelos docentes em periódicos e relacionados a área de custos, no quadriênio de 2013-2016. Por meio de ferramentas de estatística descritiva e da análise das redes sociais, realizada com apoio do software UCINET, foi possível identificar que: (a) todos os 21 programas pertencentes na análise apresentaram contribuições nas publicações sobre o tema, podendo destacar as instituições UFSC, UFPR, UNISINOS, UNB/UFPB/UFRN e FURB; (b) 115 docentes apresentaram estudos relacionados a custos, sendo que o docente Altair Borgert, apresentou a maior produção, seguido por Marcos Antônio de Souza, Jorge Eduardo Scarpin e Aneide Oliveira Araujo; (c) foram identificados 135 periódicos que publicaram os estudos, sendo que Custos e @gronegócio Online e ABCustos apresentaram maior frequência, sendo responsáveis por 15% de toda publicação considerada; (d) com base nas redes de coautoria, tanto analisando os programas, como os docentes, é possível identificar um grau baixo de interações. A pesquisa se justifica por evidenciar a evolução das publicações relacionadas com a temática de custos, partindo da ideia que este fator contempla o processo de maturação da pesquisa, além de permitir comparações em estudos futuros, motivados pelas alterações dos critérios Qualis, para o quadrimestre 2017/2020.

Palavras-Chave:Periódicos Científicos, Custos, Docentes Permanentes, Redes Sociais.


COMPARATIVO DO ESTUDO PRESENCIAL E A DISTÂNCIA: ANÁLISE DOS INDICADORES DE QUALIDADE DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

Julyanne Kerllen MEDEIROS DE OLIVEIRA (UERN) - Brasil
E-mail: julyannekerllen@hotmail.com

Rosângela Queiroz Souza VALDEVINO (UERN) - Brasil
E-mail: rosangelaqueiroz84@yahoo.com.br

Rosilania Silva DE QUEIROZ (UERN) - Brasil
E-mail: rosilania.queiroz@outlook.com

Adriana Martins de OLIVEIRA (UERN) - Brasil
E-mail: adrimartinso@gmail.com

O objetivo deste estudo foi analisar o desempenho dos cursos de ciências contábeis, na modalidade presencial e a distância ofertados no município de Mossoró – RN. Quanto aos aspectos metodológicos, possui característica qualitativa, descritiva e documental. Foram coletados os dados referentes aos aprovados no exame de suficiência na primeira e segunda edição de 2017 e 2018, juntamente com os indicadores de qualidade a nível nacional, o Conceito Preliminar de Curso (CPC) e Conceito ENADE referente ao exame realizado em 2015. O modelo usado para obtenção dos resultados foi um levantamento de dados no sistema e-MEC, e no Conselho Federal de Contabilidade. Identificou-se um total de 25 IES, dessas apenas 6 ofertam o curso na modalidade presencial e uma possui as duas modalidades. Devido à ausência de informações dos indicadores de qualidade dos cursos no sistema e-MEC, a análise para comparar o desempenho entre a modalidade presencial e a distância foram as instituições que possuem os dois indicadores (ENADE e CPC) e as que participaram do exame de suficiência nos anos de 2017 e 2018 nas duas edições. A análise foi realizada em 4 cursos, UERN (presencial), UFERSA (presencial), UNP (presencial), UNIDERP (EaD). Por meio dos resultados, conclui-se que os cursos presenciais possuem indicadores de qualidade melhores do que a distância, com destaque para a UFERSA que alcançou os melhores resultados nesses indicadores.

Palavras-Chave:Ensino presencial. Ensino a distância. Exame de suficiência. ENADE. Conceito preliminar de curso.


