Política de distribuição de dividendos e sua relação com a necessidade de capital de giro das empresas brasileiras listadas na B3

Eunice Henriques Pereira Vilela, Arthur Antonio Silva Rosa, Antonio Sergio Torres Penedo

Resumo


Considerando a importância de uma gestão adequada do capital de giro, bem como da política de distribuição de dividendos para a sustentabilidade e rentabilidade das empresas, esta pesquisa se propôs a analisar a relação entre a Necessidade de Capital e Giro e o montante de dividendos distribuídos pelas empresas não financeiras listadas na B3 no período de 2010 a 2018. Para tanto foi utilizada uma regressão linear múltipla através do método dos mínimos quadrados ordinários. Esta teve como variável dependente a Necessidade de Capital e Giro, e como variável independente a Distribuição de Dividendos. A amostra foi dividida em 4 (quatro) subamostras, sendo estas as empresas que atuam no setor industrial, aquelas que atuam no setor comercial, as que atuam tanto no setor industrial quanto comercial e as empresas que atuam em outros setores que não sejam nem industrial nem comercial. Assim a regressão foi testada em 5 conjuntos de dados, sendo um conjunto composto por todas as empresas e os quatros conjuntos correspondentes as subamostras supracitadas. Como resultado foi encontrado uma relação significativa entre a Necessidade de Capital e Giro (NCG) e Distribuição de Dividendos (DIV) nas empresas dos setores econômicos que não sejam nem comercial nem industrial, assim a hipótese inicial do trabalho de que há relação estatisticamente significante entre o pagamento de dividendos e a necessidade de capital de giro das empresas foi confirmada.

Palavras-chave


Capital de Giro. Dividendos. OLS.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2358-856X

Associação Brasileira de Custos
Av. Unisinos, 950 - Caixa Postal 275 - CEP: 93022-000 - São Leopoldo - RS - Brasil
Diretoria de Administração de Infraestrutura e Serviços - Telefone: 51 3591 1122 Ramal: 5235