A contribuição da mão de obra voluntária: um caso particular de custos intangíveis no Grupo de Apoio à Criança e ao Adolescente com Câncer (GRAACC)

Eduardo Sergio Ulrich Pace, Almir Machado Silva Filho

Resumo


Visando mensurar a contribuição do valor adicionado nas Organizações Sem Fins Lucrativos, foi realizado um estudo de caso na área da saúde, no tratamento e combate ao câncer no público infantil e no adolescente, junto ao GRAACC. A metodologia aplicada mediu a criação de valor através dos resultados da aplicação do capital intelectual com o calculo do VAIC, (Value Added Intellectual Coefficient), de Ante Pulic (2000), que tem por base o uso de dados do Balanço Patrimonial, da Demonstração de Resultados do Exercício. Por outro lado, acrescentou-se o Valor do Sucesso que mede o quanto valem os serviços prestados e o quanto a criança e o adolescente curados serão capazes de contribuir monetariamente em sua vida produtiva, Pace (2009), o trabalho mostrou o crescente valor adicionado pelo capital intelectual, comparando-o com o Retorno sobre Ativos (ROA). Este indicador, em 2007, alcançou um retorno de 584% e 780%, em 2010. Já, o coeficiente do VAIC total no primeiro ano da pesquisa, 2007, era de 26,83 e, em 2010, registrou 54,71 indicando a crescente contribuição de valor para a sociedade, tanto do trabalho voluntário como do assalariado.

Palavras-chave


VAIC

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2358-856X

Associação Brasileira de Custos
Av. Unisinos, 950 - Caixa Postal 275 - CEP: 93022-000 - São Leopoldo - RS - Brasil
Diretoria de Administração de Infraestrutura e Serviços - Telefone: 51 3591 1122 Ramal: 5235