CONCEITOS DE CUSTOS: UMA ANÁLISE DOS LIVROS DE CUSTOS DISPONÍVEIS PARA O ENSINO NA GRADUAÇÃO

Thais Luiza PARIZOTTO DOS SANTOS (UNIOESTE) - Brasil
E-mail: thaisluizaparizotto@hotmail.com

José Antonio CESCON (UNIOESTE) - Brasil
E-mail: cescon@cescon.adm.br

Fabíola Graciele BESEN (UNIOESTE) - Brasil
E-mail: fabiolagracielebesen@gmail.com

Na literatura é possível encontrar inúmeros autores conceituando um mesmo assunto/tema/conceito de diferentes maneiras. Neste sentido, a presente pesquisa tem por objetivo através de pesquisa em livros disponíveis/utilizados nos cursos de graduação, analisar os principais conceitos em custos, identificando como cada autor trata estes assuntos, e as divergências encontradas entre eles. Para alcançar o objetivo proposto foi realizada uma pesquisa bibliográfica, exploratória, descritiva, com abordagem qualitativa, e quanto ao procedimento técnico, utilizou-se o ensaio teórico e análise do discurso. A seleção das obras/autores e literaturas presentes na pesquisa, se deu por meio de conversa com docentes da área de custos sobre os autores utilizados pelos mesmos nos cursos de graduação em Ciências Contábeis, e por meio de pesquisas em biblioteca universitária, literatura de autores que estão disponíveis e são objeto de estudo dos discentes. Para a apresentação dos resultados alcançados, dividiu-se o estudo em: análise dos conceitos básicos de custos, entendidos como Custo Fixo, Variável, Direto e Indireto; Sistemas/Princípios/Filosofia de Custeio/Custos e Métodos de Custeio/Custos. Conclui-se que apesar de alguns autores conceituarem de maneira semelhante, as principais divergências se referem ao entendimento do que é sistema/princípio/filosofia de custeio/custos em relação aos métodos de custeio/custos, neste sentido não se pode considerar que existe coerência de entendimento entre os autores.

Palavras-Chave:Conceitos em custos. Sistema de custeio. Método de custeio.


CUSTOS APLICADOS AO SETOR PÚBLICO: UMA ANÁLISE BIBLIOMÉTRICA DOS ARTIGOS PUBLICADOS NO CONGRESSO BRASILEIRO DE CUSTOS ENTRE 2016 E 2018

Thiago Silveira Figueiredo SILVA (CEFET-MG) - Brasil
E-mail: thiagosilveirafig@yahoo.com.br

Sofia Chaves Cardoso ELEUTÉRIO (CEFET/MG) - Brasil
E-mail: sofiaeleuterio@outlook.com

Rayssa Rayane Rocha Rosário ARAUJO (CEFET-MG) - Brasil
E-mail: rayssa.rosario.sud@gmail.com

Fabrício Molica de MENDONÇA (UFSJ) - Brasil
E-mail: fabriciomolica@yahoo.com.br

LIVIA MARIA DE PÁDUA RIBEIRO (CEFET-MG) - Brasil
E-mail: livia.padua2014@gmail.com

O presente estudo objetivou analisar a produção científica na área “custos aplicados ao setor público” do Congresso Brasileiro de Custos, no período de 2016 a 2018, de modo a traçar o perfil de pesquisa e suas contribuições para o setor. Para isso foi realizada uma pesquisa quantitativa e qualitativa, de natureza descritiva e analítica, utilizando a bibliométrica como técnica de pesquisa aplicada a 67 artigos que compõem o triênio estudado. Os resultados encontrados revelaram que: a) os artigos tem sido produzidos por 2, 3 ou 4 pesquisadores; b) o número de artigos por instituição de ensino superior tem variado, com destaque para a Universidade Federal de Santa Catarina; c) o maior número de trabalhos na área tem sido desenvolvido na região Sul; d) há um equilíbrio entre o emprego das abordagens qualitativas e quantitativas; e) o tipo de pesquisa adotada tem apresentado equilibrada em relação às abordagens quantitativas e qualitativas com destaque para os temas: gastos públicos, gestão de custos, Lei de Responsabilidade Fiscal, accountability, Lei Orçamentária, Sistema de Informação de Custos do Setor Público (SICSP) e normas contábeis. Percebe-se, então, que o tema tem despertado o interesse dos pesquisadores, sendo que, as temáticas abordadas estão alinhadas com os principais assuntos discutidos na área de gestão de custos na Administração Pública.

