Valoração de danos ambientais: estudo aplicado à poluição da água via esgotamento sanitário

Euripedes Rosa Nascimento Júnior, Fátima de Souza Freire

Resumo


Embora os ativos intangíveis e danos causados ao meio ambiente sejam difíceis de serem mensurados, os métodos de valoração podem auxiliar os envolvidos (empresas, comunidade e governo) realizar ações e destinar recursos que combatam a degradação do meio ambiente. O objetivo do trabalho é valorar o dano ambiental causado à água pelo lançamento de esgoto, a fim de averiguar se o montante de gastos realizados pelo Governo Federal foi superior ao valor dos danos ocorridos, no período de 2000 a 2009. O método de valoração utilizado foi o custo de reposição que utiliza preços de mercado sobre a medida de benefício para reposição ou restauração de um bem. Os resultados apontaram para a necessidade maior de investimentos do Governo Federal na recuperação dos danos causados ao meio ambiente, além de se intensificar o planejamento de políticas públicas que visem a aumentar os programas destinados à criação de meios capazes de conter a destruição dos biomas analisados. Percebeu-se ainda que entre os anos de 2000 e 2005 não foram encontrados recursos do Governo Federal para a recuperação da água poluída pela falta de esgotamento sanitário. Os danos ambientais valorados demonstraram aumento contínuo e em larga escala em comparação aos gastos governamentais.

Palavras-chave


Valoração do dano ambiental

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2358-856X

Associação Brasileira de Custos
Av. Unisinos, 950 - Caixa Postal 275 - CEP: 93022-000 - São Leopoldo - RS - Brasil
Diretoria de Administração de Infraestrutura e Serviços - Telefone: 51 3591 1122 Ramal: 5235