Palavras-Chave:Custos Aplicados ao Setor Público. Congresso Brasileiro de Custos. Bibliometria.


ELEMENTOS DETERMINANTES DA INFLUÊNCIA DA EDUCAÇÃO FINANCEIRA NO PAPEL DE CONSUMIDOR.

Arthur Medeiros MELO (UERN) - Brasil
E-mail: arthur_meme@hotmail.com

Wênyka Preston Leite Batista da COSTA (UERN) - Brasil
E-mail: wenykapreston@hotmail.com

Rodrigo José Guerra LEONE (UnP) - Brasil
E-mail: rodrigo.leone@gestorfp.com.br

Jandeson Dantas da SILVA (UERN) - Brasil
E-mail: jandeson.dantas@hotmail.com

Luiz Antonio FELIX JÚNIOR (UnP) - Brasil
E-mail: juniorfelixx@hotmail.com

Sergio Luiz Pedrosa SILVA (UERN) - Brasil
E-mail: sergiopedrosa@uern.br

O objetivo da presente pesquisa foi identificar elementos determinantes da influência da educação financeira no papel de consumidor. A pesquisa foi realizada com uma amostra de 116 alunos de uma universidade pública do Rio Grande do Norte. As questões levantadas foram analisadas por meio da análise descritiva e fatorial exploratória. Os resultados encontrados mostram que os conhecimentos acerca da educação financeira e finanças como poupar, investir, análise custo-benefício, entre outros, possuem participação direta nas ações do consumidor perante o mercado, onde os mesmos se utilizam de tais artifícios visando sucesso na tomada de decisão. Portanto, conclui-se que a educação financeira possui influência direta no papel do consumidor, uma vez que os indivíduos acreditam que aplicando tais conhecimentos, há um aumento acentuado na probabilidade de maior sucesso nas ações que ele venha a realizar no mercado, como por exemplo, compras, vendas, investimentos, entre outras.

Palavras-Chave:Educação Financeira. Finanças. Consumidor.


INCONSCIENTE COLETIVO NO CONHECIMENTO DE CONTABILIDADE DE CUSTOS: NA PERSPECTIVA DOS DISCENTES DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS.

Emerson da Silva COSTA (UERN) - Brasil
E-mail: emersongov.ads@hotmail.com

Luana Cristina MORAIS DE OLIVEIRA (UERN) - Brasil
E-mail: luanacoliveiram@hotmail.com

Keliane De Melo RAMALHO (UERN) - Brasil
E-mail: keliane.melo.14@gmail.com

Wênyka Preston Leite Batista da COSTA (UERN) - Brasil
E-mail: wenykapreston@hotmail.com

Luiz Antonio FELIX JÚNIOR (UnP) - Brasil
E-mail: juniorfelixx@hotmail.com

Jandeson Dantas da SILVA (UERN) - Brasil
E-mail: jandeson.dantas@hotmail.com

O presente estudo buscou descobrir os fatores que induzem a formação de inconsciente coletivo quanto à aceitação dos métodos de custeio variável e absorção no ensino de contabilidade de custos, apoiando-se nas pesquisas realizadas por Slomski et al. (2003), Guerreiro et al. (2004) e Silva et al. (2015) que tiveram com foco a teoria da psicologia analítica elaborada por Jung (1936) acerca de arquétipos e pensamentos de inconsciente coletivo de grupos. A investigação do estudo compõe uma amostragem de 179 alunos do curso de graduação em ciências contábeis de duas universidades da cidade Mossoró do estado Rio Grande do Norte. Para o desenvolvimento da pesquisa empregaram-se métodos estatísticos, como o teste de comparação de médias e análises dos dados coletados. As respostas apontam que os discentes que ainda não tiveram contato ou estão cursando a disciplina de contabilidade de custos possui uma maior aceitação ao método por absorção, e com o aumento da escala educacional sobre a disciplina os alunos mudam às concepções e aderem custeio variável para fins gerenciais, depois de cursarem a disciplina. Observou-se que os alunos não conseguem ter uma notável diferenciação entre os métodos de custeio variável e por absorção, já que a maior parte classifica o custeio por absorção como relevante para o processo decisório, e ainda declararam que são poucas as diferenças. De acordo com achados, a ausência de profundidade da metodologia de ensino dos conteúdos da disciplina de custo pode ser a causa para explicar por que os alunos não conseguem diferenciar os dois métodos.

Palavras-Chave:Inconsciente coletivo. Contabilidade de custos. Custeio variável. Custeio por absorção.


O QUE A PRODUÇÃO CIENTÍFICA BRASILEIRA TEM DIVULGADO SOBRE MÉTODOS DE CUSTEIO?

Bruno NATALE MAURINO (FECAP) - Brasil
E-mail: br_natale@hotmail.com

Joice CHIARETO (FECAP) - Brasil
E-mail: joice.chiareto@gmail.com

José Orcélio NASCIMENTO (FECAP) - Brasil
E-mail: jorcelio@uol.com.br

Marcus Vinicius Moreira ZITTEI (FMU) - Brasil
E-mail: marcuszittei@zittei.com.br

Luciana Gavazzi BARRAGAN (FECAP) - Brasil
E-mail: lbarragan@fecap.br

Elubian de Moraes SANCHEZ (FECAP) - Brasil
E-mail: elubian.sanchez@fecap.br

No intuito de auxiliar pesquisadores e empresários, a presente pesquisa, classificada como descritiva, qualitativa e bibliométrica, buscou medir e analisar a produção científica acerca dos métodos de custeio nas publicações em revistas com Qualis A1, B1 e B2 (classificação 2013-2016). Foram analisados 308 artigos, dos quais 96 atenderam ao objeto desta pesquisa. No tocante a metodologia de pesquisa empregada pelas publicações, a maioria das pesquisas é empírica (75%), e composta por estudos de caso com abordagem qualitativa. Sobre o objeto desta pesquisa, notou-se que grande parte dos artigos (37%), trata de dois ou mais métodos de custeio simultaneamente. No entanto, dentre os sistemas tradicionais de custeio, o mais pesquisado nas publicações do período foi o Activity Based Costing – ABC, com 33% do total de artigos publicados. Identificou também o surgimento de pesquisas em torno de novos métodos de custeio como o Custeio Alvo ou Meta, Custeio Estratégico e Custeio de Qualidade.

Palavras-Chave:Métodos de Custeio. Custos. Custeio ABC. Bibliometria.


PERSPECTIVAS DOS GRADUANDOS EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS EM RELAÇÃO AO MERCADO DE TRABALHO

Elizabeth Ferreira JALES SOARES (Uern) - Brasil
E-mail: elizabethferjales@hotmail.com

Rosângela Queiroz Souza VALDEVINO (UERN) - Brasil
E-mail: rosangelaqueiroz84@yahoo.com.br

Rosilania Silva DE QUEIROZ (UERN) - Brasil
E-mail: rosilania.queiroz@outlook.com

Adriana Martins de OLIVEIRA (UERN) - Brasil
E-mail: adrimartinso@gmail.com

O presente trabalho teve como objetivo analisar as perspectivas dos graduandos do curso de ciências contábeis da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte – UERN e da Universidade Potiguar - UNP da cidade de Mossoró/RN, em relação a atuação no mercado de trabalho. Com relação aos aspectos metodológicos, a pesquisa possui caráter descritivo, sendo um estudo bibliográfico e pesquisa de campo, com abordagem quantitativa e transversal. Para a realização da coleta de dados, foram aplicados questionários com perguntas fechadas, respondido por uma amostra de 57 alunos das duas universidades estudadas. Os resultados obtidos apontam que a maioria dos discentes não pretendem atuar na área contábil propriamente dita, mas buscam estabilidade financeira por meio de concurso público. Observou-se também que os estudantes que pretendem atuar na área de contabilidade após o término de graduação, possuem inclinação para o ramo da contabilidade fiscal/tributária, constatou-se ainda que os alunos das duas universidades consideram bastante satisfatória a graduação de contabilidade.

Palavras-Chave:Mercado de trabalho. Ciências contábeis. Perfil dos estudantes




8. Métodos quantitativos aplicados à gestão de custos



ANÁLISE DA ASSIMETRIA DOS CUSTOS DAS EMPRESAS BRASILEIRAS LISTADAS NA BM&FBOVESPA PARA DIFERENTES MAGNITUDES DE VARIAÇÕES DA RECEITA

Gabriel RODRIGUES DE SOUZA (UFSC) - Brasil
E-mail: gabrielrds_@hotmail.com

Altair BORGERT (UFSC) - Brasil
E-mail: altair@borgert.com.br

Aline WILLEMANN KREMER (UFSC) - Brasil
E-mail: alinekremer_@hotmail.com

O objetivo deste estudo é identificar a influência das magnitudes das variações da RLV na assimetria dos custos das empresas brasileiras listadas na BM&FBOVESPA no período compreendido entre 1995 e 2015. Para isso, utilizou-se da análise de dados em painel, onde a variável dependente é o CT e as variáveis independente são as variações da RLV. Os resultados apontam que a variação da RLV explica a variação do CT em 26,26% no período em questão. No que se refere à influência da assimetria, essa é perceptível nas diferentes magnitudes de variações estudadas, de forma que, à medida que aumenta a magnitude de variação da RLV, aumenta também a assimetria dos custos, o que corrobora com os estudos internacionais a esse respeito.

Palavras-Chave:Custos assimétricos. Variações da receita. Empresas brasileiras.


ANÁLISE DOS COMPORTAMENTOS DOS CUSTOS DAS EMPRESAS DE CONSTRUÇÃO CIVIL LISTADAS NA B3 EM PERÍODOS DE CRISE E DE PROSPERIDADE ECONÔMICA.

GUILHERME LIMA DOS SANTOS (UFAL) - Brasil
E-mail: guilhermelimsa@hotmail.com

Valdemir da SILVA (UFAL) - Brasil
E-mail: valdemir.silva@feac.ufal.br

Natallya LEVINO (UFAL) - Brasil
E-mail: natallya.levino@feac.ufal.br

Kleber Luis Alves GUEDES (UFAL) - Brasil
E-mail: kla.guedes@hotmail.com

Paulo Sérgio CAVALCANTE (UFAL) - Brasil
E-mail: pscaval@yahoo.com.br

Cleiton Rodrigo Buarque SILVA (UFAL) - Brasil
E-mail: cleiton_rodrigo2006@hotmail.com

O comportamento de custos vem ocupando espaço nos debates sobre gestão econômica, possibilitando analisar o desempenho das empresas. Este estudo busca investigar o comportamento dos custos de empresas do setor da construção civil, listadas na B3, em períodos de prosperidade econômica (2010-2013) e de crise econômica (2014-2018). Utilizando-se de pesquisa descritiva, documental e quantitativa, coletaram-se os dados referentes a Receita Líquida (RL), ao Custo dos Produtos Vendidos (CPV), às Despesas de Vendas (DA) e os custos totais da amostra correspondente a 18 empresas. Os resultados da pesquisa revelaram, por meio de análise descritiva, alteração no comportamento dos custos das empresas entre os dois períodos investigados. Essa dinâmica mostrou que houve o comprometimento médio da receita líquida em relação aos custos de vendas, às despesas administrativas e de vendas e, sobretudo, aos custos totais que inclinaram de 87%, no período prosperidade econômica, para 118%, nos quatro anos de crise econômica, indicando, desse modo, prejuízo. 16 empresas elevaram os seus custos totais entre os dois momentos comparados, sendo que 10 apresentaram os custos maiores que as receitas líquidas totais, indicando, no período de crise econômica, possível declínio das receitas e manutenção dos custos fixos estruturais.

Palavras-Chave:Comportamento de custos. B3. Prosperidade econômica. Crise econômica. Construção civil.


ANÁLISE ENVOLTÓRIA DE DADOS (DEA) NAS PRODUÇÕES ACADÊMICAS SOBRE EDUCAÇÃO SUPERIOR

Lorena ZIROLDO (UEM) - Brasil
E-mail: lorena_ziroldo@hotmail.com

Fernanda Bueno Grizos de CARVALHO (UEM) - Brasil
E-mail: fernanda.bgrizos@gmail.com

Katia ABBAS (UEM) - Brasil
E-mail: katia_abbas@yahoo.com.br

Romildo de Oliveira MORAES (UEM) - Brasil
E-mail: romoraes@usp.br

O objetivo do estudo é realizar uma revisão sistemática sobre a Análise Envoltória de Dados (DEA) na educação superior no período de 2009 a 2018. O processo de coleta de dados consistiu-se da delimitação das bases de dados: Science Direct, Scopus, Emerald e Web of Science; e os anais dos congressos: Congresso USP de Controladoria e Contabilidade e Congresso Brasileiro de Custos (CBC). A amostra da pesquisa foi constituída por 30 artigos. Como resultado, verificou-se que dentre o período analisado, os anos de 2011 e 2018 foram o de maior quantidade de publicação (5 cada); o continente europeu é o que mais publicou (8); em relação ao objetivo mais comum entre as pesquisas está o subgrupo Eficiência nas IES (9); a autora que mais publicou na área foi a Joanna Wolszczak-Derlacz (3) e os periódicos com mais vinculação de artigos, ambos com 5 publicações, foram o Expert Systems With Applications e o Omega. Observou-se, também, que a categoria dos inputs mais utilizados pelos autores foi a Instituição e, em relação aos outputs, a categoria de maior destaque foi Aluno; quanto ao modelo, constatou-se que o BCC é o mais utilizado (aparecendo em 13 estudos) e a orientação mais comum foi ao output (presente em 15 artigos). Essa revisão sistemática contribui para literatura e pode proporcionar, por meio de seus resultados, identificação de lacunas de pesquisa a serem preenchidas sobre o tema.

Palavras-Chave:DEA; Educação; Ensino Superior; Revisão Sistemática.


EFICIÊNCIA DOS GASTOS DO SEBRAE NA ATUAL CRISE ECONÔMICA

Rebeca Maria Nepomuceno LIMA (UFV) - Brasil
E-mail: rebeca.econ@gmail.com

Thamires Mendes PEREIRA (MG) - Brasil
E-mail: thammendespereira@gmail.com

Adriano Provezano GOMES (UFV) - Brasil
E-mail: apgomes@ufv.br

Dado a atual conjuntura econômica nacional constata-se que há a propensão de redução de verbas repassadas ao Sistema S. Nesse aspecto, o presente estudo tem como objetivo avaliar dentre as 27 unidades federativas do Brasil qual unidade SEBRAE geriu seus recursos financeiros de maneira mais eficiente, tendo dois anos como base, 2014 período de início da crise econômica do Brasil e 2017 anos em que esta começou a ser amenizada. Para isso, foram utilizados a Análise Envoltória de Dados (DEA) e o Índice de Malmquist. Os resultados encontrados revelam que houve um aumento médio da produtividade total dos fatores incentivados principalmente pelo aumento do chamado efeito de deslocamento da fronteira eficiente. Foram também observados que a maioria das instituições estaduais operam sob retornos crescentes de escala, portanto, elas apresentam problemas de alocação de recursos.

Palavras-Chave:Sebrae. Dea. Malmquist


EFICIÊNCIA NAS DECISÕES DE INVESTIMENTO EM FRANQUIA E O FENÔMENO DA ASSIMETRIA INFORMACIONAL

Isa Dora Almeida Oliveira DA SILVA (UFV) - Brasil
E-mail: id.aos@hotmail.com

Adriano Provezano GOMES (UFV) - Brasil
E-mail: apgomes@ufv.br

Gabriel Teixeira ERVILHA (UFV) - Brasil
E-mail: gabriel.ervilha@ufv.br

O presente estudo buscou analisar estimativas do retorno do investimento em franquias do segmento de alimentação, tendo em vista o fenômeno da assimetria informacional, consistindo em uma visão preliminar que poderá ser usada para embasar decisões de investimento. A amostra consta de 40 franquias do segmento e o estudo foi realizado por meio da análise envoltória de dados (DEA), pelo modelo de retornos variáveis à escala. Verificou-se, comparativamente, quais as melhores alternativas em termos do retorno do investimento em unidades franqueadas. Constatou-se que há indícios da presença do fenômeno da Assimetria Informacional nos dados divulgadas pelos franqueadores, com destaque para alguns casos específicos. Concluiu-se que, apesar de não ser possível afirmar que tais inconsistências ocorrem por intenção dos franqueadores, faz-se necessário avaliar esses dados com cautela, de forma a minimizar os riscos do investimento.

Palavras-Chave:Franquias. Assimetria Informacional. Investimentos. Eficiência.


EFICIÊNCIA OPERACIONAL NOS PRINCIPAIS BANCOS PÚBLICOS DO BRASIL

Carlos VIEGAS NETO (UFRGS) - Brasil
E-mail: carlosvneto@gmail.com

Ângela Rozane Leal DE SOUZA (UFRGS) - Brasil
E-mail: angela.rsl@gmail.com

Lauren Dal Bem VENTURINI (UFRGS) - Brasil
E-mail: laurenventurini@hotmail.com

Josiane Piva Testolin da Silva CARAFFINI (UFRGS) - Brasil
E-mail: josianetsc@gmail.com

O estudo analisa a eficiência operacional dos principais bancos públicos do Brasil, no período de 2010 a 2018, utilizando a metodologia de Análise Envoltória de Dados (DEA) e o Índice de Eficiência Operacional (IEO). A pesquisa caracteriza-se como quantitativa, descritiva e documental, com nove bancos compondo a amostra do estudo. A análise da eficiência sob a abordagem do IEO revelou que os bancos públicos, em sua maioria, apresentaram ineficiência moderada e apenas 17,5% podem ser enquadrados como eficientes. Em relação à DEA, constatou-se 62,5% dos bancos podem ser considerados eficientes. Nesta abordagem os bancos BB, BANESE e BANPARÁ se revelaram como eficientes no período analisado, e os bancos BASA, BANESTES e BRB tiveram desempenho abaixo da fronteira de eficiência em mais da metade dos anos avaliados. Ainda, por meio da DEA, evidenciou-se o distanciamento dos bancos ineficientes da fronteira de eficiência, ou seja, as reduções necessárias em cada variável de input para que as unidades ineficientes alcancem a eficiência. Na comparação entre as duas abordagens de análise, percebeu-se que há resultados análogos e outros divergentes, inferindo-se que existe correlação entre os resultados da eficiência em bancos, mesmo sendo mensuradas de formas diferentes. O estudo contribui com a gestão dos bancos envolvidos, pois fornece informações que podem direcionar a atuação pela busca da eficiência, e também para os stakeholders, uma vez uma que os bancos públicos detêm poupanças públicas e privadas. Auxilia, ainda, na compreensão da eficiência dos bancos, ao demonstrar duas abordagens de cálculo que podem ser utilizadas.

Palavras-Chave:Eficiência. Análise Envoltória de Dados. Bancos Públicos.


GOVERNANÇA CORPORATIVA: UMA ANÁLISE DE SUA INFLUÊNCIA SOBRE O DESEMPENHO E A EFICIÊNCIA DE EMPRESAS LISTADAS NO SETOR DE MATERIAIS BÁSICOS DA BRASIL, BOLSA E BALCÃO.

Francisco Ícaro Silvério DE OLIVEIRA (UERN) - Brasil
E-mail: icarosilverio_@outlook.com

Erika Maia ROCHA (UERN) - Brasil
E-mail: erika_12k@hotmail.com

Este artigo objetiva analisar a compreensão do mercado acionário em meio às conjunturas regulamentares e práticas de Governança Corporativa ligadas à questão da efetividade e desempenho empresarial de empresas dispostas na lista de Índice de Governança Corporativa Diferenciada – IGC na Brasil, Bolsa e Balcão – B3, em termos de desempenho e efetividade, nas suas operações. A aplicação inicial se dará nas empresas do Setor de Materiais Básicos nos anos de 2015 a 2018, tendo como base o valor dos índices de liquidez, giro do ativo, endividamento geral e imobilização do patrimônio líquido das mesmas, para analisar a efetividade por meio da Análise Envoltória dos Dados – DEA, tendo, por último, sido realizada uma análise estatística da distribuição de frequência dos valores encontrados abrangidos pela pesquisa. Foi constatado que, apesar da adoção às práticas de governança corporativa não garantir posição na fronteira de eficiência, a distribuição de frequência evidencia que a maioria das empresas situou-se próximo à esse índice.

Palavras-Chave:Governança Corporativa; Lucratividade; Efetividade


IMPACTO DA LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL SOBRE AS DESPESAS CORRENTES NOS MUNICÍPIOS MATOGROSSENSES

Jones Venancio da Silva PAESANO (UNEMAT) - Brasil
E-mail: jones.discipulo@gmail.com

Cleiton FRANCO (UNEMAT) - Brasil
E-mail: franco.cleiton@gmail.com

Magno Alves RIBEIRO (UNEMAT) - Brasil
E-mail: magnoalves@unemat.br

Edinéia Souza NUNES (UNEMAT) - Brasil
E-mail: edineia.nunes@unemat.br

Carlos Rezende PÁDUA JÚNIOR (Unemat) - Brasil
E-mail: carlos.junior@unemat.br

Karine Medeiros ANUNCIATO (UNEMAT) - Brasil
E-mail: karine@unemat.br

A Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) trouxe melhorias para o controle dos gastos orçamentárias, exigindo dos municípios um planejamento criterioso sobre os recursos públicos, principalmente na tentativa de garantir os serviços essenciais como saúde e educação. O objetivo do trabalho foi avaliar o impacto da LRF sobre as despesas correntes dos municípios mato-grossenses no período de 1998 a 2012. A metodologia utilizada foi a estratégia empírica de dados em painel com efeitos fixos. Os resultados apontam que após a entrada da LRF não houve redução das despesas correntes, mas sim um impacto positivo de 50% nas despesas com pessoal. Foram realizados testes de robustez para resposta heterogênea para gastos com saúde, despesas com pessoal e educação. Aparentemente, os gastos com pessoal são mais controlados para municípios com população inferior a média populacional mato-grossense, porém apresentando ainda um aumento positivo de 26%. No entanto, cabe destacar que apesar do aumento nas despesas com pessoal, o percentual comparado a Receita Corrente apresenta-se dentro do limite prudencial.

Palavras-Chave:Lei de Responsabilidade Fiscal. Despesas Correntes. Dados em painel




Trabalhos Convidados



Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2358-856X

Associação Brasileira de Custos
Av. Unisinos, 950 - Caixa Postal 275 - CEP: 93022-000 - São Leopoldo - RS - Brasil
Diretoria de Administração de Infraestrutura e Serviços - Telefone: 51 3591 1122 Ramal: 5235